Agro Notícias

Coronavírus: 99% de chance de vacina chinesa funcionar

Testes estão no segundo estágio e devem ir para o exterior em breve

A Sinovac, uma empresa de biotecnologia com sede em Pequim, afirmou que a sua vacina contra a Covid-19 está em desenvolvimento na segunda fase e, acima de tudo, tem 99% de chances de ser eficaz. As informações foram divulgadas para a rede britânica Sky News. 

“Sim, sim. Deve ser bem sucedido … 99% [com certeza]”, disse Luo Baishan, pesquisador da Sinovac, quando indagado se a vacina funcionaria. 

No mês passado, Sinovac publicou resultados na revista científica Science, que mostrou que a vacina, chamada CoronaVac, protege macacos da infecção pelo coronavírus. O maior problema que a empresa enfrenta é o baixo número de casos de COVID-19 na China, o que dificulta o teste da vacina em uma situação epidêmica. Como resultado, a empresa está procurando um local com estágio mais avançado e, ao que tudo indica, o estágio três dos testes será no Reino Unido. 

De acordo com Helen Yang, diretora sênior de relações com investidores, vários países europeus podem ser consultados para a realização dos testes. “Atualmente, é um estágio muito preliminar para a discussão”, comentou. 

A empresa está avançando com a produção, apesar de continuar a pesquisa. Atualmente, está construindo uma planta comercial em outra parte de Pequim, com o objetivo de fornecer 100 milhões de doses e esse número, por maior que seja, significa limitar quem recebe a vacina. 

“É nossa recomendação que não seja toda a população que tome a vacina. Estamos discutindo isso e recomendando para outros países também. Primeiro, visamos grupos de alto risco, por exemplo, profissionais de saúde ou idosos, que podem ter um nível mais alto de mortalidade. Acho que esse será o ponto de partida. Para ser sincero, a vacina precisa ser produzida em grande escala por muito tempo”, conclui. 

Fonte: Agrolink
Crédito da foto: Divulgação/Pixabay

Veja mais notícias da editoria Agrobox no portal Cavalus