Cavalgadas Brasil

Minha Lista de Destinos para Cavalgada – Viagens que você define – viagens que definem você

Paulo Junqueira, em sua coluna da semana, escreve sobre os seus próximos destinos para viagens a cavalo

Publicado

⠀em

Minha Lista de Destinos para Cavalgada - Viagens que você define - viagens que definem você

Faz alguns anos publicaram pesquisas sobre o gene da sede de viagens. De acordo com o estudo, este gene afeta os níveis de dopamina do cérebro, que por sua vez molda nosso comportamento e motivação. Portadores do gene tem forte desejo de sair da zona de conforto e partir para novos destinos, não importa se perto ou longe. Estudo feito por David Dobbs, do National Geographic, apoia essas descobertas e aponta que se aplicam especificamente a paixão por viagens.

Paixão por viagens a cavalo

Eu definitivamente me coloco nessa categoria, estou sempre pensando na próxima viagem a cavalo, e lembro quando isso começou. Foi numa viagem de carona que fiz com dois amigos até Brasília, passando por Minas, pouco tempo depois, com 17 anos fui estudar nos Estados Unidos. Durante as férias fui conhecer o Yellowstone National Park, cruzando 3 estados do oeste americano, aonde fiz minha primeira cavalgada em solo americano. Depois dessa viagem continuei viajando sempre pelo Brasil e pelo mundo.
Sou viajante por natureza, algo sempre me impulsionou a buscar novas experiências, descobrir o que existe além do horizonte.

Viajologia

Gosto muito do conceito Viajologia, criado pelo fotógrafo Haroldo Castro. O neologismo significa a arte e a ciência de viajar, considerando a experiência de viajar comparável a um período intenso de estudo. Reconhece a viagem como uma escola dinâmica. 

Próximas viagens – 2022

Tive a sorte de realizar muitas das viagens a cavalo que estavam na minha lista de destinos para cavalgar, mas ainda faltam várias. Devido a pandemia tive que adiar algumas que já estavam confirmadas. Então, em 2022 pretendo recuperar esse tempo parado, fazer um safári a cavalo no Quênia, uma expedição a cavalo na Islândia, uma cavalgada no Egito e as cavalgadas em Roraima e Tocantins, dois dos poucos estados do Brasil aonde ainda não cavalguei.

“Sempre pensei que nada é melhor do que viajar a cavalo, pois o caminho se compõe de infinitas chegadas. Se chega a uma encruzilhada, a uma flor, a uma árvore, à sombra da nuvem sobre a poeira do caminho; se chega ao arroio, ao topo da coxilha, a uma pedra diferente das outras. Parece que o caminho vai inventando surpresas para gozo da alma do viajante” anônimo

Por Paulo Junqueira Arantes
Cavaleiro profissional e Diretor da agência Cavalgadas Brasil
www.cavalgadasbrasil.com.br

Veja outras notícias da editoria Turismo Equestre no portal Cavalus

WordPress Ads
WordPress Ads