TranSiciliana para o Etna é uma cavalgada de montanha muito cênica, com vistas surpreendentes

Com boa visibilidade, vai das ilhas Eólias ao vulcão Etna. A cavalgada atravessa três parques naturais: Madonie (as Dolomitas da Sicília), Nebrodi e Etna. E duas reservas naturais: Sambuchetti Campanito (pequeno Canadá da Sicília) e Lago Gurrida.

Quando as condições climáticas permitem, chegamos a cerca de 2.800 metros de altitude no vulcão Etna. Para otimizar o itinerário, dormimos uma noite em um Refúgio de Serviço Florestal no leste do Parque Nebrodi, próximo ao Lago Tre Arie. 96% do percurso é feito em trilhas.

Durante cada dia, a paisagem muda muito, dando aos cavaleiros vários cenários da Sicília. Aquela bem verde, com florestas antigas com muitas espécies diferentes de árvores; riachos, rios, lagos e um grande número de nascentes de água.

Na área onde a terra é cultivada, fora dos parques, há o lado de país siciliano típico com campos de cereais, azeitonas, amêndoas que cercam algumas aldeias cheias de história e tradições.

Geologia e Botânica mudam muito entre as áreas e ofereceram diferentes faces da natureza siciliana. Assim, passamos das montanhas brancas de Madonie até a paisagem típica da Sicília entre elas as montanhas Nebrodi.

Depois, para as florestas ‘canadenses’ da Reserva Sambuchetti Campanito, pouco antes de entrar no denso parque florestal Nebrodi e seus quatro lagos visitados ao longo da trilha. Até chegar ao vale cruzando a reserva do Lago Gurrida e finalmente subindo ao lado do vulcão Etna olhando fluxos de lava de diferentes idades.

O vulcão Etna foi declarado em 2013 como Patrimônio da Humanidade pela UNESCO.

Por Paulo Junqueira Arantes
www.cavalgadasbrasil.com.br

Escreva um comentário