Dando continuidade à nossa serie do livro Cavalgar Nossa Paixão, destaco hoje Mafalda Franco de Souza

Uma das personagens do livro Cavalgar Nossa Paixão, Mafalda hoje com 78 anos, continua montando regularmente. Dessa forma, neste ano realizou junto com a filha Eliane o sonho de fazer a cavalo um trecho do Caminho de Santiago Compostela.

Por Paulo Junqueira Arantes
Cavaleiro profissional e Diretor da agência Cavalgadas Brasil
www.cavalgadasbrasil.com.br

Mafalda Franco de Souza

“Cavalgar é a minha paixão porque é o meu calmante natural. Pois, de acordo com a minha família, fico triste, cabisbaixa e resmungona quando passo muito tempo sem uma cavalgada”.

Mafalda é natural de São Paulo. Contudo, teve grande parte dos seus 72 anos de idade vividos no Rio de Janeiro. Atualmente mora em Capão da Canoa, Rio Grande do Sul. Foi a paixão pelos seus ‘filhos de quatro patas’ que a levou para lá!

Em 2007 foi convidada para fazer uma cavalgada de oito dias pelo estado onde mora atualmente. Resultado: apaixonou-se pelo esporte e mudou-se para o Rio Grande do Sul.

A filha Eliane casou-se com um gaúcho treinador de cavalos; montaram uma Cabanha de cavalos Crioulos e um Centro de Treinamento. Enfim, hoje, vivem em função dos cavalos.

Cavalos, sua vida

Não precisa dizer que não passa muito tempo sem subir no lombo de um cavalo. Portanto, juntamente com amigos, criou uma cavalgada nos arredores da Cabanha. E é com a convivência e docilidade de seus cavalos Crioulos que mantém acesa a chama da paixão.

Contudo, Mafalda confessa: “Quando é possível, o que gosto mesmo é das viagens”. Fala isso com os olhos brilhando ao se lembrar da sua primeira viagem a cavalo.

Leu uma reportagem sobre as cavalgadas na região de Trancoso, sul da Bahia. Ela já conhecia o local e logo pensou: “Seria maravilhoso passar por todos aqueles lugares no lombo do cavalo. Um encanto! Juntar cavalos, fazer amigos e conhecer as praias e coqueirais sob um outro ângulo”.

E foi. Encantou-se com as paisagens lindíssimas, com os novos amigos feitos durante a viagem e com o convívio estreito com os cavalos. Jamais esquecerá do nascer e pôr do sol avistados do alto de uma duna.

Nem das lágrimas vertidas numa cavalgada noturna sob a luz da lua cheia e ao som dos cascos dos cavalos fazendo ‘plec’,’ plec’, ‘plec’. Foi a primeira, a preferida e a inesquecível. “Uma saudade! Muita saudade e vontade de repeti-la”.

Santiago de Compostela estava nos sonhos

Sobretudo, já está mais experiente pela contínua prática de viajar a cavalo, principalmente pelo sul do país: Bom Jesus, Cambará do Sul e Mostardas, no Rio Grande do Sul. Lages, em Santa Catarina. E São Luiz do Purunã, no Paraná.

Portanto, almeja novos destinos: Toscana, na Itália, e o Caminho Santiago de Compostela, na Espanha, são as viagens a cavalo dos sonhos.

Confira mais sobre Turismo Equestre no portal Cavalus

A cada nova viagem tem novas histórias para contar, amigos reencontrados e novos agregados, culturas diferentes. E, além disso, um sentimento permanente de calma, bem-estar, alegria e de respeito e ternura pelos cavalos.

Quando solicitada a falar alguma coisa para as pessoas que ainda não viajaram a cavalo, Mafalda diz que gostaria de falar bem alto: “Viajem a cavalo! É de um prazer imensurável!”

Texto do livro ‘Cavalgar Nossa Paixão’ – edição 2017
Editora EquusBrasil – www.equusbrasil.com.br
Fotos: Cedidas fotos Mafalda e a filha Eliane, na Cavalgada do Mar – entre Trancoso e Caraiva