Quem cavalga muito no campo, certamente já se deparou algum dia com um animal atolado

Durante cavalgadas, já ajudei tirar um bezerro atolado nos brejos dos Aparados da Serra, e salvamos uma potra num atoleiro na Ilha do Marajó. Esses acontecimentos sempre resultam em forte sentimento de satisfação e realização.

Aqui a história* e fotos de um potro de Zebra, que foi salvo pelo Ranger Michael Lionnet, da Reserva Madikwe, na África do Sul.

Durante um safári em jipe, ao cruzar com um rebanho de zebras, Michael notou que elas pareciam angustiadas. Ao procurar o motivo, avistou um potro de zebra preso na lama. Sabendo que ele não conseguiria sair vivo sozinho, decidiu entrar no atoleiro e salvá-lo.

Não foi fácil chegar até ele através da lama espessa e escorregadia. Mas, chegando lá, teve que lutar um pouco com ele se debatendo. Em seguida, conseguiu colocá-lo em condições de caminhar sozinho para fora do atoleiro.

Michael contou que a princípio ficou preocupado que o potro tentasse reivindicá-lo como sua mãe, mas felizmente logo o potro ouviu a mãe zebra chamando de longe e começou a seguir na direção dela.

A mãe estava com muito medo de se aproximar do jipe, mas logo que Michael moveu o jipe a mãe se aproximou e de uma distância razoável ele pode ver mãe e filho reunidos!

* história contada pelo ranger Michael Lionnet

Nos vários safáris a cavalo que fiz na África (África do Sul, Namíbia, Botsuana, Zimbabwe), são muitas as histórias interessantes que ouvi e experiências que passei; essa da zebrinha, é uma daquelas que a gente nunca esquece.

Por Paulo Junqueira Arantes
www.cavalgadasbrasil.com.br

Escreva um comentário