Geral

ABET promove I Batalha Virtual de Equitação de Trabalho

O ambiente da internet tem sido fundamental para promover uma aproximação de todos do meio do cavalo que estão longe das pistas por todo o Brasil

Modalidade tem como finalidade demonstrar o trabalho diário de campo, a Equitação de Trabalho viveu momentos de pura emoção nos últimos dias, mesmo impossibilita de realizar provas presenciais. Com o intuito de gerar fluxo para o seu Instagram e divulgar ainda mais esse esporte, a Associação Brasileira de Equitação de Trabalho – ABET realizou a I Batalha Virtual de Equitação de Trabalho.

Dessa forma, puderam se inscrever qualquer conjunto que participe, tenha participado ou realize treinamento na modalidade, divididos nas categorias Jovem, Amador e Profissional. Cada concorrente, portanto, deveria fazer um vídeo com seu cavalo atuando na fase de Maneabilidade e enviar para a Associação. Logo após os sorteios das batalhas, os vídeos foram divulgados e o público pode votar através do Instagram Stories.

As inscrições foram gratuitas e as vagas eram limitadas. Ao todo, 64 batalhas foram realizadas, entre a fase de classificação, oitavas de final, quartas de final, semifinal e final em cada categoria.

I Batalha Virtual de Equitação de Trabalho evidencia o ambiente da internet que tem sido fundamental para promover uma aproximação de todos
Gabriel e Destino

E os vencedores foram:

Jovens:
Campeão: Gabriel e Destino – 50% (desempate: 1338 votos)
Vice-Campeão: Carolina e Pampinha – 50% (desempate: 1332 votos)
Terceiro Lugar: Lara e Daminha – 53%
Quarto Lugar – Matheus e Zoonito – 47%

Amadores
Campeão: Alexandre e Hulk – 54%
Vice-Campeão: Renan e Soldado – 46%
Terceiro Lugar: Geraldo e Verso – 53%
Quarto Lugar: Ana e Toshi – 47%

Profissionais
Campeão: Matheus e Haragano – 52% (foto de chamada)
Vice-Campeão: Gley e Apache – 48%
Terceiro Lugar: Fabio e Raro – 51%
Quarto Lugar: Luis Henrique e Cisne – 49%

I Batalha Virtual de Equitação de Trabalho evidencia o ambiente da internet que tem sido fundamental para promover uma aproximação de todos
Alexandre e Hulk

Avaliação

Ney Messi, presidente da ABET, entidade fundada para cuidar dos interesses da modalidade no Brasil, um esporte aberto a todas as raças de equinos e muares, avalia a ação como extremamente positiva. “Encerramos em clima festivo esses dez dias de Batalha Virtual. Aproveito para agradecer a todos que participaram, apoiadores, patrocinadores, todos que colocaram seus cavalos e a todos que buscaram votos”.

De acordo com ele, a Batalha Virtual ultrapassou em números os objetivos traçados. “Não imaginamos que iríamos terminar as batalhas com esse alcance. A visibilidade que a modalidade conseguiu foi muito boa. Posso assegurar que nunca no Brasil se falou tanto em Equitação de Trabalho. Chegamos até ao exterior, pois tivemos relatos de amigos da Europa e Estados Unidos que acompanharam”.

Assim sendo, o objetivo principal que foi marketing para o esporte e visibilidade para a ABET foram alcançados e superados. “Queríamos que as pessoas conhecessem a modalidade, dar chance aos simpatizantes que ainda não fizeram prova de participar, trazer gente de volta à ativa. Conseguimos, sem dúvida, mais do que esperávamos.

E os números divulgados foram apresentados pela ABET: 64 batalhas | De 240 seguidores no perfil do Instagram da ABET chegaram a 4.494 | Visualizações dos vídeos no feed (média): 36 mil | Em média, 114 mil pessoas votaram nos stories | E, por fim, 320 mil (média) pessoas visualizam os stories que continham as batalhas.

“Números que não imaginávamos que iam ser atingidos nesse curto período de tempo e que nos deixaram muito felizes. Pedimos agora que os conjuntos se preparem para o Campeonato Brasileiro Virtual de Equitação de Trabalho”, encerra Ney Messi.

Fique por dentro: abetequitacaodetrabalho.wordpress.com | www.instagram.com/abet_brasil_et_oficial | www.ciadeequitacaodetrabalho.com.br.

Por Equipe Cavalus
Crédito das fotos: Divulgação Ney Messi

Veja mais notícias no Portal Cavalus

X