Saúde Animal

Alimentação para cavalos com tempo de trabalho reduzido

Os proprietários de cavalos estão enfrentando tempos incertos por conta da COVID-19

É certo que estamos passando por uma situação atípica. Por conta do isolamento social necessário para o momento, muitos estão sem conseguir montar seus cavalos ou ir ao rancho.

Animais acostumados ao trabalho intenso têm uma dieta diferente de cavalos que passam seus dias sem que sejam exigidos de muito esforço físico.

Dessa forma, é preciso ajustar a dieta do seu cavalo se ele estiver fora de sua rotina habitual, ou seja, com o tempo de trabalho reduzido. Não sabemos quando tudo vai voltar ao normal e o tempo que os cavalos ficarão fora do que estão acostumados é incerto ainda.

No esforço para minimizar o quanto puderem a disseminação do novo coronavírus, proprietários fecharam seus ranchos e fazendas, limitando ao acesso apenas a funcionários. De preferência, confinados no local, sem circular.

Há, sobretudo, àqueles que moram no rancho e podem ter contato com seus cavalos diariamente. Alguns treinadores já deram, inclusive, entrevista para o portal Cavalus contando que estão fazendo exatamente isso.

A ideia é manter os animais de prova condicionados, porém a carga de trabalho deles sem eventos é muito menor do que o normal.

Mudança de alimentação

Então, o que tudo isso reflete no modo como você trata do seu cavalo? Já que muitos cavalos, em vez de aumentar suas cargas de trabalho para a parte mais intensa da temporada de provas, estão tendo suas cargas de trabalho reduzidas à medida que os eventos são cancelados e os cavaleiros são colocados em quarentena?

Alterações na alimentação se fazem necessária, sem dúvida, a fim de limitar a ingestão de calorias. Principalmente se a dieta do seu cavalo tiver alimentos com alto teor calórico. Cargas de trabalho reduzidas significam menos necessidade de calorias.

A ideia, portanto, é cortar calorias sem esquecer da parte nutricional dos alimentos. Opte por um balanceador de ração, remova ou reduza as fontes de amido, por exemplo. Caso precise manter as calorias, dê preferência para as fibras e gorduras fermentáveis em vez de amido.

Pesquisas sugerem que cavalos alimentados com calorias provenientes de gordura podem ser mais calmos do que aqueles alimentados com calorias de amido. O que é uma consideração importante para os cavalos que entram em um período de trabalho reduzido.

Manejo

Para que tudo dê certo em uma equipe também reduzida, certifique-se de que as novas orientações estejam bem claras. De preferência, escreva tudo no quadro, nomeando cada cavalo. Ou ajuste a forma como você organiza as recomendações aos seus funcionários.

Considere o quão estressante será a situação para a pessoa que assuma a alimentação, se não estiver acostumada a lidar com os detalhes envolvidos no manejo de muitos cavalos. Portanto, tente facilitar o máximo possível para eles.

Não é uma ação apenas atenciosa, mas também oferece a melhor chance de o seu cavalo ser alimentado corretamente. Com isso em mente, considere tudo que não é essencial e retire da linha de frente por um tempo.

Em um mundo ideal, os suplementos e ração do seu cavalo permaneceriam o mais semelhante possível ao normal. No entanto, lembre-se de que, no final do dia, desde que os cavalos tenham acesso a água limpa, sal e ampla forragem limpa, eles tendem a se sair bem.

Concentre-se em alimentá-los de acordo com o trabalho que está sendo feito, para que seu cavalo tenha a melhor chance de permanecer saudável enquanto trabalha menos.

Por Clair Thunes/The Horse
Crédito da foto: Divulgação/iStock

Veja mais artigos de Saúde Animal no portal Cavalus