Uma terapia complementar que vem trazendo muitos benefícios à vida dos nossos animais

O Reiki é uma técnica japonesa, descoberta no Japão, no século XIX por MikaoUsui. A palavra Reiki é a combinação de palavras japonesas, que significam REI – energia universal/ divina -; e KI – energia vital individual -, presente em todos os seres vivos, sejam eles humanos, animais ou plantas.

Esta técnica nada mais é que o encontro da energia universal com a energia física/vital. E consiste em captar e aplicar energia, assim como em outras técnicas também conhecidas – Acupuntura, Pranayama, passes no espiritismo, benção cristã, entre outras -, gerando condição para o restabelecimento do equilíbrio natural, físico, emocional e espiritual do cavalo.

O Reiki permite que a energia REI (universal/ divina) seja transmitida através das mãos, olhos e sopros do reikiano. Sendo este um método natural, um sistema de harmonização, gerando a reposição e homeostase (equilíbrio) do sistema energético. E ainda bem-estar, elevando a capacidade de auto cura do corpo, devido ao restabelecimento do fluxo de energia natural.

Sua ação é diretamente na causa e disfunção que gerou a doença ou desequilíbrio. A energia transmitida não é nociva, sendo apenas geradora de bem-estar. Não é manipulável. Nesta técnica, não se utiliza da energia do doador, sendo este apenas um condutor, diferente de outras onde existe a doação energética.

O Reiki pode ser aplicado de forma presencial e/ou à distância. As aplicações podem durar em média 30 minutos a um hora. Desde 2007, esta técnica foi reconhecida no Brasil como profissão isolada, se enquadrando dentro das ‘atividades integrativas e complementares’.

Em 2017, foi incluída pelo Ministério da Saúde nas ‘Praticas Integrativas e Complementares’, como procedimentos oferecidos pelo Sistema Único de Saúde (SUS). O Reiki é utilizado a nível mundial como uma forma de cura natural e com imensos benefícios, não só para pessoas, mas também nos animais. E esta terapia não substitui a medicina tradicional, mas sim a complementa.

Indicações

-Reprogramar eventos passados e coordenar eventos futuros, ou seja, muito eficaz na cura de processos traumáticos passados, e também auxilio para melhores condições em eventos futuros;

-Melhorar distúrbios como: agressividade/ depressão/ estresse/ medo/ insegurança/ vícios/ ciúme/ depressão/ nervosismo;

-Indivíduos idosos, cardiopatas, nefropatas;

-Cessar e aliviar dores;

-Auxilia na regeneração de tecidos, acelerando processo cicatricial, e recuperação de fraturas e pós cirúrgicos;

-Melhorar sistema imunológico, endocrinológico e dermatológico;

-Relaxar, reenergizar e recompor sistema energético;

-Prevenção de doenças e disfunções físicas, emocionais e mentais;

-Diminuição de dor e efeitos colaterais de tratamentos como quimioterapias e radiação;

-Prevenção de futuras doenças e desequilíbrios;

-Em medicamentos, para vitalizar o principio ativo ou evitar efeitos colaterais.

Através do Reiki, é restabelecida a energia do corpo do indivíduo, através dos sete principais chacras. Cada chacra é responsável por controlar, energizar e equilibrar os órgãos principais e vitais, tecidos do corpo e principais glândulas, levando ao equilíbrio de todo o corpo.

Os animais, assim como nós humanos, são capazes de emitir e absorver as energias através dos chacras em nossas vidas, sendo elas benéficas ou maléficas ao nosso corpo físico, mental e espiritual. E assim, podendo então levar ao aparecimento de sintomas físicos.

Em duas semanas de aplicação, já podemos observar melhoras em relação a efeitos comportamentais e também no alivio de dores, por exemplo. O Reiki em animais é uma adaptação do Reiki em humanos.

Esta técnica nos seres Não Humanos age com muito mais potência, pois eles, diferente de nós humanos, absorvem de forma mais rápida e sem barreiras, sem fé ou crenças, sem pré-julgamentos em relação à sua eficácia. Se estiverem receptivos a esta nova energia, simplesmente a recebem, os beneficiando.

Falando em seres Não Humanos, podemos citar os cavalos, que são seres extremamente sensíveis. Devido a esta característica, recebem esta energia de forma plena e completa, reagindo muito bem a esta terapia. Através da linguagem corporal nos mostram onde necessitam e onde querem que o terapeuta posicione as mãos.

Em uma sessão de Teiki, a energia passada ao cavalo estimula o corpo a libertar tensões, assim como, bloqueios que estejam impedindo o fluxo natural energético, ou que causem doenças, dores ou outras questões de saúde.  Após uma sessão de reiki, o cavalo se sentirá calmo, relaxado, equilibrado, cheio de energia e com mais vitalidade.

Podemos transmitir o Reiki a um cavalo de diferentes formas, desde que o cavalo e o praticante de Reiki se sintam seguros e confortáveis. O cavalo pode estar solto em pasto/piquete ou em cocheira. Alguns cavalos preferem estar mais próximos e outros mais distantes.

Principais sinais de relaxamento e aceitação da energia, pelo animal:

-Bocejos;

-Fechar olhos/ adormecer;

-Abaixar a cabeça;

-Acalmar, em casos de animais muito agitados;

-Movimento de mastigação;

-Ingerir muita água;

-Defecar.

Reiki em animais de esporte

Neste caso, tanto os animais como cavaleiros/amazonas podem ser beneficiados com a terapia, devido ao relaxamento que a terapia proporciona. Podemos aplicar tanto nos animais como em quem irá montá-los.

Algumas situações em que podemos utilizar

– Momentos que antecedem as competições, podemos gerar equilíbrio e acalmar ambos, aumentando então a confiança entre eles, esta essencial no esporte;

– Acalmar os animais para situações de transporte, onde há grande nível de estresse;

– Situações de pós-parto, no momento da separação de mãe e potro;

– Após situações traumáticas para animal (maus tratos/ negligência/ acidentes) ou cavaleiro/ amazonas;

– Em tratamentos convencionais (citados acima, como comportamentos, lesões).

– Em casos terminais, auxiliando para que o animal tenha um desencarne tranquilo e sem dor.

Hoje em dia, devido à busca pela melhor qualidade de vida tanto dos animais como dos próprios tutores, a procura por terapias alternativas tem sido maior e vista como algo benéfico a todos os seres. Mas nunca se esquecendo, que esta deverá sempre complementar a terapia tradicional. Para mais conteúdo como esse clique aqui.

Por Marília Gonzalez
Médica Veterinária
Reikiana da Alternativa Animal | instagram.com/alternativa.animal | facebook.com/alternativa.animal.
Fotos: Cedidas

Escreva um comentário