Saúde Animal

Digestibilidade e palatabilidade de glicerina na dieta de equinos

Estudo foi realizado com oito equinos da espécie pônei a fim de verificar o efeito da adição de glicerina bruta no programa alimentar deles

Glicerina bruta tem um potencial para ser usada como um aditivo nutricional e/ou como substituto de alguns componentes da ração. Embora seja atestado em algumas espécies de animais, não foi reportado o seu uso em cavalos. Portanto, elaboramos um estudo para determinar o efeito da adição de diferentes níveis de glicerina bruta para a digestibilidade e palatabilidade dos nutrientes na dieta de equinos.

Oito equinos – pôneis – castrados foram usados para esse estudo. Eles tinham 9 anos de idade e pesavam 17.20 Kg em média cada um. Além disso, o score corporal era de 5.4 ± 0.7. Foi usado um moderno delineamento em quadrado latino de 4 x 4 com design experimental duplo. As dietas foram diferenciadas nos níveis de inclusão de glicerina (0, 4, 8 e 12%) sobre o concentrado.

Digestibilidade e palatabilidade de glicerina na dieta de equinos; Estudo realizado com oito pôneis para a verificar efeitos na alimentação

Resultados

Dessa forma, foi avaliado o total aparente de digestibilidade dos nutrientes a fim de verificar o efeito da adição de glicerina bruta na dieta desses equinos. Os dados foram analisados usando o Sistema de Análise Estatísticas (SAS Inc., 2010). Para a análise de significância estatística, o teste de Tukey foi usado com P < 0.05.

Como resultado, a análise da digestibilidade mostrou que a adição de glicerina não afetou o consumo de ração. Mesmo com níveis diferentes na dieta. E, aparentemente, nem as variáveis de digestibilidade e fermentação total do trato (P > 0.05). Igualmente, nenhuma diferença foi encontrada nos valores entre os tratamentos para glicose e insulina (P > 0.05). Neste estudo a adição de glicerina, mesmo na quantidade de 12%, não afetou a aceitabilidade e digestibilidade dos nutrientes da dieta.

Esses resultados são encorajadores, mas ainda são necessárias mais pesquisas para esclarecer os níveis adequados de inclusão e/ou substituição usando este produto.

Fonte: Dr. Alexandre Augusto de Oliveira Gobesso para Univittá Saúde Animal
Crédito das fotos: Divulgação/Pixabay

Veja mais artigos de Saúde Animal no portal Cavalus

X