Fique atento aos cuidados com a arcada dentária do seu cavalo, pois ele pode sentir incômodos que você nem percebe

Odontologia EquinaQuando se escuta falar em ‘dente de lobo’, logo vem à mente uma presa. Ledo engano. Não o confunda com os caninos presentes nos machos e em algumas fêmeas. Trata-se de um dente vestigial, considerado o primeiro pré-molar, sem função na mastigação. No entanto, ele pode ferir as bochechas, a língua e, ainda, entrar em choque com a embocadura, sendo extremamente desconfortável para o cavalo.

É comum ouvirmos médicos veterinários, treinadores, cavaleiros e domadores falarem sobre a presença e a extração dos ‘dentes de lobo’. Antes de iniciar as atividades com as embocaduras, os principais equitadores do país pedem um exame detalhado da boca do cavalo, pois muitos problemas que antigamente eram atribuídos à doma ou a distúrbios comportamentais hoje se sabe que são causados pela dor dos ferimentos na boca.

Odontologia EquinaFrequentemente, os proprietários de cavalos surpreendem-se quando os médicos veterinários lhes mostram os ‘dentes de lobo’. O padrão das reações varia entre ‘Nossa! Onde está?’, ‘O que deve ser feito?’ e ‘Que interessante!’. Alguns, imaginando algo mais dramático, perguntam ‘Como este pequeno dente pode causar problema num animal tão grande?’.

Pode ser difícil dar uma resposta satisfatória, porque não estamos falando de dentes do tamanho de presas de elefantes. Os ‘dentes de lobo’ são, em sua maioria, pequenos e aparentemente inofensivos. Portanto, fica difícil acreditar como eles causam tanta dor. De fato, no mundo inteiro existem muitas controvérsias sobre o assunto entre médicos veterinários que trabalham com Odontologia Equina.

Quando o ‘dente de lobo’ nasce no local correto, ele tende a não causar muitos danos. Mesmo assim, pode receber choques da embocadura, gerando desconforto. Por ser pequeno, ele é abalado facilmente, provocando dor. Também pode atrapalhar as correções odontológicas quando necessárias no segundo pré-molar.

Odontologia EquinaQuando o dente nasce fora da posição normal, pode causar problemas ainda maiores, já que cresce em direção à língua, palato ou bochechas, resultando em ferimentos, como também pode ficar oculto em baixo da gengiva, culminando em dor quando ocorre a pressão da embocadura. É ideal que sejam extraídos, especialmente para cavalo que precisam usar embocaduras.

Com a extração do ‘dente de lobo’ muitos desses problemas foram eliminados, e os treinadores tiveram sucesso com os cavalos. A extração é um procedimento simples e seguro (quando realizado com equipamentos adequados e por profissionais qualificados).

Qualquer tipo de extração de ‘dente de lobo’ sem sedação, anestesia ou sem a utilização dos equipamentos corretos são ilegais e infringem os procedimentos éticos e profissionais na área de Odontologia Equina na Medicina Veterinária.

Por Dr. Ciro Pinheiro Mathias Franco
Médico veterinário especializado em Odontologia Equina

Escreva um comentário