Unindo experiência e conhecimento, nossos alunos nos orgulham quando conseguem empregos no Brasil ou exterior

É grande a movimentação e o comentário sobre o Curso Superior de Gestão em Equinocultura – iniciativa da Universidade do Cavalo que se iniciou em 2005, e hoje, em parceria com a UNISO – Universidade de Sorocaba ministra aulas diariamente a alunos vindos de absolutamente todos os estados brasileiros. Somos muito questionados sobre dois temas: por que o curso foi criado e como é a gestão do curso.

O Curso Superior de Gestão em Equinocultura foi criado quando a realidade de hoje ainda era uma tendência. Desde 1997, quando fundamos a UC, dizíamos que o mercado não poderia em hipótese alguma ser considerado simplesmente amador. É amador para os amadores que devem cercar-se de profissionais competentes e conhecedores do mercado de cavalos. Iniciava-se, então, uma real necessidade de se criar um profissional focado em gestão, em administração, para que os estabelecimentos pudessem ser tocados como empresas reais. Conversando com especialistas da área, fomos pouco a pouco, ano a ano, construindo uma grade curricular consistente e preocupada com dois aspectos: que os alunos pudessem ter a realidade do mercado dentro de sala de aula e que os professores fossem pessoas absolutamente inseridas no mundo dos cavalos.

Assim, em 2005 abrimos o curso. Sobre o segundo aspecto – como é a gestão do curso – temos um importante parceiro neste processo, a UNISO, que cuida de toda a burocracia de alunos como processo seletivo, matriculas, diários de classe e afins. É uma universidade, e como tal, tem uma autonomia gigantesca e um respeito em todo o Brasil digno de orgulho a qualquer cidadão sorocabano. A Universidade do Cavalo cuida do conteúdo e tem total liberdade para tal. Como fomos nós os criadores do curso, temos muito claro o aluno que queremos formar de acordo com nossa experiência de mais de 20 anos trabalhando e vivendo com cavalos.

Assim, além desta liberdade, a UC tem relacionamento no mercado com absolutamente todos os profissionais, associações de raça, cavaleiros, empresas, criadores, veterinários e pessoas que sabemos que irão contribuir para o desenvolvimento do curso. Esta é uma das mais importantes diferenças do curso. A UC consegue o que poucas entidades conseguem em termos de visitas técnicas, palestras, seminários, contatos, relacionamento. Somos focados na qualidade e não na quantidade.

Temos poucos alunos em se comparando com outros cursos, e queremos ser assim mesmo. Nossos alunos estudam muito, apresentam trabalhos, aprendem língua portuguesa e ainda participam dos cursos da Universidade do Cavalo com descontos que somente eles podem ter. Usam o Campus da UC para pesquisa, acesso à internet, mantém contatos com os maiores professores e profissionais do mercado que sempre estão na UC, podem assistir cursos e viver o mercado de cavalos intensamente, realmente, verdadeiramente. Contratamos nossos professores não somente pelo currículo, mas principalmente pelo conhecimento. Um professor do Gestão em Equinocultura da UC e UNISO tem que saber de cavalos na teoria e na prática e não somente ter um diploma que o permita dar aulas.

Unindo experiência e conhecimento, nossos alunos nos orgulham quando conseguem empregos no Brasil ou exterior, pois passam dois anos conosco vivendo o curso de Gestão em Equinocultura intensamente, nos moldes que o mercado precisa. Não nos restringimos somente às aulas, mas sim, focamos nosso curso no conteúdo e na qualidade de quem ensina e quer ensinar. É o papel da Universidade do Cavalo, da Universidade de Sorocaba e deveria ser o de todas as escolas brasileiras em prol do mercado de cavalos.

Por Aluisio Marins

Foto : Cedida

Escreva um comentário