Cavalo Árabe

Haras Tauarí leva a funcionalidade do cavalo Árabe para Belém

Mancio Rodrigues, proprietário do Haras, ganhou, em 2020, o Prêmio Agropará, que foi entregue pela primeira vez para um criador da raça Árabe

Publicado

⠀em

Haras Tauari leva a funcionalidade do cavalo Árabe para Belém

Localizado na Fazenda Paissandu, Ilha de Mosqueiro, Baia do sol, em Belém (PA), o Haras Tauarí vem desde a década de 70 trabalhando na criação de cavalos. Nessa época, o criatório começou a sua trajetória com a criação de Mangalarga Paulista.

Então, após alguns anos, o Haras Tauarí se tornou incentivador da criação do cavalo Marajoara, uma raça brasileira, própria para as condições da Ilha do Marajó (PA). Contudo, após passar mais de 13 anos sem grandes contatos com equinos, o criatório retornou com a criação. Para isso, optaram pelo cavalo Árabe.

Mancio Rodrigues Lima, proprietário do haras e engenheiro mecânico formado, conta um pouco mais sobre essa história do Haras Tauarí com o cavalo Árabe, que começou com um contato após um evento da Comissão Coordenadora de Criação de Cavalo Nacional – CCCCN. “Durante um dos eventos da Semana do Cavalo, onde fui a convite do Dr. Joaquim Da Silva Nunes, tive o primeiro contato com um Puro Sangue Árabe. Eram animais levados para a exposição pela Família de Guilherme Echenique Filho, que introduziu a raça Árabe no Brasil”, explica.

Primeiro Cavalo Árabe em Belém

Dessa forma, o Haras Tauarí é o responsável por levar o primeiro exemplar da raça Árabe para a cidade paraense. “O nosso contato com dois potros de pelagem tordilha dos Echenique foi marcante. Começamos a verificar em detalhes o quanto a raça Árabe tinha a nos oferecer a nível de melhoramento no item Conformação e porque não também em beleza. Voltei de viagem totalmente envolvido com o cavalo Árabe, e trouxe para Belém o primeiro exemplar em 20 de agosto de 1978. Foi o meu primeiro Puro Sangue Árabe, era o Crystal Comet um filho de dois importados, Crystal King (Inglaterra) e Naga (Argentina). Logo após adquiri seis fêmeas excepcionais começando assim a criar o PSA”, conta Mancio.

O proprietário do Haras Tauarí conta ainda que, logo após trouxe do hipódromo Cidade Jardim, mais três éguas PSI, iniciando assim a criação do Anglo Árabe. “Com o decorrer dos anos, e motivado pelo próprio mérito da raça ÁRABE, fui me desfazendo dos outros animais e me concentrando no Árabe”.

Cavalos Árabes com a plantação de Açaí ao fundo

Plantel

Atualmente, o haras conta com um plantel de 68 animais registrados. Sendo 60 Puro Sangue Árabe e oito animais Cruza Árabe. “Este plantel é constituído com material genético do que há de melhor no Brasil e porque não dizer no mundo. Com este material genético em mãos aqui na Amazônia, o cavalo Árabe tem contribuído para o melhoramento de outras raças que aqui povoam como a própria Marajoara”, destaca

Mancio ainda comenta que a presença do cavalo Árabe na Amazônia veio para comprovar a sua capacidade de produzir em todo território nacional. “Hoje você encontra excelentes exemplares de raça desde o Rio Grande do Sul, ao extremo norte do Brasil”.

Fomento

Desde o ano passado, para contribuir no fomento da raça, Mancio começou a fazer leilões virtuais, com facilidade no pagamento. “Essa iniciativa contribui no surgimento de criadores, selecionadores, iniciando assim novos núcleos”, ressalta.

Prêmio Agropará

Por fim, em 2020, Mancio Rodrigues recebeu o prêmio Prêmio Agropará, que é considerada a maior do campo no Norte e Nordeste do país, com a finalidade de dar visibilidade e reconhecimento aos produtores do estado.

O proprietário do Haras Tauarí ganhou o prêmio pela categoria ‘Equinos, Asininos e Muares’. Sendo assim, é a primeira vez que um criador da raça Árabe ganha o Prêmio Agropará.

Por Heloísa Alves
Crédito das imagens: Divulgação/Haras Tauarí

Veja mais notícias do Cavalo Árabe no portal Cavalus

Cavalo Árabe

Sucesso da 23ª Expogrande Arabian Show impulsiona a Expogrande 2024

Evento exclusivo do cavalo Árabe reuniu criadores de quatro estados brasileiros durante a maior feira agropecuária do Centro-Oeste, que superou expectativas de público e faturamento

Publicado

⠀em

Sucesso da 23ª Expogrande Arabian Show impulsiona a Expogrande 2024

Parque de Exposições Laucídio Coelho, em Campo Grande (MS), foi palco no último sábado (13/04) da 23ª Expogrande Arabian Show, um dos destaques da Expogrande 2024, maior feira agropecuária do Centro-Oeste do país. O evento, promovido pela Associação dos Criadores de Cavalo Árabe de Mato Grosso do Sul (ACCA/MS), com o apoio da Associação Brasileira dos Criadores do Cavalo Árabe (ABCCA), contou com a presença de criadores de quatro estados brasileiros: Mato Grosso do Sul, São Paulo, Minas Gerais e Paraná.

O sucesso da Expogrande Arabian Show contribuiu significativamente para o faturamento recorde da Expogrande 2024. O evento registrou um faturamento interno de R$ 576.801.968,00, superando em pelo menos cinco vezes o valor arrecadado no ano anterior, que foi de R$ 110 milhões. Além disso, a quantidade de visitantes foi expressiva, totalizando cerca de 114 mil pessoas.

Para Alexandre Puga Barcelos, um dos organizadores do evento, a presença de um excelente público e a participação de criadores de diversos estados foram pontos altos da Expogrande Arabian Show. “Os julgamentos contaram com um público excelente. Além dos expositores e seus familiares, estiveram presentes muitos criadores de São Paulo e do Mato Grosso, além dos mineiros e paranaenses que estavam expondo, como também a presença de pecuaristas e agricultores da região”.

Destaques do Halter e da Performance da 23ª Expogrande Arabian Show

Com um público intenso passando pelo parque no sábado, muitos puderam prestigiar de perto toda a beleza e versatilidade dos 45 exemplares da Árabe que participaram das provas de Halter e Performance válidas pela 23ª Expogrande Arabian Show. O julgamento ficou a cargo do juiz Rodrigo Foz Forte, acompanhado pelos aprendizes Eduardo Gama e Raphael Casquel.

“A exposição contou com um ótimo número de animais e mostrou um nível espetacular. Foi unânime o comentário de que várias das categorias tinham nível de Nacional. Um exemplo foi que em uma das categorias de potrancas, estiveram 9 lindas fêmeas que ‘dificultaram’ o julgamento dos juízes e empolgaram o público”, acrescentou Barcelos.

Égua Ouro da 23ª Expogrande Arabian Show

Na categoria Égua Ouro, a grande vencedora foi JAMAICA LA (*BANDIT SRA x *DA VINCIS JEWE ), criada e de propriedade de Leandro de Aguiar, do Haras Cruzeiro, localizado em Ibiá (MG). Enquanto isso, no título de Campeão Cavalo Ouro, o destaque foi para LUGHAN HVP ( HDF LUGANO x PRINCESS MARWAN HVP ), criado pelo Haras Vila dos Pinheiros, de Indaiatuba (SP), e pertencente a Tercio Lucas de Miranda, do Haras Paiquere, situado em Pirai do Sul (SP).

“Uma menção especial vai para o animal HORUS BRIL, que conquistou o título de Campeão Ouro Castrado, Campeão Prata em Liberdade e Campeão Western Pleasure Amador-Expositor-Aberta”, finaliza o organizador da exposição.

Para conferir os demais resultados das categorias de Halter e Performance da 23ª Expogrande Arabian Show, acesse o link a seguir: https://expo.abcca.com.br/expo/abcca_expo_resultados_selec.asp?evento_seq=812&ano=2024&j=F&C=N&R=N

Por Natália de Oliveira/Agência Cavalus
Fotos: Divulgação/Roberto Mattos

Leia mais notícias aqui.

Continue lendo

Cavalo Árabe

Leilão Virtual ABCCA de Óvulos e Coberturas 2024 celebra a excelência do Cavalo Árabe

Realizado com o objetivo de promover o desenvolvimento da raça, leilão irá ofertar animais de alto nível

Publicado

⠀em

Leilão Virtual ABCCA de Óvulos e Coberturas 2024 celebra a excelência do Cavalo Árabe

No dia 23 de abril, a partir das 20h, os apaixonados pelo cavalo Árabe têm um encontro marcado com a excelência genética da raça. O Leilão Virtual ABCCA de Óvulos e Coberturas 2024 promete reunir o que há de melhor na raça, em um evento transmitido ao vivo pelo canal no YouTube da ZRTV.

Leilão Virtual ABCCA de Óvulos e Coberturas 2024

Promovido pela Associação Brasileira dos Criadores do Cavalo Árabe (ABCCA), o leilão não apenas celebra a nobreza e a beleza da raça, mas também visa arrecadar fundos para a entidade. Com o apoio dos criadores, que generosamente doam coberturas e óvulos, a ABCCA busca angariar recursos para manter suas atividades, incluindo exposições e incentivos ao fomento da raça.

Eduardo Vaz estará à frente do martelo, ofertando óvulos e coberturas das melhores linhagens do Cavalo Árabe. Trata-se de um material genético de alta qualidade, capaz de gerar animais que se destacarão em diversas modalidades, desde as pistas de Halter passando por Enduro, Tambor, Baliza, Salto, Corrida, Cross Country, entre outras.

O pré-lance do leilão será liberado nesta quarta-feira (17/04) através do site da Star World Leilões (https://www.starworldleiloes.com.br/lotes.asp?leilao_seq=142). As condições de pagamento serão facilitadas, com opções de parcelamento em 15 vezes (1+14). Para mais detalhes e informações, os interessados podem entrar em contato com Claudio Santos pelo telefone (11) 99978-9161.

O Leilão Virtual ABCCA de Óvulos e Coberturas 2024 promete ser uma oportunidade única para adquirir exemplares de excelência.

Por Natália de Oliveira/Agência Cavalus
Fotos: Divulgação/ABCCA

Leia mais notícias aqui.

Continue lendo

Cavalo Árabe

Cavalo Árabe exibe destreza e habilidade na 3ª etapa da Copa ABCCA/ANCAF

As competições de Três Tambores e Seis Balizas foram acirradas, com conjuntos apresentando um alto nível de competitividade, o que resultou em uma maior visibilidade para a raça

Publicado

⠀em

Cavalo Árabe exibe destreza e habilidade na 3ª etapa da Copa ABCCA/ANCAF

O Complexo Haras Raphaela, em Tietê (SP), foi palco das disputas da 3ª etapa da Copa ABCCA/ANCAF, realizadas de 3 a 6 de abril. Integrada ao Campeonato Regional Oeste, esta competição exclusiva para o cavalo Árabe nas modalidades de Três Tambores e Seis Balizas cativou a atenção de todos, proporcionando uma exibição da destreza e habilidade da raça em pista.

Com um total de 54 inscrições, a etapa ofereceu uma premiação total de R$ 26 mil, divididos em R$ 22 mil para os campeões do Três Tambores e R$ 4.000,00 para os da Seis Balizas. Além disso, uma das novidades da prova foi a inclusão das categorias Aberta Light, Amador Light e Amador Master nas disputas de Três Tambores, ampliando as oportunidades de competição e envolvendo uma gama ainda maior de participantes.

O presidente da Associação Nacional do Cavalo Árabe Funcional (ANCAF), Bruno Zanotta, expressou sua satisfação com o desempenho e o crescimento da competição: “Foi uma etapa junto com nosso parceiro Regional Oeste, onde gera visibilidade para nossa raça devido à grande competitividade do campeonato”.

Zanotta também destacou o aumento no número de inscrições nesta 3ª etapa da Copa ABCCA/ANCAF, assim como a presença de novos animais e competidores, demonstrando o crescimento e o interesse crescente pela modalidade. “Os tempos dos conjuntos Árabes estão melhorando a cada prova e estamos vendo uma ótima competitividade”.

Para o restante de 2024, Zanotta revelou que estão programadas mais seis etapas do Circuito ABCCA/ANCAF, totalizando nove na temporada. A cada prova, o objetivo é aumentar a visibilidade e a comercialização dos animais Árabes, consolidando ainda mais a presença da raça no cenário dos esportes equestres nacionais.

A próxima etapa da Copa ABCCA/ANCAF de Três Tambores e Seis Balizas está prevista para ser realizada de 07 a 12 de maio, junto ao Mega Race, no Ziran Ranch, em Tietê (SP).

Campeões de cada categoria da 3ª etapa da Copa ABCCA/ANCAF

TRÊS TAMBORES

– Aberta Light: Jean Gleison Santos x Yankee Rach – 21s005
– Aberta Jr.: Arthur Couto Provasi x Invasor Rach – 19s971
– Cruza Árabe Aberta: Arthur Couto Provasi x Starbase CZA Rach – 19s528
– Aberta Sênior: Miguel Dial Neto x Elbaa Rach – 19s045
– Cavalo Iniciante: Arthur Couto Provasi x Invasor Rach – 20s093
– Amador: Juliana Couto x Rainam VCM – 19s679
– Paratambor: Marcelo Mateus Gonçalves da Silva x Mig Davon – 27s011
– Jovem A: Maria Helena Faleiro Couto x Mig Davan – 19s523
– Jovem B: Lavinia Pavan x Tazziana Rach – 19s051
– Kids: Isadora Valentina Faleiro Couto x Mig Davon – 19s716
– Feminino: Lavínia Pavan x Tazziana Rach – 19s118

SEIS BALIZAS

– Aberta: Almir Faleiro dos Santos x Rainam VCM – 23s499
– Amador: Juliana Couto x Rainam VCM – 23s503
– Jovem: Maria Helena Faleiro Couto x Mig Davon – 23s262

Por Natália de Oliveira/Agência Cavalus
Fotos: Divulgação/Ricardo Ferreira

Leia mais notícias aqui.

Continue lendo

Cavalo Árabe

Prêmio Cashmeire AJR reúne os melhores animais da raça Árabe

Nos 1.600 metros da pista de grama, o exemplar VG Raj Al Mared, do Haras Bluegrass, conquistou com facilidade mais uma vitória no Jockey Club de São Paulo

Publicado

⠀em

Prêmio Cashmeire AJR reúne os melhores animais da raça Árabe

O Prêmio Cashmeire AJR, que ocorreu no último sábado (30/03) no Jockey Club de São Paulo, reuniu seis dos melhores animais da raça Árabe em disputa atualmente no turfe nacional. Entre eles, machos e fêmeas com mais de três anos de idade, que se enfrentaram nos 1.600 metros na pista de grama.

Entre os competidores do Prêmio Cashmeire AJR, destaque para VG Raj Al Mared (Mared Al Sahra x Filha de Just HVP por *FA El Shawan), representante do Haras Bluegrass. Sob os cuidados do treinador Thiago Haidar e com a montaria impecável da joqueta Jeane Alves, o cavalo não apenas venceu, mas dominou a competição, cruzando a linha de chegada no tempo de no tempo de 1:54.548, com uma diferença impressionante de mais de oito corpos em relação ao segundo colocado, RG El Bak.

Na temporada passada de corridas do Cavalo Árabe, VG Raj Al Mared já havia demonstrado o seu impressionante potencial, alcançando sete vitórias em oito corridas. Essa série de vitórias reforçou sua posição como uma das figuras proeminentes do turfe nacional.

Retorno nas pistas no Prêmio Cashmeire AJR

José Caio Vaz Guimarães, do Haras Bluegrass, expressou sua gratidão e emoção após a vitória do último sábado: “Estamos muito felizes com o retorno do Raj para as pistas de Cidade Jardim, após um período de descanso e de coleta de sêmen. Gostaríamos de agradecer ao Dr. Thiago Haidar, Erinaldo e Jeane Alves pelos cuidados com o Raj no JCSP”.

Guimarães ainda fez questão de agradecer a equipe do Haras Bluegrass, “ao Dr. Henrique Garcia que nos acompanha desde sempre no haras e sempre cuidou e cuida do Raj. Vamos em busca de novas vitórias”.

O Prêmio Cashmeire AJR Handicap, promovido pelo Jockey Club de São Paulo com o apoio da Associação Brasileira dos Criadores do Cavalo Árabe (ABCCA), ofereceu uma bolsa de quase R$ 7 mil em prêmios. Para mais informações sobre o cavalo Árabe, visite www.abcca.com.br ou siga @abccaarabe nas redes sociais.

Por Natália de Oliveira/Agência Cavalus
Fotos: Divulgação/JCSP

Leia mais notícias aqui.

Continue lendo

Cavalo Árabe

Domados do Pampa 2024 inicia temporada com sucesso

1ª etapa do campeonato atrai competidores e espectadores, mostrando o potencial da raça Árabe em diversas modalidades no sul do país

Publicado

⠀em

Domados do Pampa 2024 inicia temporada com sucesso

A primeira etapa da temporada 2024 do Campeonato Domados do Pampa, realizada nos dias 23 e 24 de março no Parque de Exposição Assis Brasil, em Esteio (RS), superou as expectativas ao atrair uma significativa participação de competidores em busca da premiação total de R$7548,00. A prova é organizada pela Associação Gaúcha do Cavalo Árabe (AGCA), com o apoio da Associação Brasileira dos Criadores do Cavalo Árabe (ABCCA).

Júlia Sebastião, Diretora de Marketing da AGCA, expressou sua satisfação com o crescimento da prova, que registrou 62 inscrições no início da temporada 2024. “Houve um aumento no número de inscrições, especialmente nas categorias jovens e amadora. O destaque fica por conta da categoria Master (acima de 45 anos), que vem registrando um crescimento constante no número de competidores”.

O Campeonato Domados do Pampa tem como propósito promover a versatilidade do cavalo Árabe, oferecendo competições em nove modalidades distintas. No entanto, as modalidades disputadas variam a cada etapa. Na primeira da temporada 2024, por exemplo, os conjuntos participaram de desafios envolvendo Maneabilidade, Três Tambores, Seis Balizas e Combinada, distribuídos em seis categorias distintas.

A soma dos pontos obtidos em cada modalidade resulta na pontuação final da etapa, determinando os líderes em suas respectivas categorias. Na abertura do campeonato, destacam-se Laura Fonseca e Folhetin Pat na liderança da categoria Aberta, enquanto Vittoria Feoli Rochol e VH Tmuruchu assumem a dianteira na categoria Amador. Antônia Medeiros e Dagom HVP lideram a categoria Jovem, seguidas por Bárbara Albuquerque e FHJ Waleska na categoria Cavalos Novos. Já na categoria Master, Fabiano Bomfim e FHJ XERXES ocupam a liderança, enquanto Maria Luiza da Silva de Camargo e FHJ Obssecion lideram na categoria Kids.

Sequência do Campeonato Domados do Pampa

Com olhos voltados para o futuro, Júlia Sebastião compartilhou suas expectativas para a próxima etapa, programada para os dias 25 e 26 de maio, novamente no Parque Assis Brasil. “Estamos com a expectativa alta para todo o campeonato, competidores e cavalos demonstraram nesta primeira etapa que estão preparados para realizar as provas com excelência. A competição deve ser acirrada e cada ponto fazer a diferença em cada etapa”

Além da paixão pela competição, a AGCA tem como metas prioritárias o bem-estar animal e dos cavaleiros, o aumento do quadro de sócios, a ampliação das premiações, o fortalecimento institucional e a consolidação do Cavalo Árabe como a segunda raça equina montada no Rio Grande do Sul.

O Campeonato Domados do Pampa promete continuar emocionando e surpreendendo a todos os envolvidos, mantendo-se como um dos eventos mais aguardados e prestigiados do calendário equestre da região sul do Brasil. Mais informações sobre a prova, acompanhe a AGCA pelas redes sociais: @agcavaloarabe.

Confira abaixo o calendário completo com as próximas etapas do Campeonato Domados do Pampa 2024:

• 2ª etapa: 25 e 26 de maio;
• 3ª etapa: 06 e 07 de julho;
• 4ª e grande final: 24 de agosto a 01 de setembro, durante a Expointer 2024

Por Natália de Oliveira/Agência Cavalus
Fotos: Divulgação/AGCA

Leia mais notícias aqui.

Continue lendo

Cavalo Árabe

Centro Hípico de Tatuí sedia a 37ª Exposição Interestadual do Cavalo Árabe

Encontro reuniu apaixonados pela raça, que mostrou toda a sua beleza e funcionalidade na disputa de quatro modalidades equestres distintas

Publicado

⠀em

Centro Hípico de Tatuí sedia a 37ª Exposição Interestadual do Cavalo Árabe

A 37ª Exposição Interestadual do Cavalo Árabe, realizada nos dias 15 e 16 de março no Centro Hípico de Tatuí (CDT), no interior de São Paulo, encantou os amantes da raça e o público que marcou presença no local. Ao todo, a exposição contou com a participação de 110 cavalos da raça Árabe, totalizando 260 inscrições nas disputas em Halter e Performance, além das provas de Três Tambores e Seis Balizas.

Francisco Carrasco, presidente da Associação Brasileira dos Criadores do Cavalo Árabe (ABCCA), expressou sua gratidão pela participação dos criadores, expositores e do público: “A exposição foi um sucesso, agradou muitas pessoas, um clima super bom, os animais fantásticos, o julgamento ótimo, então foi um sucesso, foi a primeira exposição do ano e começamos muito bem. Obrigada a todos pela presença e participação”.

Nas provas de Halter da 37ª Exposição Interestadual do Cavalo Árabe, os destaques foram RFI SHARAM (RFI UNIQUE x RFI SAWARI), do criador e expositor Rodrigo Foz Forte, da RFI Arabians, de Itapetininga (SP), conquistando o título de Cavalo Ouro, e CARANDÁ LULIKAH (*BANDIT SRA x SAHARA LATIFA), do criador e expositor Haras Fazenda Carandá, de Boituva (SP), levando o título de Égua Ouro.

Campeã Égua Ouro – Foto: Rogério Santos

Disputas funcionais da Exposição Interestadual do Cavalo Árabe

As empolgantes competições de Três Tambores e Seis Balizas do cavalo Árabe durante a 37ª Exposição Interestadual foram um destaque à parte. Válidas como etapa do Circuito ANCAF/ABCCA, essas provas encantaram o público que marcou presença no Centro Hípico de Tatuí com demonstrações de velocidade e habilidade. A premiação total de R$ 24 mil adicionou uma camada extra de emoção, motivando os competidores a se superarem em cada passada.

Divulgação/Foto Machado

Os competidores surpreenderam a todos, registrando tempos baixos. Na Seis Balizas, Renato Oliveira Lima e Cathrin Apprentice garantiram o menor tempo, com impressionantes 22s673. Enquanto nas disputas de Três Tambores, Miguel Dias Da Silva Neto e Aysha Sams deixaram sua marca com o incrível tempo de 18s671.

Divulgação/Foto Machado

Bruno Zanotta, presidente da Associação Nacional do Cavalo Árabe Funcional (ANCAF), ressaltou a evolução dos animais e convidou novos proprietários e criadores a participarem das provas: “Nós tivemos tempos muito bons para o nível dos animais, cada dia melhorando mais. Fica o convite também pra novos proprietários e criadores atuais para trazerem os cavalos Árabes para as provas e vamos tocar esse ano da mesma forma, buscando sempre a melhoria de cada vez mais provas, melhoria dos animais, melhoria no geral. Trazendo sempre o melhor do cavalo Árabe”, finaliza.

Por Natália de Oliveira/Agência Cavalus
Foto de chamada: Divulgação/Rogério Santos

Leia mais notícias aqui.

Continue lendo

Cavalo Árabe

37ª Exposição Interestadual do Cavalo Árabe começa nesta sexta-feira (15) na cidade de Tatuí (SP)

Evento organizado pela ABCCA oferece uma variedade de competições e atrações para os amantes do Cavalo Árabe nos dias 15 e 16 de março; entrada é aberta ao público

Publicado

⠀em

37ª Exposição Interestadual do Cavalo Árabe começa nesta sexta-feira (15) na cidade de Tatuí (SP)

Nos dias 15 e 16 de março, o Centro Hípico de Tatuí (CHT), localizado no interior de São Paulo, será palco da 37ª Exposição Interestadual do Cavalo Árabe, um evento organizado pela Associação Brasileira dos Criadores do Cavalo Árabe (ABCCA). Com uma programação diversificada, a exposição promete atrair criadores, competidores, entusiastas e o público em geral para celebrar a beleza e a funcionalidade da raça.

A versatilidade do Cavalo Árabe será demonstrada através de uma variedade de competições e provas durante os dois dias de evento. Na sexta-feira (15/03), a exposição começa às 9h com a disputa da 1ª etapa da Copa Brasil, incluindo categorias de Halter (apresentação em cabresto, onde a conformação do animal é analisada).

Em seguida, tem início a 37ª Exposição Interestadual do Cavalo Árabe com provas de Performance (cavalos julgados montados e em movimento, em diferentes estilos). À tarde ainda na sexta-feira, a partir das 15h30, as atenções se voltam para as categorias da Copa ABCCA de Três Tambores (Test Horse, Iniciante, Aberta Junior, Cruza-Árabe e Aberta) e Seis Balizas (Test Horse e Aberta).

No sábado (16/03), as disputas de Halter válidas pela 37ª Exposição Interestadual do Cavalo Árabe recomeçam às 9h, com destaque para os principais campeonatos, como Cavalo e Égua Ouro. O evento encerra com chave de ouro à tarde, a partir das 16h, com as categorias restantes de Três Tambores (Feminino, Amador, Jovem A, Jovem B, Jovem C, Kids e Paratambor) e Seis Balizas (Feminino, Amador, Jovem e Kids).

Exposição do Cavalo Árabe em Tatuí é aberta ao público

A Exposição do Cavalo Árabe em Tatuí é aberta ao público e oferece entrada gratuita, proporcionando uma oportunidade única para os interessados apreciarem a beleza, elegância e habilidades atléticas da raça de perto.

“Convidamos a todos para participarem da 37ª Exposição Interestadual do Cavalo Árabe em Tatuí. Será uma ocasião especial para apreciar a excelência dessa raça e desfrutar de um ambiente dedicado à paixão pelos cavalos. Esperamos receber criadores, entusiastas e o público em geral para celebrar essa magnífica exposição”, convida Francisco Carrasco, presidente da ABCCA.

Serviço
37ª Exposição Interestadual do Cavalo Árabe
Data: 15 e 16 de março
Local: Centro Hípico de Tatuí, em Tatuí (SP)
Entrada gratuita

Por Natália de Oliveira/Agência Cavalus
Foto de chamada: Divulgação/André Shiwa

Leia mais notícias aqui.

Continue lendo

Cavalo Árabe

Cavalo Árabe realizará exposição no interior de São Paulo na cidade de Tatuí

A 37ª Exposição Interestadual do Cavalo Árabe contará com provas de Halter, Três Tambores e Seis Balizas movimentando a região

Publicado

⠀em

Cavalo Árabe realizará exposição no interior de São Paulo na cidade de Tatuí

O Cavalo Árabe é uma das raças equinas mais antigas do mundo. E a Associação Brasileira dos Criadores do Cavalo Árabe (ABCCA), promove nos dias 15 e 16 de março, no Centro Hípico de Tatuí (CHT), no interior de São Paulo, a 37ª Exposição Interestadual do Cavalo Árabe.

São esperados mais de 100 animais da raça no evento, que participarão de disputas em Halter (apresentação em cabresto, onde a conformação do animal é analisada), Performance (cavalos julgados montados e em movimento, em diferentes estilos), além das provas dos Três Tambores e Seis Balizas.

“A expectativa é boa para o evento. As pessoas estão animadas, a criação brasileira está indo muito bem nas provas de início de ano nos países árabes, no Oriente Médio, então nós estamos muito animados. Esperamos ter um número bom de inscrições”, garante, com entusiasmo, Paquito Carrasco – Presidente da ABCCA.

Vale destacar que, dentro dos objetivos da nova diretoria da ABCCA, está a intenção de organizar eventos em colaboração com nações árabes, incluindo os Emirados Árabes e o Qatar. No entanto, é crucial superar desafios, como a prevalência endêmica do mormo em algumas regiões, para viabilizar a realização de eventos internacionais no Brasil.

“Estamos focados em superar desafios para viabilizar eventos internacionais no Brasil, promovendo uma experiência conjunta entre criadores árabes, europeus e americanos. Isso se justifica pela expressiva presença de estrangeiros em nossas competições nacionais”, pontua o atual presidente da ABCCA.

Exposição do Cavalo Árabe em Tatuí é aberta ao público

Para quem deseja apreciar de perto a beleza, a elegância e a versatilidade do Cavalo Árabe, a 37ª Exposição Interestadual é uma oportunidade imperdível. Aberto ao público e com entrada gratuita, o evento proporciona uma experiência única de imersão no mundo da raça.

“Convidamos a todos para participarem da 37ª Exposição Interestadual do Cavalo Árabe em Tatuí. Será uma ocasião especial para apreciar a excelência dessa raça e desfrutar de um ambiente dedicado à paixão pelos cavalos. Esperamos receber criadores, entusiastas e o público em geral para celebrar essa magnífica exposição”, finaliza Francisco Carrasco.

Saiba mais sobre o Cavalo Árabe acesse www.abcca.com.br e acompanhe as redes sociais oficiais da ABCCA através @abccaarabe.

Serviço
37ª Exposição Interestadual do Cavalo Árabe
Data: 15 e 16 de março
Local: Centro Hípico de Tatuí CHT, em Tatuí (SP)
Entrada gratuita

Por Natália de Oliveira/Agência Cavalus
Foto de chamada: Divulgação/André Shiwa

Leia mais notícias aqui.

Continue lendo

Cavalo Árabe

RG El Bak vence o Prêmio Versaddo Rach no Jockey Club de São Paulo

Páreo exclusivo do Cavalo Árabe agita tarde de sábado na pista de grama, com a presença de cinco animais da raça em disputa por uma premiação de mais de R$ 7 mil

Publicado

⠀em

RG El Bak vence o Prêmio Versaddo Rach no Jockey Club de São Paulo

Na tarde de sábado (17/02), o Jockey Club de São Paulo foi palco de uma emocionante disputa: o Prêmio Versaddo Rach páreo exclusivo do Cavalo Árabe. Em uma corrida acirrada nos 1.400 metros da pista de grama, cinco animais da raça, com 3 anos ou mais, competiram pelo título e pela bolsa de R$ 7.252,30 em prêmios.

A surpresa veio na reta final, quando RG EL BAK, montado pelo jóquei R. Vianna, fez uma arrancada impressionante pelo lado externo da pista, dominando a corrida nos 200 metros finais e cruzando a linha de chegada com uma condução impecável. O tempo registrado foi de 1:37.143.

RG EL BAK

De criação e propriedade de Claudio Roberto Guimarães Ribas, RG El Bak (filho de RG Karat e Endora) é treinado por Estanislau Petrochinski. Ribas expressou sua felicidade pela vitória, destacando o desempenho do animal e do jóquei: “Foi um páreo bem disputado, pois todos os cavalos estão muito bem preparados. Estamos felizes pela vitória, o El BAK foi muito bem conduzido pelo jóquei R. Vianna. Ele já tem cinco vitórias”.

A corrida foi promovida pelo Jockey Club de São Paulo com o apoio da Associação Brasileira dos Criadores do Cavalo Árabe (ABCCA), reforçando o compromisso com o desenvolvimento e promoção das corridas exclusivas da raça.

Para saber mais sobre o mundo do Cavalo Árabe, visite www.abcca.com.br ou siga @abccaarabe nas redes sociais.

Por Natália de Oliveira/Agência Cavalus
Fotos: Divulgação/Jockey Club de São Paulo

Leia mais notícias aqui.

Continue lendo

Cavalo Árabe

Brasil fica no top 10 do Enduro Equestre na Arábia Saudita

Competição recebeu representantes de 50 países; montados em cavalos da raça Árabe, brasileiros ficaram com a 6ª e 7ª colocações

Publicado

⠀em

Brasil fica no top 10 do Enduro Equestre na Arábia Saudita

Atletas brasileiros alcançaram um feito inédito na Fursan Cup 2024. O evento foi sediado em Alula, na Arábia Saudita, no dia 11 de fevereiro. Os cavaleiros ficaram no top 10 do Enduro Internacional, pela categoria CEI 3* 160 km, organizada pela Comissão Real para Al Ula (RCU), em colaboração com a Federação Equestre Internacional (FEI) e a Federação Equestre da Arábia Saudita (SAEF).

Mais de 260 cavaleiros de elite, representando 50 países, participaram deste prestigiado evento mundial de Enduro Equestre, estabelecendo um novo recorde no número de nações participantes. Com prêmios que superaram R$ 23 milhões, a Fursan Cup atraiu alguns dos mais talentosos cavaleiros internacionais e foi reconhecida como o Try Out do Mundial de 2026.

O cavaleiro brasileiro Renato Moraes Salvador Silva, montando o animal Puro Sangue Árabe Uzes Trio, ambos representantes do Haras Trio, da cidade de Confins (MG), conquistou o 6º lugar da competição. Seguindo de perto, o conjunto formado por Mônica Pinto Lima Graziano e a égua PSA Proeza do Bom Viver, também se destacou, terminando a prova em 7º lugar.

Salvador descreveu a prova como desafiadora, ressaltando as dificuldades do percurso: “O local é espetacular em termos de belezas naturais, mas a trilha é muito difícil. Normalmente, as provas no deserto são planas. Mas, lá não. Montanha, areião e pedras nas partes mais planas, muita pedra. Daí o grande número de eliminações (42 conjuntos)”, explica o brasileiro.

Brasil é destaque mundial no Enduro Equestre

Renato enfatiza a importância do desempenho brasileiro na competição da Arábia Saudita, ressaltando a presença de 50 países e renomados cavaleiros. “Fiquei feliz com a colocação, comprovando que o trabalho que estamos fazendo está dando resultados. Trabalho de equipe sempre. O cavalo está em Dubai sob os cuidados e treinamento de Mônica Graziano e Mário Castro”.

Para o cavaleiro, Uzes Trio é um destaque das pistas de Enduro, contribuindo para promover o cavalo Árabe brasileiro globalmente. “O desempenho dos cavaleiros brasileiros nesta competição internacional evidencia o crescimento e a competitividade do Enduro Equestre no Brasil, além de reforçar a qualidade e o potencial dos cavalos da raça Árabe criados no país”, finaliza.

Para mais informações sobre o cavalo Árabe, acesse www.abcca.com.br ou siga a Associação Brasileira dos Criadores do Cavalo Árabe (ABCCA) nas redes sociais: @abccaarabe.

Por Natália de Oliveira/Agência Cavalus
Fotos: Reprodução/Internet

Leia mais notícias aqui.

Continue lendo
WordPress Ads
WordPress Ads