Geral

5 dicas infalíveis para um warp-up bem-sucedido

Convidamos Gabi Cestari para falar de warm-up, ou aquecimento, período que antecede uma competição, por exemplo, uma preparação

Com toda a certeza, no meu modo de ver, realizar um aquecimento adequado é de extrema importância. Dessa forma, com o warm-up, podemos prevenir lesões. Não só no corpo físico em geral do cavalo, como também prepará-lo para competir ou seguir em treinamento.

Desse modo, a maneira de executar o warm-up é muito pessoal. Sobretudo, depende do indivíduo que está sendo montado. E ainda o lugar – se é em prova, condições e espaço para aquecimento-, condições climaticas, quanto tempo você tem disponível, etc…

Eventualmente, em prova, tento seguir a mesma linha do aquecimento feito em casa. É o meu método e gosto de ressaltar isso, pois cada um tem seu estilo. É claro que isso vai mudar de acordo com cada cavalo e do humor que ele se encontra no momento.

Geralmente em casa, realizar o warm-up é mais fácil. O tempo de aquecimento muitas vezes pode até ser menor. Mas, basicamente, gosto de alongar o cavalo, tendo a certeza de que seu corpo está da maneira em que eu gostaria.

A saber, executando tanto no passo como trote e galope. Eu gosto muito do trote alongado! Tento sempre lembrar que ele foi treinado em casa e que está pronto para fazer aquilo, então aqueço o tempo necessário para seu corpo físico estar pronto. E, acima de tudo, sua mente focada em mim. Assim, é isso que eu busco em todos.

Vamos às dicas?

1 – Conhecer seu cavalo talvez seja a mais importante

2 – Saber diferenciar se naquele dia ele precisa de mais ou menos aquecimento

3 – Prestar atenção para não gastar toda sua energia antes

4 – Mente pronta

5 – Corpo aquecido

Colaboração: Gabriela Cestari
Acompanhe a Gabi no Instagram: @gabijcestari
Crédito da foto: Divulgação/Arquivo Pessoal/Bruno Carvalho

Veja outras notícias no portal Cavalus