Hoje, a programação teve Três e Cinco Tambores, Seis Balizas, Western Pleasure e Working Cow Horse

A conclusão das provas de Rédeas do 29º Congresso Brasileiro de Trabalho & Conformação na quarta, dia 10 de abril, foi especial. O público nas arquibancadas da Arena RAM assistiu a uma apresentação dos paratletas Gabriel Augusto Claro e Veridiana Tranjan Real (foto de chamada). Já habituais competidores da categoria Paratleta de Três Tambores, agora também demonstram suas habilidades na Rédeas.

Como explicou Natasha Marcondes, a coordenadora da Categoria Paratleta, eles foram avaliados em grau, especificamente para Rédeas. “Para eles, cada modalidade tem a sua avaliação. Por exemplo, o Tambor é feito em handicaps, onde já criamos o regulamento pela ABQM. No caso da Rédeas, que tem seu próprio regulamento, o do Mundial de Paratletas, estamos usando o mesmo critério, medido em grau”.

Ela ainda conta que a dra. Gabriela, responsável por essas avaliações, elaborou uma tabela onde são comparados os handicaps aos graus e encaixando o atleta no nível adequado para competir. “Dessa forma, a Veridiana, que é handicap 3 nos Três Tambores vira grau 2 na Rédeas. O Gabriel, que é handicap 4, se torna grau 4 nessa modalidade, já fazendo o percurso referente à categoria Amador Principiante. Começamos com uma apresentação, mas a ideia é que aconteça o mesmo que no Tambor, com regulamentação e provas válidas para pontuação”.

Gabriel Claro

 A Rédeas não tem a velocidade pedida no Tambor, mas exige muito mais técnica, muito mais habilidades do competidor. “Eu acredito que a Rédeas vai conseguir atrair mais participantes e com maior facilidade. Isso porque o Tambor às vezes desperta um pouco de receio para quem vai começar e na Rédeas é tudo mais tranquilo”, reforça Natasha.

Veri Real apresentou Shady Okie Dunit, égua que também vai montar ainda neste Congresso na categoria Paratleta de Tambor. A égua é de Gabriel Augusto Claro. O amigo emprestou para que ela pudesse fazer essa demonstração. Ele entrou em pista com Reminic Gamay.

Vamos aos resultados? Na Arena Organnact, os quartistas estão presenciando as disputas dos Três Tambores, nas categorias: Aberta Junior, Aberta Sênior e Aberta Castrado. Com 206 animais na categoria, Rodrigo Fernandes de Oliveira sagrou-se campeão da Aberta Junior ao marcar 16s613 com Cades Tres Seis HRZ. É o menor tempo da modalidade marcado até o momento no evento.

Quatro tempos na casa dos 16 segundos foram anotados. Além do de Rodrigo, Edson Francisco x Casede 36 HRZ; Sidnei Junior x Dreamer Ta Fame; e Edson Carlos x Juliet On Cap também viraram dezesseis. Do total de inscritos, 54 concorreram também na Aberta Junior Castrado, ficando o título para Sidnei Junior com Game Boy EK, 17s049. No momento corre a Aberta Senior, quem lidera é Sidnei Junior com Bestdial Doc PM, 16s983. Ele também tem a segunda melhor marca no momento, com Exclusive Moon, 17s013.

Pista de Cinco Tambores montada logo cedo para a competição

Na Arena Vetnil entrou em cena os Cinco Tambores com a Aberta, Amador, Amador Master A, Amador Principiante, Amador Master B, Jovem e Jovem Principiante. As campeãs da categoria Aberta foram Mariana Mazo Betti Pio da Silva com Xalana Agae. Elas também foram as campeãs da Amador.

Na mesma pista, a sequência da programação tem Seis Balizas, nas categorias Amador, Amador Light, Amador Master A, Amador Principiante, Amador Master B, Jovem A, Jovem B, Jovem C, Jovem Principiante Mirim, Jovem Principiante Infantil, Principiante B, Principiante C e Feminino. Atualizando os resultados de ontem, o campeão da GP ABQM na modalidade foi Edson Francisco com Jocker Tux B2B, 19s727.

O carioca Durval Fernandes de Souza Neto ficou como campeão e reservado hoje da Amador. Marcou 20s522 com Guest Winner CV; e 20s710 com Lamborgini Beaver 3D. Claudenor Zopone Júnior e Vodoti Wars Agae fizeram duas voltas da vitória na pista. Ganhando a Amador Light com 21s148 e a Amador Master com 21s327.

As provas de Baliza ainda estão acontecendo. Ao final, entrarão em pista os competidores de Western Pleasure, nas categorias Aberta Júnior, Aberta Sênior, Amador, Amador Master A, Amador Principiante, Amador Master B, Jovem e Jovem Principiante.

Nelsinho Rodrigues comemora com família, clientes e amigos suas fivelas. Foto: Cedida

As provas de Working Cow Horse, já encerradas, foram as únicas na Arena RAM hoje. Em cena, as categorias Aberta Junior, Aberta Sênior, Cavalo Iniciante, Amador Júnior, Amador Sênior, Amador Master A, Amador Principiante, Amador Master B, Jovem e Jovem Principiante. Um dos competidores, e treinadores, mais vitoriosos da modalidade levou nada menos que sete troféus! Nelson Rodrigues, recordista em títulos de Potro do Futuro, está sorrindo de orelha a orelha.

Ele foi campeão Aberta Junior com Pepto Roan Cat, nota 425,5, AQHA e Castrado; Aberta Sênior com Gunner Get Whiz, nota 433, campeão AQHA também; Cavalo Iniciante com Bet This Oak, nota 407,5, também campeão Castrado. A maior nota da modalidade nesse Congresso foi justamente os 433 pontos de Nelsinho com Gunner Get Whiz. Ficando o treinador também com a segunda maior nota entre os Top 10, 425,5 pontos com Pepto Roan Cat.

O primeiro leilão do Congresso acontece hoje, às 20h, no tattersall do Parque Fernando Cruz Pimentel, 4° Leilão Trabalho & Cia, organizado pela MBA Leilões. Todas as informações e resultados completos: www.abqm.com.br/congressobrasileiro.

Por Equipe Cavalus
Colaboração e Fotos: ABQM

Escreva um comentário