Academia UC

Dicas para quem quer ser um treinador de cavalos de excelência

Se você quer trabalhar como treinador de cavalos ou já trabalha, preste atenção no que o Aluísio Marins tem a dizer

Em conversas com diversos treinadores ‘top’ do Brasil e do mundo parei para observar a profissão de treinador de cavalos e tudo que envolve para se chegar a excelência:

  • Com cavalos não se pode perder tempo, atrasar atividades, e principalmente, deve-se saber o tempo certo de agir ou não agir
  • As pessoas fazem a diferença: pessoas relaxadas, desleixadas, terão cavalos assim, enquanto as tensas terão cavalos tensos, indisciplinadas terão cavalos assim, e etc
  • Quem trabalha com cavalos tem que estar preparado para informações novas
  • Aceitar uma sugestão, uma opinião, uma ideia, é talvez a mais sábia das decisões quando você tem um problema com seu cavalo
Se você quer trabalhar como treinador de cavalos ou já trabalha, preste atenção no que o Aluísio Marins tem a dizer sobre levar essa profissão
Crédito da foto: Divulgação/Carlos Braun
  • Um cavalo campeão não é feito pelo seu cavaleiro, mas sim todos os que estão envolvidos no ‘back stage’, nos ‘boxes’, na retaguarda. Assim acontece dentro de casa, treinando, assim acontece fora de casa, onde concorrentes existem mas ao mesmo tempo se potencializam uns aos outros
  • Concentração e disciplina. Ou isso, ou um cavalo mal construído
  • Falar a língua dos cavalos, entender os sinais de linguagem, saber o que eles estão dizendo. Sem comunicação clara e direta, tudo fica ‘mal amarrado’ entre cavalo e cavaleiro
  • Cavalos são simples, diretos e querem saber logo o que você quer deles
  • Saber preparar um cavalo para seu cliente, ‘calibrar’ este cavalo para seu cavaleiro, é uma das virtudes do bom treinador de cavalos
  • Trabalhe o tempo do cavalo e não o tempo do dono do cavalo

Por Aluísio Marins
Médico Veterinário e diretor da UC, instruindo cavaleiros a mais de 20 anos
Crédito da foto: Divulgação/Pixabay

Veja outras notícias no portal Cavalus

X