Geral

Haras das 8 Virtudes completa 15 anos construindo o Marchador diferenciado

Criatório de Amparo/SP foi o primeiro a conquistar a certificação do Programa Sela Verde 

O Haras das 8 Virtudes, localizado em Amparo/SP, completou neste ano 15 anos de trabalhos fundamentados na busca do cavalo Mangalarga Marchador ideal. Ou seja, que expresse as oito virtudes-bases da criação: vontade, inteligência, rusticidade, temperamento, utilidade, docilidade, elegância e suavidade.

Nesse sentido, a conquista da revalidação do Programa Sela Verde consagra este objetivo. Afinal, trata-se de um programa de certificação, capacitação, sensibilização e aperfeiçoamento da atividade equestre. Além disso, tem como princípios a conservação ambiental, a responsabilidade social e o bem-estar animal.

De acordo com o proprietário do Haras das 8 Virtudes, Ricardo Bacellar Wuerkert, essas sempre foram as suas diretrizes quando iniciou os trabalhos, em 2004.  Sobretudo, o objetivo sempre foi desenvolver um projeto de criação de Mangalarga Marchador fundamentado na busca do conhecimento, no contato direto com os cavalos e, principalmente, na prática frequente da equitação em situações variadas.

“A visão inspiradora foi a de criar um cavalo ideal para cavalgadas longas, em lugares bonitos, com alguma dose de aventura e desafios pelo caminho mas, principalmente, um grande companheiro de momentos especiais, de paz, integração com a natureza e satisfação genuína!”, recorda Bacellar.

Haras das 8 Virtudes e Sela Verde

Ao longo dos anos e da construção de um criatório onde a premissa principal é o respeito à natureza de cada animal, o Haras das 8 Virtudes foi escolhido em 2013 para participar da certificação Sela Verde.

Haras 8 Virtudes foi o primeiro a conquistar o Selo Verde

Antes de mais nada vale ressaltar que o criatório é primeiro a conquista a certificação no Brasil nesta capacitação. De acordo com consultor de bem-estar animal do Programa Sela Verde, Rodrigo Sarkis Costa, uma seleção zootécnica baseada em resultados artificiais não é ideal.

“O criador compra um campeão ou campeã e não agrada. O selecionador atento e instruído deve estar de olho em outras modalidades equestres que possam demonstrar o acerto em suas escolhas”, pontua.

Em suma, o Sela Verde visa incentivar boas práticas de manejo, considerando o bem-estar dos cavalos em primeiro lugar, a preservação ambiental e a responsabilidade social nas fazendas de equinos do Brasil.

Leia mais notícias no portal Cavalus

O ciclo obrigatório para a certificação acontece, no mínimo, durante três anos e envolve diversas etapas. Apenas três haras no Brasil conquistaram esta certificação até o momento, sendo o Haras das 8 Virtudes o primeiro deles. 

Assim, o haras tornou-se o “centro de referência”, para que a empresa de certificação possa continuar os demais processos. Os outros dois haras situam-se em Jarinu/SP e Grão Mogol/MG.

Fonte: Matriz da Comunicação Assessoria
Crédito das fotos: Divulgação