Leandro Silva faturou o bicampeonato brasileiro Senior Top e Mauro Pereira Jr, o brasileiro Senior
Foto: Luis Ruas

Com status internacional, o Brasileiro Senior Top rendeu a Leandro Silva a qualificação técnica para os Jogos Equestres Mundiais. Ele se junta agora a João Victor Oliva, em atividade na Europa, e Giovana Pass, que também estão qualificados. Evento reuniu cerca de 70 conjuntos no Rio de Janeiro. Foi a primeira vez que a Sociedade Hípica Brasileira recebeu o Campeonato Brasileiro de Adestramento, Taça Brasil e Desafio Brasil. As provas aconteceram entre os dias entre 10 e 12 de novembro.

Duas categorias do Brasileiro – Senior Top (rendimento máximo) e Senior – tiveram status internacional. Pela categoria Senior Top, o cavaleiro olímpico e medalhista pan-americano Leandro Silva, com Dicaprio, faturou o bicampeonato (2015/2016 e 2016/2017). De quebra, no Grand Prix disputado na sexta-feira, 10, registrou o segundo índice que lhe garantiu a qualificação técnica para os Jogos Equestres Mundiais do ano que vem.

Leandro Silva comemora o título.
Foto: Mariane Van Cleef

No Grand Prix, Leandro e DiCaprio registraram a média final de 67,740% e índice de 68,700%. Já no Grand Special, a dupla integrante do Time Brasil medalha de bronze e sexto individual no Pan 2015, fechou com o expressivo índice de 69,373% e média final de 68,557%. Com esse resultado, o premiado cavaleiro está tecnicamente habilitado para fazer sua estreia no WEG. Até o momento, também já estão tecnicamente qualificados para o Mundial João Victor Marcari Oliva com Xamã dos Pinhais, atleta que soma cinco índices obtidos no circuito europeu, e Giovana Pass, montando Zíngaro de Lyw, que a exemplo de Leandro tem dois índices.

A série Internacional do Brasileiro de Seniores teve três reprises – St Georges, Intermediaria I e Freestyle Intermediaria I – e foi válida como observatória para o Campeonato Sul Americano – Odesur 2018, em Cochabamba, na Bolívia. Quem faturou o título foi Mauro Pereira da Silva Junior com Don Enrico AMM. Eles foram quarto colocado na St George, primeiro na Intermediaria I e segundo no Freestyle Intermediaria, fechando com a média final de 66,508%.

Mauro Pereira Junior, com sua equipe. Foto: cedida

O encontro da família do Adestramento nacional também definiu os dez títulos brasileiros para amadores e jovens talentos, Taça Brasil para profissionais e três títulos no Brasileiro de Cavalos Novos. Ao todo, quase 70 conjuntos adentraram o picadeiro montando na pista Roberto Marinho, aos pés do Cristo Redentor, com cavaleiros e amazonas de São Paulo – Regimento Nove de Julho, Rio Grande do Sul e, é claro, forte participação do Rio de Janeiro, inclusive atletas da Escola de Equitação do Exército e Círculo Militar de Polo.

Resultados completos no site da CBH.

Fonte: Assessoria de Imprensa CBH

1 Comentário

Escreva um comentário