Atualmente o 13° no ranking mundial da PBR, o canadense passa a maior parte dos seus fins de semana nos Estados Unidos

Dakota Buttar está na elite do rodeio mundial da PBR ao estar sempre nos rodeios da divisão principal. Mas os fãs canadenses puderam ver o vencedor do Glen Keeley Award 2017 aproveitando ao máximo sua última apresentação em Calgary, Alberta. Ele venceu seu primeiro título da temporada na etapa da PBR Canadá em Ranchman.

“Fazia muito tempo que eu não montava no Canadá, então é bom estar em casa”, disse Buttar momentos depois de ser coroado vencedor em um dos eventos mais emblemáticos do calendário da PBR Canadá. “É muito divertido aqui. Eu assisti os últimos dois anos, mas estar na arena é demais. É tão divertido quando, a multidão entra de cabeça. Eles me animaram bastante”.

Buttar no Canadá

Buttar começou o evento da Touring Pro Canadá montado Southern Trespass para marcar 84,5 pontos na primeira rodada. “É um touro bem legal de montar, faz a gente ter que esforçar bastante”. Buttar, que é de Kindersley, Saskatchewan, entrou na rodada final empatado em terceiro lugar. Na rodada do campeonato, montou Brahma Boots Chrome, que já conhece e já tinha caído dele em 2016. Dessa vez, porém, o êxito foi do competidor, que marcou 90 pontos.

Essa foi a primeira nota 90 pontos na atual temporada canadense e a segunda da carreira de Buttar. Ele conta que fez alguns ajustes na forma de posicionar sua corda brasileira. A alça ficava levemente solta e os touros ficavam mais longe da sua mão, então ele teve que ajustar para mão prejudica-lo nas montarias.

A mudança na corda que Buttar fez durante o segundo dia da Copa Global em Sydney, na Austrália, é o segundo ajuste desde o ano passado. Em setembro, depois de romper um ligamento (UCL) em seu cotovelo, na etapa de temporada em Tacoma, ele fez a transição para a corda brasileira. “A forma como usava antes, não estava boa. Estava me deixando vulnerável. Segui o conselho de alguns amigos, incluindo Cody Nance”.

Dakota Buttar

A PBR americana está na pausa de verão, e nos anos anteriores, Buttar aproveitava para ir a vários outros rodeios. Mudou a estratégia para essa temporada. “Eu amo rodeios. Eles são muito divertidos, mas eu já estive em cima de 60 touros esse ano, então decidi tirar o pé um pouco nessa fase. Há muito por vir ainda e quero estar muito bem”.

Sua premiação por essa vitória foi de US$ 4.972,50 e 60 pontos adicionados ao ranking mundial. Em 13°, com 1112,5 pontos, está atrás do brasileiro Fabiano Vieira por 87,5 pontos apenas na classificação mundial.

Além da boa e impecável vitória de Buttar, a plateia lotada também arrecadou mais de US$ 30 mil em apoio à Canadian Mental Health Calgary. Para o competidor, fazer parte de tudo isso é muito importante e faz com que seu título valha muito mais a pena. E para os fãs do canadense, podem esperar que ele pretende voltar a montar em seu País mais vezes.

Por Luciana Omena
Fonte: Kacie Albert/PBR
Fotos: PBR 

Escreva um comentário