Clay Tryan, Chad Masters, Aaron Tsinigine, Erich Rogers e Cory Petska estão em Las Vegas visando recuperar a tão sonhada fivela dourada

O PRCA World Championships – Campeonato Mundial da Professional Rodeo Cowboys Association – aporta em Las Vegas para a 2018 Wrangler National Finals Rodeo – a grande final mundial do rodeio completo da PRCA. De hoje, 6 de dezembro, até dia 15, 120 atletas em oito modalidades mais o All-Around buscam o título.

campeões mundiais de Laço
Clay Tryan

Temos cinco laçadores que já foram campeões mundiais de Team Roping prontos para a NFR esse ano: Clay Tryan (2005, 2013 e 2014), Chad Masters (2007 e 2012), Aaron Tsinigine (2015), Erich Rogers (2017) e Cory Petska (2017). Mas nenhum deles volta com a dupla que já conquistaram a fivela. Erich Rogers e Cory Petska, campeões ano passado, nessa Finals estão com outros parceiros.

O prêmio é milionário. Ao todo, US$ 10.000.000,00 serão pagos em dez dias de NFR. Cada modalidade tem cerca de U $1.1 milhão em jogo, com US$ 253.846,15 para a ordem final do Average (média) para cada categoria. Ou seja, no Laço em Dupla, o ranking é separado Heading (Cabeceiro) e Heeling (Pezeiro). A maior soma de ganhos determinará o campeão!

O tricampeão mundial Laço Cabeça Clay Tryan chega a sua 16ª NFR em busca da quarta fivela. Ele entra na disputa em quarto lugar com US$ 96.990,03. Seu parceiro é Travis Graves, com quem ele já laçou em Las Vegas em 2010, 2011 e 2012. Juntos, já possuem alguns bons resultados nessa competição.

Chad Masters

“É um caminho difícil, é preciso ganhar bem na NFR para chegar ao título. Não basta só classificar e administrar. A diferença entre os primeiros colocados é apertada, então a ideia é entrar para ganhar dinheiro round a round se quisermos ser campeões”, pondera Tryan, que foi duas vezes vice com Graves (2010 e 2011).

Chad Masters é bicampeão mundial Laço Cabeça e vai para sua 12ª NFR. Ele entra em sétimo lugar com US$ 85.342,14. Laçando com Joseph Harrison, venceu o The Daddy of ‘Em Al, em julho. Masters também ganhou nessa temporada as etapas de Pendleton e Cheyenne. Para Harrison, será a segunda viagem até Las Vegas. Na NFR do ano passado, Masters foi campeão da etapa com Travis Graves.

campeões mundiais de Laço
Aaron Tsinigine

Ter duas fivelas de ouro em sua coleção não o torna mais confiante ou nervoso para as finais. “Eu acho que fez a diferença quando eu era mais jovem. Mas agora, já sei como jogar esse jogo. Por mais que valha a pena, é um jogo como qualquer outro, desde que você chegue lá. O importante é fazer um bom trabalho.

Aaron Tsinigine somou US$ 84.044,.49 no Laço Cabeça e classificou para a NFR em nono lugar. Será sua terceira Finals em busca do segundo título. Em 2015 laçou com Ryan Motes quando foi campeão mundial. Nessa época, chegou à finais com praticamente a mesma quantia só que em quinto lugar. Seu parceiro é Trey Yates desde a metade da temporada e juntos venceram Reno, Cody, Colorado Springs, entre outros.

Em sua primeira NFR em 2014, era novato e laçou com a lenda Clay O’Brien Cooper. Agora, faz o papel de veterano ao lado do mais novo do clã dos Yates. “Acredito que Trey se saiu muito bem este ano e tenho confiança nele. Treinamos muito para esse momento e fomos bem, estou confiante. Nosso trabalho é não errar em Las Vegas”.

campeões mundiais de Laço
Erich Rogers

Erich Rogers se machucou e ficou fora uma boa parte da temporada. Mesmo assim, está na NFR em 13° lugar com US$ 68.354.22. Será sua oitava Finals, ele vem classificando todos os anos desde 2011. Ele começou a temporada laçando com Corey Petska, com quem venceu o título ano passado, mas depois se uniu a Clint Summers, que será seu parceiro em Las Vegas.

Treinando no Arizona antes da Finals, Rogers está confiante. “Estou feliz por ir a outras NFR. É um novo ano, sem pressão, sem nada. Uma fivela de ouro é uma fivela de ouro e todo mundo está tentando conseguir outra. Então, estou apenas tentando conseguir outra também”.

Cory Petska

Cory Petska é o sétimo no momento do ranking mundial de Laço Pé com US$ 91.294,03. Experiente laçador, está na PRCA desde 1998, chega a sua 15ª NFR após ser campeão ano passado com Erich Rogers. Na temporada, ganhou por parte do dinheiro em apenas 18 etapas da cerca de 50 que foi laçando com o novo parceiro Derrick Begay. A ideia dele era ir a menos etapas esse ano.

“Eu nem sabia que eu era o único pezeiro que já tem uma fivela a voltar para disputar outra. Mas isso não adiciona nenhuma pressão. Vamos nos divertir e ver como ficam as coisas esse ano. Tudo zera em relação às demais temporada e a vontade é apenas de fazer o melhor que puder. Se achar que só porque já tem um título fica mais fácil, terá uma NFR bem ruim”.

Em tempo, o brasileiro Junior Nogueira é quem lidera o Laço Pé. Fique por dentro de tudo aqui no Portal Cavalus ou através do site oficial clicando aqui.

Por Luciana Omena
Fonte:Team Roping Journal
Fotos: PRCA

Escreva um comentário