Temporada 2019 das grandes provas de Apartação deu ponta pé inicial de 4 a 10 de janeiro em Abilene, Texas

A primeira passada do conjunto Wes Ashlock e Smart Sugar Kitty no Abilene Spectacular Classic foi tímida. Não ficaram nem entre os 20 melhores. De propriedade da Buck Creek Quarter Horse, Smart se recuperou um pouco no segundo go, melhorando sua nota dois dias depois de iniciar a competição. Soma suficiente para classificá-los para a final da Open.

E na apresentação que valia o prêmio, Ashlock e Smart foram impecáveis, marcando 221,5 pontos para vencer. O Abilene Classic é o grande evento que inicia a temporada da Apartação nos Estados Unidos, realizando provas para cavalos de quatro a seis anos hípicos, nas categorias Open, Non Pro e Amador.

O evento, que acontece no Taylor County Expo Center, em Abilene, Texas, realizou logo no dia 8 de janeiro a final da Open para cavalos de quatro anos hípicos, os recém saídos do NCHA Futurity. A premiação para a dupla foi de US$ 17.000,00, além de um bônus de US$ 10.000,00 para os proprietários Rusty e Shelley Simpson.

Smart Sugar Kitty no NCHA
Wes Ashlock e Smart Sugar Kitty. Foto: Dawn Baxstrom

“Acabei escolhendo três bois pretos e deu certo. Os malhados tinham me dado a impressão de que me dariam muito trabalho. Claro, tudo com o auxílio dos meus companheiros que rebateram para mim e me ajudaram a escolher bons bois para trabalhar. E a Smart é extremamente inteligente. Acho até que ela teria dado conta dos malhados. Ela fez um ótimo trabalho aqui em Abilene”, contou Ashlock.

A égua está sob a orientação dele desde o início de 2018. Ela foi domada por Hunter Meinzer e começou seu treinamento com Beau Galyean antes de ir para as mãos do treinador. Ashlock apresentou Smart no NCHA Futurity em dezembro do ano passado. Chegaram à semifinal, mas ficaram de fora da final por 1,5 pontos.

O treinador considera essa filha de Kit Kat Sugar e Dual Smart Kitty espetacular. “Ela é incrível. É um dos cavalos mais inteligentes que já montei, tem uma forma única de trabalhar com o gado”, diz Ashlock, afirmando que são muitos cavalos que já passaram por suas mãos, mas que com Smart criou um vínculo especial.

O segundo lugar nessa categoria ficou para Michael Cooper e The Red Mamba, 221 pontos. O brasileiro Armando Costa Neto terminou em décimo lugar ao apresentar Arosesuchastyle. Na Open 5/6YO, o campeão foi Lloyd Cox, com Copperish, marcando 225 pontos.

Por Luciana Omena
Fonte: Quarter Horse News

Escreva um comentário