Final mundial da Professional Bull Riders 2019 acontece de 6 a 10 de novembro na T-Mobile Arena, em Las Vegas

Quando o brasileiro Eduardo Aparecido viu seu sorteio para a primeira rodada da PBR World Finals de 2019 ficou bastante satisfeito. O touro Chiseled, que ele estava destinado a montar, é um velho conhecido seu.

Os dois se enfrentaram em um evento da Touring Pro Division, em Allen, Texas, em agosto desse ano. De tal sorte que Eduardo Aparecido (foto) alcançou 91,5 pontos e por isso sabia que podia fazer uma boa performance na abertura da final mundial.

Deu tudo certo! Outra nota 91,25 pontos em Chiseled para dar ao brasileiro a melhor da noite na T-Mobile Arena. E, portanto, Eduardo Aparecido somou a maior pontuação, 300 pontos para a classificação da etapa e do mundial. E embolsou US$ 35.000,00.

“Estou feliz por ter montado este touro hoje à noite, na primeira noite, porque já havia montado antes”, disse ele com a ajuda de Paulo Crimber na tradução. “Eu já conhecia o jeito dele pular e foi ótimo. Foi um bom começo!”

Eduardo Aparecido é o número 22 na classificação mundial agora, logo depois de uma temporada marcada por lesões. Ele perdeu a maior parte das etapas de abril com a mandíbula quebrada. Quase foi cortado de Unleash The Beast no início do ano. Contudo, se recuperou e procurou deixar para trás a fase ruim.

José Vitor Leme

Rodada 1

Apenas 11 atletas, dos 40, obtiveram paradas na primeira noite de PBR World Finals. Receberam pontos, portanto, de primeiro a décimo em ordem de notas, da maior para a menor. Eduardo foi o melhor, seguido por Chase Owtlaw e Dalton Kasel.

Chase é o terceiro na classificação mundial e um dos adversários diretos na busca pelo título. Marcou 88,5 pontos em Foghorn Leghorn, empatado com o líder do ranking Rookie of the Year, sétimo melhor no geral, Dalton Kasel. Ele, em suma, superou Too Dirty.

Completando o Top5 da rodada, Cody Teel anotou 88,25 pontos em Skeeter Peter. Enquanto o líder do ranking mundial, o brasileiro José Vitor Leme recebeu 88 pontos ao parar em Skyfall. Para a alegria dos brasileiros, Leandro Machado parou em mais um boi e fez 87,25, a sexta melhor nota da rodada.

Leia mais notícias sobre a PBR no portal Cavalus

Vice-líder do campeonato mundial, Jess Lockwood foi o sétimo melhor, 86,50 pontos. Seguido por Ryan Dirteater, 86 pontos; Cliff Richardson,             85,75 pontos; Alisson de Souza; 79,75 pontos; e Alan de Souza, 79,25 pontos.

Jess Lockwood

Mundial

A abertura da final mundial acirrou ainda mais a disputa pelo título mundial. Sobretudo, os três mais cotados para ficar com o prêmio de um milhão de dólares pararam em seus touros. Chase Outlaw foi o melhor entre os três.

Concluiu a rodada empatado em segundo, agregando 152,2 pontos para o ranking e o bônus de US$ 17.500,00. Enquanto Leme foi o quinto, somando 75 pontos e recebendo US$ 6.000. Posteriormente, Lockwood completou o trio deixando a arena com 35 pontos e um cheque de US$ 1.000.

O brasileiro agora tem uma vantagem de 789,16 pontos em relação ao segundo colocado do mundial, Lockwood; e 1715,83 pontos a mais que Chase. O que mais pontuou dos três, Chase chegou mais junto de Lockwood, distantes agora por 926,67 pontos.

O sorteio para as montarias da segunda noite já está disponível e já deixa todos os fãs ansiosos. Outlaw vai montar Magic Train, que deu a Leme em 2017 a nota de 94,5 pontos; enquanto Lockwood enfrenta Spotted Demon, touro que ano passado rendeu a Marco Eguche a nota 94 pontos; conquanto Leme encara Danny Boy.

Um dos favoritos a ficar com o título mundial, José Vitor Leme quer, além da fivela de campeão, manter a alcunha de Mr. Las Vegas. Apelido dado pelo mercado da PBR por seus êxitos na cidade. Com a parada de ontem, em três finais mundiais seguidas, o brasileiro tem 11 paradas em 13 touros, fazendo um aproveitando de 84.61%.

Abertura com Robson Palermo no shark cage. Foto: Reprodução/Facebook

Acompanhe

A PBR World Finals acontece de 6 a 10 de novembro, na T-Mobile Arena, em Las Vegas. Serão seis rodadas para definir a classificação final da temporada 2019 da PBR. Estão em jogo US$ 2,5 milhões de prêmios, incluindo US$ 1 milhão para o campeão mundial e US$ 300 mil para o campeão da etapa.

É possível assistir daqui do Brasil pelo serviço de streaming online www.ridepass.com. Acesse para saber valores; Adriano Moares e Rafael Vilela serão os apresentadores em português; outra maneira de ficar por dentro de tudo: www.pbrfinalsweek.com. Em 2019, 12 brasileiros disputam a PBR World Finals.

Por Luciana Omena
Fonte e Fotos: PBR

Escreva um comentário