O melhor brasileiro foi Guilherme Marchi, que terminou em segundo lugar

A última etapa da temporada regular da Professional Bull Riders terminou com um gosto amargo para os brasileiros que lutam pelas primeiras posições do ranking mundial. Eduardo Aparecido perdeu a liderança para Derek Kolbaba. O americano venceu mais uma e chega embalado em Las Vegas, para a PBR World Finals, daqui 15 dias. Essas vitórias em etapas recentes, com montarias com pontuação na casa dos 90, o deixa ainda mais confiante e mostra sua boa fase. A etapa do final de semana aconteceu no dias 21 e 22, em San Jose, na Califórnia.

Derek Kolbaba. Foto Andy Watson

No SAP Center, Kolbaba, que é de Washington, carimbou sua quinta vitória (a terceira nas últimas semanas) na categoria principal da PBR nesta temporada. Depois de vencer o round 1, ele terminou o final de semana com 100% de aproveitamento, incluindo um 90 pontos abordo do Bad Moon Rising (Dakota Rodeo/ Chad Berger/ Clay Struve/ Heald Pro Bulls) ao vencer também o round final. Sua pontuação foi de 612.5 somados ao ranking e ele ainda levou prêmio no valor de US$ 30.000,00. Mais importante que isso, a vitória levou o jovem de 21 anos de quarto a primeiro lugar no ranking mundial.

Kolbaba agora tem 103 pontos apenas à frente do brasileiro Eduardo Aparecido, que não pontuou nesta etapa (com apena uma parada, ficou fora da zona de premiação por pouco, mas não teria somado pontos suficientes para se manter na liderança). O terceiro é Cooper Davis, que se mantem na briga, 134 pontos atrás do líder. Kaique Pacheco, outro brasileiro com chance de título, está um pouco mais distante, 453 pontos, enquanto Jess Lockwood é o quinto, 655 pontos atrás do líder (lembrando que ele não montou nas últimas etapas devido a uma lesão). Com 3300 pontos ao todo em jogo em Las Vegas, o título da temporada continua em aberto!

Guilherme Marchi. Foto: arquivo pessoal

Se para efeito de ranking a notícia não desceu redonda, a classificação da etapa foi muito boa para os brasileiros, com quatro representantes das cores verde e amarelo entre os dez melhores. Conversamos com Guilherme Marchi semana passada e ele disse estar bem focado para a final. O segundo lugar do campeão mundial de 2008 mostra isso. Ele também parou nos seus três touros da etapa, somando 240 pontos e US$ 12.500,00. A classificação o elevou para a 20ª posição no ranking mundial.

O terceiro lugar ficou para outro brasileiro, Claudio Marcelino Montanha Jr, que subiu de 15° para 13° lugar no ranking mundial com essa classificação. O atual campeão mundial Cooper Davis foi o quarto lugar e, fechando o top 5, mais um brazuca. João Ricardo Vieira foi o quinto colocado em San Jose e agora é o oitavo do ranking mundial.

Agora é o tudo ou nada! O próximo encontro dos cowboys da PBR será a Built Ford Tough World Finals, em Las Vegas, de 1° a 5 de novembro, na T-Mobile Arena. Após cinco dias de competição, o bull rider que somar maior número de pontos, contando o que ja tem no ranking e mais o conquistado na final, será corados o 2017 PBR World Champion, o campeão mundial de 2017. O vencedor receberá a cobiçada fivela no valor de US$ 10.000,00 e o bônus de US$ 1.000.000,00!!!!!

Estarão na final os melhores do ranking, entre eles 13 brasileiros ja garantidos, que você confere clicando aqui.

Por Luciana Omena
Fonte: PBR Now

Escreva um comentário