Atual campeã mundial de Três Tambores pela PRCA, a amazona já lidera o ranking 2019

O sexto RFD-TV The American culminou no AT&T Stadium, em Arlington, Texas, com a coroação dos campeões em oito modalidades. Devido a nova parceria com a PRCA, o evento mudou para ser realizado em dois dias – 2 e 3 de março – e a premiação aumentou – US$ 2.350.000,00. Momentos históricos do rodeio mundial, pois além da premiação sem precedentes, os melhores do mundo estiveram reunidos.

“A melhor parte do The American todos os anos são os atletas”, afirmou Randy Bernard, o grande idealizador desse formato. “Conseguimos ver de perto como são atléticos, agradáveis ​​e humildes. Eles são especiais e precisamos de mais atletas como eles”. Em 2015, Randy realizou o primeiro evento, distribuindo dois milhões de dólares em apenas um dia.

Os valores se mantiveram para cada campeão, cem mil dólares, e ainda os que tiveram êxito ganhando a vaga pela Semifinal dividiram o bônus de um milhão. Hailey Kinsel (Três Tambores), assim como Ty Erickson (Bulldog) e o brasileiro João Ricardo Vieira (Touros), sagraram-se bicampeões em 2019. Os três haviam vencido, curiosamente, a edição de 2016 antes de ganhar novamente. 

Hailey Kinsel no The American

Nos Três Tambores, Hailey Kinsel continua imbatível! Com sua fiel companheira das arenas DM Sissy Hayday ‘Sister’, marcou 14s217 na passada final para ficar com o título. Campeã do The American 2016, campeã mundial WPRCA 2018, campeã de San Antonio 2019, entre outros importantes rodeios,  Hailey já lidera o ranking atual.

Guiou sua talentosa égua palomino em três passadas de tirar o fôlego no final de semana desse importante evento. No sábado, o conjunto de Cotulla, Texas, completou o percurso em 14s508, o quarto melhor. Para chegar à final, o tempo delas foi de 14s538.

A jornada é árdua para a maioria. Quando ganhou a primeira vez, Hailey tinha vaga através da Semifinal. São realizadas classificatórias por todos os Estados Unidos, e ainda no Brasil, para classificar competidores para a Semifinal. Cada modalidade tem um sistema diferente de disputa nesse momento, as regras são variadas, como os dias que competem, quantidade de apresentações e esquema de classificação.

Kylie Weast

No Tambor, dez passaram e se juntam as dez convidadas pelo ranking da PRCA. Isso acontece em cada uma das modalidades: Montaria em Touros, Bareback Riding, Sela Americana, Três Tambores, Laço em Dupla, Laço Individual, Bulldog e agora também o Breakaway Roping. Esse ano, Hailey já tinha vaga para a disputa principal por conta da sua posição no ranking mundial da PRCA do ano passado.

Na disputa principal, 20 competidores fizeram a primeira passada no sábado. O tempo de Hailey foi o quarto melhor. Quem venceu a rodada foi Kylie Weast e Heavenly Firewater, 14s398. As oito melhores avançaram para o round seguinte, disputado no domingo. Passaram também Jessie Telford, Craig Brooks, Sydni Blanchard, Amberleigh Moore, Dona Kay Rule e Taci Bettis.

Craig Brooks

Craig Brooks, com Grandiose Guy, e o tempo de 14s495 foi a melhor da segunda rodada. Das oito, as quatro melhores médias (soma dos dois tempos) passaram para a grande final. A disputa que valia o prêmio milionário. Hailey e Sister fizeram o segundo melhor tempo nessa rodada. Além de Craig e Hailey, se classificaram também Kylie Weast e Amberleigh Moore. Tempos zerados, ficaria com o título quem marcasse o menor na última rodada. Melhor para Hailey. Kylie ficou em segundo lugar, US$ 25 mil, Craig em terceiro, US$ 10 mil, e Amberleigh em quarto, US$ 5 mil.

Com o bicampeonato, Hailey se junta a seu ídolo Lisa Lockhart, que também já ganhou duas vezes. “Sister continua afiada. Não tenho que fazer muita coisa, o nível de adrenalina dela é bem alto. Então, tento mantê-la calma. Quando a pista é boa, melhor ainda, porque conseguimos fazer passadas consistentes uma atrás da outra. Tivemos alguns tropeços, especialmente na final, quase derrubei o terceiro tambor, mas o fato é que minha égua mantém o mesmo bom trabalho dela todas as vezes”, contou a campeã.

Por Luciana Omena
Fonte: Barrel Horse News e The American
Fotos: BHN Kailey Sullins e Andy Watson

Escreva um comentário