Uma das maiores corridas de cavalos do mundo, tradicional, para cavalos Puro Sangue Inglês

A edição de 2019 do Kentucky Derby – oficialmente 2019 Kentucky Derby presented by Woodford Reserve – foi a 145ª corrida do evento, que acontece desde 1875. Foi realizada no dia 4 de maio, no Hipódromo de Churchill Downs, em Louisville, Kentucky. Na disputa, estavam 20 finalistas que se classificam pelo 2019 Road to the Kentucky Derby.

Anualmente, o Derby acontece no primeiro sábado de maio, encerrando um festival de duas semanas no local. A corrida é de Grupo 1, para cavalos de três anos de idade, Thoroughbreds – ou seja, Puro Sangue Inglês. A distância percorrida é de uma milha mais um quarto, cerca de dois quilômetros. Ela acontece no mesmo local desde a sua criação. A premiação para 2019 foi de US$ 3.000.000,00, um milhão a mais que ano passado.

Maximum Security cruzou a linha de chegada em primeiro lugar, mas foi desclassificado por fazer um desvio. O título ficou para Country House após os juízes analisarem as filmagens. O cavalo foi treinado por William Mott e conduzido por Flavien Prat. Sua parcela de total da premiação, pela vitória, US$ 1.860.000,00.

Mais de 150 mil pessoas estiveram no hipódromo torcendo para os cavalos do Kentucky Derby 2019. Maximum Security disparou à frente logo no início da corrida, ditando o ritmo. Em dado momento, após seu jóquei ter aliviado um pouco a pressão, ele fez o que consideram desvio de caminho, por ter ficado a uma certa distância do trilho. Por conta disso, interferiu na corrida de outros três cavalos e foi penalizado.

Hipódromo de Churchill Downs
Kentucky Derby

Country House começou a corrida embolado no meio do pelotão e perto do final ainda era o nono colocado. Se recuperou rápido, aproximando-se dos líderes, cruzando a linha de chegada em segundo lugar. Com a desclassificação de Maximum Security, levantou a taça. Foram os donos de Country House e Long Range Toddy que apresentaram queixa. Pelas regras da corrida, um cavalo não pode mudar e atrapalhar outro em sua trajetória. Foi a primeira desqualificação de um campeão em 145 anos.

Para ser um dos 20 finalistas, os cavalos devem somar pontos no circuito chamado Road to the Kentucky Derby. Esse formato foi instituído em 2013. São 34 corridas na América do Norte e uma em Dubai. As sete maiores são: Louisiana Derby, UAE Derby, Florida Derby, Wood Memorial, Blue Grass Stakes, Santa Anita Derby e Arkansas Derby.

Cada uma destas corridas proporcionou ao vencedor 100 pontos de qualificação. Os cavalos também podem se classificar para o Derby através de mais dois outros circuítos: European Road e Japan Road. Omaha Beach era uma das favoritas, mas não correu. Outro destaque da edição desse ano foi Roadster. Mas não por sua performance, ficou em 15° lugar, mas por seu treinador. Bob Baffert já venceu o Derby cinco vezes e treinou cavalos de peso como os tríplices coroados American Pharoah e Justify.

Justify, aliás, tornou-se 13° a ganhar a Tríplice Coroa ano passado, quando ganhou o Kentucky Derby, o Preakness Stakes e o Belmont Stakes. A marca não era batida desde 1919, foram 100 anos com os mesmos 12 cavalos nessa lista especial. Nesse final de semana, já acontece a segunda corrida da tríplice, o Preakness Stakes. Logo ficaremos sabendo se teremos a chance de ver um outro cavalo se consagrar.

Fonte: Wikipedia
Tradução e adaptação: Luciana Omena
Foto: New York Post

Escreva um comentário