Campeonato Mundial de Montaria em Touros da PBR recomeçou de 4 a 6 de janeiro na ‘Big Apple’. Claudio Montanha Jr foi segundo lugar

Após um ano avassalador dos brasileiros, a Professional Bull Riders retomou o maior campeonato de Montaria em Touros do mundo. Batizada de Unleash The Beast, a divisão principal da entidade é onde qualquer competidor da modalidade quer estar. New York, como de costume, foi a etapa de abertura da nova temporada, que terminou com dois brasileiros entre os cinco melhores.

A vitória foi de Jess Lockwood. Assim que ele voltou ao vestiário do Madison Square Garden, os parabéns começaram a aparecer. Primeiro, o campeão mundial de 2016, Cooper Davis, subiu para dar um tapinha nas costas de Jess. O jovem fechou a sequencia de cinco montaria válidas com uma nota 91,75 pontos. Cody Lambert, PBR Director of Livestock, e o jovem canadense Lonnie West, também parabenizaram o campeão.

Jess acenou com a cabeça, deu um sorriso e educadamente disse: ‘Obrigado, rapazes’. Isso não é novidade para ele. Já esteve nessa posição antes. Em 2017, Jess foi o campeão da etapa Major de New York, o começo para sua corrida ao título mundial daquele ano. Naquele tempo, aconteceu igualzinho agora: começou bem uma temporada após ter tido uma anterior ruim.

Quando ele chegou à etapa de abertura, tinha um sabor amargo na boca, pois sabia que não tinha conseguido montar bem em 2018. A ideia é mudar esse quadro, já que ele almeja, assim como tantos outros, a fivela de ouro. Ganhar novamente o campeonato mundial é, obviamente, seu objetivo mais uma vez.

E a caminhada de Jess começou melhor do que esperava. Não só ganhou a etapa, levou US$ 118.350,00 para o ranking, como foi perfeito. Cinco touros e cinco paradas não foram nada mal para o início de uma longa jornada até o título mundial. Aos 21 anos, ele acredita que foi seu melhor final de semana. “Esse é o maior valor que já consegui na temporada regular da PBR. Fora a nota no Prayer Warrior e ainda o 15/15. Não caí de nenhum touro”.

A pontuação máxima o levou também ao topo do ranking mundial. Em declarações anteriores, o jovem bull rider comentou que não esteve tão focado como gostaria em 2018 e que ia mudar isso em 2019. Começou bem! Mas o atleta de Volborg, Montana, sabe que para chegar ao objetivo máximo, precisa ser consistente durante todo o ano.

O segundo lugar ficou para o brasileiro Claudio Montanha Jr, 405 pontos e US$ 20.100,00. Seguido por Cannon Cravens, 325 pontos e US$ 22.850,00; Alisson de Souza, o brasileiro atual campeão da divisão de acesso, Velocity Tour, 245 pontos e US$ 6.925,50; e Matt Triplett, completando o pódio, 225 pontos e US$ 11.100,00. Outros cinco brasileiros receberam pontuação.

Outro destaque do final de semana de abertura da PBR 2019 foi José Vitor Leme. O brasileiro venceu o 15/15 Bucking Battle, o round especial que oferece pontos extras aos competidores. Sua nota foi 91,25 e ele levou US$ 7.000,00 pela façanha. Somente cinco atletas pararam nesse round, entre eles Jess Lockwood e o brasileiro Eduardo Aparecido.

Por Luciana Omena
Fonte: Justin Felisko/PBR
Foto: PBR

Escreva um comentário