Internacional

Jess Lockwood diz que a recuperação está indo bem

Atual segundo melhor do mundo espera voltar a competir ainda esse ano

O bicampeão mundial Jess Lockwood está em casa, passados quase três semanas da cirurgia a que foi submetido para reconstrução do tendão da coxa esquerda, na cidade de Nova York. De fato, o atleta foi operado pelo Dr. Thomas Youm na terça-feira (10 de março) em procedimento bem-sucedido. A espera para voltar às arenas, no entanto, será de seis meses. 

“Foi melhor do que esperávamos, já que meu tendão principal ainda estava preso ao osso. A cirurgia foi menos invasiva do que pensava a princípio. Meu músculo estava dividido ao meio, mas o Dr. Youm acredita que eu passa me curar antes da projeções iniciais”, conta Lockwood que descansa no Texas com a perna esquerda apoiada em um ângulo de 50 graus.

O atleta ainda tem a ajuda de uma faixa no quadril, que o impede de ficar se inclinando para a frente. Lockwood segue fazendo o tratamento, com gelo no local, usando sua máquina de pulsoterapia. Complementando com os cuidados da esposa, a campeã mundial Hailey Kinsel. “Ainda sinto dormência na parte de trás da perna, mas tudo parece muito bom. Sinto um formigamento, fora isso, não dói nada”.

A lesão ocorreu em um acidente na etapa de Kansas City, Missouri, dia 1º de março. Dessa forma, ao desmontar de I’m Legit Too – em que obteve 91,5 pontos – ficou com a espora enroscada na corda.

Recuperação

Mesmo com o prognóstico animador, por enquanto Lockwood segue a linha de tempo original de seis meses para sua recuperação. Dada não só pelo Dr. Youm, mas também pelo Dr. Tandy Freeman, que acompanha todos os atletas da PBR de perto. O bicampeão está esperançoso, porém, aguarda ainda o primeiro check-up de seis semanas no próximo mês.

Em contrapartida, Jess Lockwood está convencido de que voltará à competição ainda nesta temporada. Busca, sobretudo, seu terceiro Campeonato Mundial – e o segundo consecutivo- e não vai ‘jogar a toalha ainda’. “Eu ainda acho que estou na corrida pelo título mundial. Não há razão para não estar”, afirma.

Acima de tudo, não é a primeira vez que o ídolo passa por essa situação. Desde 2016, quando tornou-se profissional, Lockwood sofre com lesões.

Jess Lockwood diz que a recuperação está indo bem
Jess Lockwood

Campeonato

O líder do campeonato mundial no momento é José Vitor Leme. Sofreu acidente com touro na mesma etapa da Kansas City e perdeu as mesmas duas etapas que Lockwood até agora. Quadro que não vai se alterar até que as questões com com adiamento e cancelamentos de eventos por conta do coronavírus se resolva.

Assim sendo, a situação do ranking é a seguinte: José Vitor lidera com 616 pontos e Jess Lockwood tem 543.50 pontos, ou seja, 72,5 pontos de diferença. Uma linha do tempo de seis meses colocaria Lockwood eventualmente de volta em ação por volta de setembro. Prazo que lhe daria sete eventos divisão principal e ainda as finais mundiais caso ele permaneça no top 35 ou acesse através da Velocity Tour.

Só para ilustrar, o artigo da PBR lembra dos números do jovem norte-americano ano passado. Competiu em 18 eventos da Unleash The Beast, depois de ter ficado três meses afastado por lesão na clavícula. Até o momento, foram sete etapas. Se ele retornar em Anaheim (11 a 12 de setembro), poderia terminar este ano com participações em 15 eventos no total.

De fato, se ele voltar e estiver habilitado para a final mundial, a quantidade de pontos dada na decisão pode sim fazer com que ele chegue ao título mesmo depois de tanto tempo parado.

“Se tem uma época para se machucar sem ter tanto prejuízo para a definição da temporada, essa época é agora. Considerando o fato de que a maior parte do tempo que fico em recuperação pega a parada de verão da PBR”, finaliza ele, dizendo estar focado no que pode controlar, sua recuperação.

Fonte e Fotos: PBR
Tradução e adaptação: Luciana Omena

Veja mais notícias da editoria Internacional no portal Cavalus