Ele já tinha subido para o segundo lugar no ranking geral após vencer etapa da Velocity Tour em Window Rock, Arizona

Em Anaheim, Califórnia, Jose Vitor Leme chegou à sua terceira vitória em etapas da PBR – Professional Bull Riders na categoria principal – Unleash The Beast – da temporada 2019. O atleta de Ribas do Rio Pardo teve um final de semana perfeito no Anaheim Invitational, no Honda Center, parando em todos os bois e levando 700 pontos para o ranking mundial.

Três rodadas e três touros para o brasileiro, que já tem o título de Rookie Of The Year da PBR – em 2017 – e o de vice-campeão do mundo – em 2018. Depois de marcar 88,25 pontos na primeira rodada, ele montou em Smoke Show na seguinte, marcando 88,75 pontos. Pode escolher um bom touro para a decisão já que liderava a etapa.

Selecionou Rising Sun e encontro de feras só podia resultar em nota alta: 90,5 pontos para o cowboy brasileiro. Ele venceu as três rodadas somando 267,5 pontos. A premiação foi de US$ 42.660,00 e os bônus pelas façanhas deram a ele a liderança do mundial de volta. Foi sua décima nota na casa dos 90 pontos só nesta temporada.

José Vitor Leme em Anaheim
José Vitor Leme em Anaheim

A briga entre ele, Jess Lockwood, Chase Outlaw e outro brasileiro, João Ricardo Vieira, ainda promete muitos capítulos até o encerramento da temporada. José Vitor tem agora 451,66 pontos à frente Lockwood, campeão mundial da PBR em 2017. O atleta, que veio em ascensão desde maio, parou em um boi apenas, mas não pontuou em Anaheim.

Alisson de Souza, brasileiro de Taubaté, ficou em segundo lugar na etapa. Marcou duas notas 86,75 pontos. Na segunda rodada parou em Snake Eyes e arrancou aplausos do público ao marcar 88,25 pontos em Catfish John, outro bom touro. Foram adicionados à sua conta US$ 20.100,00 e 365 pontos para o ranking. Alisson saiu de 25° para 15° lugar.

O terceiro lugar foi bastante comemorado por João Ricardo Vieira. Junto com seus compatriotas, marcou três paradas em três touros montados. Na segunda rodada, sua nota foi 87,25 pontos a bordo de Pitch Black. E para selar a classificação, parou em Bad Brad para 86,75 pontos. Sua premiação foi de US$ 12.500,00 e mais 270 pontos para o ranking mundial. Ele manteve o quarto lugar.

João Ricardo Vieira
João Ricardo Vieira

Matematicamente, qualquer atleta com menos de dois mil pontos pode chegar ao título. Hoje, apenas os quatro primeiros teriam essa chance. João Ricardo com a missão mais difícil entre eles, mas sem desistir de perseguir o sonho de ostentar a fivela dourada em seu cinto. Faltam cinco etapas, ele sabe que será pedreira daqui para frente, mas segue motivado.

Dylan Smith e Ezekiel Mitchell completaram o pódio, em quarto e quinto lugares respectivamente. Pelo Brasil, pontuaram ainda Silvano Alves (12°), Dener Barbosa (13°) e Fabiano Vieira (16°). Pela Velocity Tour, em Peoria, Illinois, Alex Cardozo foi o campeão, levando US$ 7.900,00 e 170 pontos na classificação geral.

Cardozo conseguiu vaga para a etapa da Unleash The Beast em Fairfax, Virginia. E foi a segunda etapa desta divisão com vitórias seguidas de brasileiros. José Vitor Leme venceu em Window Rock, Arizona, uma semana antes. Título, aliás, que o devolveu para o segundo lugar do ranking e o ajudou a reassumir a ponta.

Alex Cardozo em Peoria. Foto: André Silva
Alex Cardozo em Peoria. Foto: André Silva

As performances de José Vitor também o levaram para a liderança do ranking da segunda divisão, a Velocity Tour, com 635 pontos. O segundo lugar é de outro brasileiro, Danilo Carlos Sobrinho, 432,5 pontos. Tem brasileiro bem colocado também no Rookie Of The Year (novatos).

Lucas Divino está em segundo no ranking, 1359 pontos, e Alisson de Souza, quarto, com 1239 pontos. A próxima etapa acontece essa semana, em Springfield, Missouri. Para ver mais conteúdo como esse clique aqui.

Por Luciana Omena
Fonte e Fotos: PBR

Escreva um comentário