Internacional

Kelly Kaminski dominou o rodeio americano por meia década

Dois títulos mundiais (2004 e 2005), dois títulos de vice mundial (2002 e 2003) e cinco qualificações para a NFR

Quando Kelly Kaminski saiu da arena do Thomas & Mack Center em 2005 com sua segunda fivela de ouro e título de campeã mundial pela PRCA, estava fora de si. Reconhecidamente emotiva, a ex-professora do sétimo ano teve dificuldade em encontrar as palavras para expressar o que ela pensava por estar no topo do mundo mais uma vez. “Acho que estou assustada. É bem emocionante. Eu não achei que tivesse uma chance esse ano, mas voltar e conseguir foi muito especial”.

Kelly Kaminski em 2005

Ela ficou bem nervosa antes da décima rodada da National Finals Rodeo daquele ano. Era a última e as noites foram de insônia. “Eu tive que realmente falar comigo mesmo e dizer a mim mesma para me acalmar. Eu só queria ser suave e deixar Rocky fazer o seu trabalho. Tentava me visualizar em pé naquele palco recebendo a fivela”. Foram US$ 107.019,00 ganhos durante a NFR 2005, 30 mil a mais que a segunda colocada Linda Vick.

E esse segundo título foi mais difícil para ela. Entrou na NFR US$ 10.000,00 atrás de Linda. E durante a Finals, ela e Rocky ainda demoraram para entrar no ritmo. A coisa toda mudou do quinto dia em diante. Foram marcando tempos rápidos, somando dólares a cada round, até chegar ao objetivo maior. E deu tudo certo.

Em 2004, ano do seu primeiro título, ela terminou a temporada com US$ 179.372,00. Entrou para a NFR liderando, mas tinha apenas US$ 4.458,00 de vantagem sobre Paula Seay. Com um bom dinheiro em jogo, Kaminski sabia que as chances eram boas. Ela e Rocky foram consistentes nas dez rodadas. Fizeram um segundo lugar, três terceiros, três quintos e um sexto, somando 141s34 e US$ 51.959,00. Segundo lugar na média geral, um bônus de premiação e a confirmação do título mundial.

Kelly comemora seu segundo
título mundial

Kelly, que é de Bellville, Texas, não foi criada em meio aos cavalos. Na verdade, sua mãe é que a ajudou na compra do seu primeiro cavalo, quando tinha 12 anos. Essa história pode inspirar muitas pessoas. Nunca teve um cavalo até ser adolescente, só brincava de contornar os tambores no pasto no ensino médio e nunca foi a uma competição até sair da faculdade.

Ela seguiu carreira em outra profissão. Se formou na Sam Houston State University, em Huntsville, Texas. Lecionava para alunos do sétimo ano escolar da Bellville Independent School District, mas não estava feliz, sentia que não estava seguindo seus sonhos, como dizia aos seus alunos para fazer. Então, em 2000, com o apoio de sua família, deixou seu emprego como professora para seguir caminho no rodeio.

Um ano antes, 1999, se tornou membro da Women’s Professional Rodeo Association, e em apenas três anos no circuito, classificou para a sua primeira National Finals Rodeo, em 2002. Foram dois reservados – em 2002 ela perdeu para Chamayne James e em 2003 para Janae Ward – antes de conquistar os dois títulos. Mesmo sendo uma campeã mundial, a caminhada no rodeio não foi mais fácil do que antes. Ela enfrentou lesões em Rocky, quando o cavalo de sua filha o chutou.

Durante a NFR 2004

Depois, Kaminski, sua filha e seus cachorros encontraram monóxido de carbono em seu trailer e ela foram tratados por envenenamento agudo. Um pouco mais de exposição podem tê-la matado. A família também teve que sair do rancho que moravam por conta do Furação Rita naquele 2005. Em um ano que tudo poderia dar errado, ela encerrou a temporada com uma fivela de ouro brilhante.

Kelly e Rocky, dominaram o mundo do rodeio por meia década. O cavalo dos sonhos de Kaminski nasceu em 24 de abril de 1993. Registrado com o nome de Rockem Sockem Go, o cavalo tordilho foi apelidado de Rocky. Como Kaminski o possui desde o dia em que nasceu, Rocky é como um membro de sua família, que inclui o marido Jerry, a filha Kenna, e o enteado Colton.

Eles não competiram apenas nos rodeios da PRCA, mas foram aos Derbies. Ganhando em provas como D&G (Chuck Dunn and Phil Goost­sree 4D Productions) e Texas NBHA State 1D Open. Nos dias atuais, Kaminski se concentra em criar sua filha e se dedica a ensinar em clínicas de equitação e Três Tambores por todo o Estados Unidos.

Kelly e Rocky

Por Luciana Omena
Fonte e Fotos: ESPN e Barrel Horse News