A definição veio somente após a conclusão da temporada da segunda divisão

Com apenas 1535 pontos separando-os, os dois melhores bull riders seguem para a grande final da temporada 2018 – 25th PBR: Unleash The Beast – da Professional Bull Riders. Dois brasileiros estão entre os mais cotados para ficar com o título esse ano. A ação começa na próxima quarta, 7 de novembro. Domingo, dia 11, serão conhecidos os melhores do mundo pela PBR.

final mundial da PBR
Kaique Pacheco

O líder do ranking mundial é Kaique Pacheco. Após um começo tímido, por lesão, ele venceu quatro etapas, ficou 14 vezes no Top5 e 17 no Top10. Seguindo-o de perto, José Vitor Leme. O Rookie Of The Year 2017 também deseja o prêmio e o título. Mostra disso, é que diminuiu a diferença para o líder em quase 500 pontos nos últimos dias.

final mundial da PBR
Kaique e o touro Fly Over na final da RVT. Foto: André Silva

Kaique e Vitinho montaram na final da Real Time Pain Velocity Tour dias 2 e 3 de novembro, em Las Vegas. Na montaria do segundo round, Kaique caiu em 7s9, se embolando com o touro e ficando com dor. De acordo com Doug Olle, da equipe de Medicina Esportiva da PBR, o brasileiro torceu o joelho esquerdo e fará um follow-up com o Dr. Tandy Freeman entre hoje e amanhã.

Segundo as estatísticas, os dez primeiros do ranking podem conquistar o título mundial esse ano. Na corrida pelo outro título em jogo, o de Novato do Ano ‘Rookie’, pouco mais de 225 pontos separam os quatro principais competidores. O líder no momento é Keyshawn Whitehorse. Colten Jesse vem em segundo, com o brasileiro Alex Marcilio em terceiro e Nathan Burtenshaw em quarto.

final mundial da PBR
José Vitor Leme. Foto: André Silva

São US$ 2,5 milhões de prêmios em dinheiro nos cinco dias que duram a PBR World Finals – incluindo US$ 1 milhão para o campeão mundial e US$ 250 mil para o campeão da etapa. Veja quem monta:

Top 35 (em negrito os brasileiros)

Kaique Pacheco (Itatiba, Brazil)

Jose Vitor Leme (Ribas do Rio Pardo, Brazil)

Claudio Montanha Jr. (Pacaembu, Brazil)

Luciano De Castro (Guzolandia, Brazil)

Cody Teel (Kountze, Texas)

Ramon de Lima (Sao Paulo, Brazil)

Cooper Davis (Jasper, Texas)

Cody Nance (Paris, Tennessee)

Eduardo Aparecido (Gouvelandia, Brazil)

Fabiano Vieira (Perola, Brazil)

Jess Lockwood (Volborg, Montana)

Dener Barbosa (Paulo de Faria, Brazil)

Derek Kolbaba (Walla Walla, Washington)

Dakota Buttar (Kindersley, Saskatchewan, Canada)

Ryan Dirteater (Hulbert, Oklahoma)

Matt Triplett (Columbia Falls, Montana)

Valdiron de Oliveira (Balcimo, Brazil)

Joao Ricardo Vieira (Itatinga, Brazil)

Keyshawn Whitehorse (McCracken Springs, Utah)

Marco Antonio Eguchi (Poa, Brazil)

Colten Jesse (Konawa, Oklahoma)

Chase Outlaw (Hamburg, Arkansas)

Alex Marcillo (Macaubal, Brazil)

Guilherme Marchi (Tres Lagoas, Brazil)

Stetson Lawrence (Williston, North Dakota)

Nathan Burtenshaw (Coonamble, New South Wales, Australia)

Brennon Eldred (Sulphur, Oklahoma)

Koal Livingston (Burleson, Texas)

Lachlan Richardson (Gresford, New South Wales, Australia)

Tanner Byrne (Prince Albert, Saskatchewan, Canada)

Silvano Alves (Pilar do Sul, Brazil)

Sean Willingham (Summerville, Georgia)

J.B. Mauney (Statesville, North Carolina)

Allison De Souza (Taubaté, Brazil)

Gage Gay (Staley, North Carolina)

E mais cinco foram classificados pela Real Time Pain Relief Velocity Tour completando os 40 finalistas. Essas vagas eram para: o melhor Internacional – classificado para a final da RVT através das associações filiadas em Austrália, Brasil, Canadá e México; os dois primeiros do ranking geral da RVT; e para os dois primeiros do ranking da etapa final da RVT.

final mundial da PBR
Chase Outlaw. Foto: André Silva

Caso os dois primeiros do ranking e da etapa, pela pontuação, entrassem no Top35, os próximos na classificação seriam chamados. E foi o que aconteceu. Chase Outlaw venceu a etapa com Alisson de Souza em segundo. E Alisson de Souza foi campeão da temporada, com Chase Outlaw em segundo. Os dois entraram no Top 35 e abriram vagas.

Francisco Garcia Torres, do México, foi o melhor entre os internacionais e pegou a primeira vaga. Paulo Lima (Bezerros, Brazil) e Michael Lane ficaram com as duas vagas pela classificação geral, por terem se posicionado em terceiro e quarto do ranking. Luis Blanco (Iacanga, Brazil) e Juan Carlos Contreras completam a lista, pelo terceiro lugar (empatado) de Luis e o quinto de Juan.

Cada um dos 40 competidores terá direito a cinco rodadas para ter a chance de chegar ao sexto e último round. Após as cinco primeiras montarias, de quarta a domingo, as notas serão somadas e apenas 15 avançam para a decisão. No domingo mesmo, além do campeão mundial, também saberemos o campeão da etapa.

final mundial da PBR
Paulo Lima. Foto: André Silva

Lucas Teodoro é outro brasileiro que estará na arena nessa final, mas não como competidor e sim como Bullfighter (salva-vidas). Será sua primeira vez trabalhando na final, junto com outros experientes profissionais. André Silva, fotógrafo oficial da RVT também fará mais uma participação na PBR World Finals, sua 12a final mundial fotografando.

Acompanhe tudo no www.pbr.com.

Por Luciana Omena
Fonte: PBR

Escreva um comentário