Volta de Kaique Pacheco às arenas e atuação impecável dos brasileiros marcaram essa etapa da Copa do Mundo da PBR

Pela segunda etapa consecutiva da PBR Global Cup da Professional Bull Riders, o Time Brasil foi coroado como a melhor nação no esporte Montaria em Touros do momento. A Copa do Mundo está sendo realizada desde 2017, passando pelo Canadá, com vitória dos Estados Unidos, e Austrália, com vitória do Brasil.

A terceira etapa foi realizada nos dias 9 e 10 de fevereiro, no AT & T Stadium, em Arlington, Texas, contando com duas equipes dos Estados Unidos, país anfitrião, e ainda Brasil, Canadá, México e Austrália. Sob as orientações do técnico Renato Nunes, os bravos guerreiros brasileiros levantaram a taça mais uma vez.

A ‘Seleção Brasileira’ de Montaria em Touros parou em 11 dos 18 touros e acumulou 939,25 pontos. O contingente sul-americano foi liderado por um perfeito Eduardo Aparecido, que montou em três oportunidades e parou nos três touros. Foi o melhor brasileiro na competição – terceiro no individual geral. Entre suas montarias nesse final de semana, 84.25 pontos em cima de Stone Cold Crazy. 

PBR Global Cup
Equipe brasileira brilhou

José Vitor Leme também brilhou. Marcou a maior nota entre todas, 90 pontos no Frequent Flyer. Só não conseguiu 100% de aproveitamento, tendo quatro montarias – foi o único da equipe a montar quatro vezes. E foram duas paradas, vendendo a segunda (90 pontos) e a terceira (89.25 pontos) rodadas. Foi o quarto melhor no Individual.

João Ricardo Vieira foi a Arlington como alternate e foi chamado para entrar em ação. Teve a missão de substituir Kaique Pacheco que voltou às arenas, mas sentiu o joelho então optou por não continuar.

Outro integrante do ‘elenco’ brasileiro nessa competição que merece destaque é Bruno Scaranello. Ele foi aos Estados Unidos por sua colocação no ranking nacional da PBR Brasil e não decepcionou. Das quatro rodadas, ele atuou em duas e parou nos dois touros. Entre eles, Trouble Maker, marcando 83.75 pontos. Na classificação individual, foi o nono colocado.

PBR Global Cup
José Vitor Leme fez uma nota 90 pontos, a maior

Com o título e o troféu, o Time Brasil somou em premiação US$ 365.100,00. Além do técnico Renato Nunes, de Eduardo Aparecido, José Vitor Leme, Kaique Pacheco, João Ricardo Vieira e Bruno Scaranello já citados, completaram a equipe Fernando Henrique Novais (PBR Brasil), Marco Eguche e Claudio Montanha Jr.

O segundo lugar ficou para o Time Estados Unidos Eagles, liderado Cooper Davis, o melhor atleta no Individual – 263.25 pontos. Os Eagles tiveram 10 paradas em 18 touros, somando 867 pontos no geral. Completaram a equipe: Cody Teel, Brennon Eldred, Sage Kimzey (alternate), Jess Lockwood, Cody Nance e Chase Outlaw. A equipe ganhou US$ 141.050,00.

O time 2 dos Estados Unidos, os Wolves, foram terceiro colocados, oito paradas em 18, acumulando 691,25 pontos. Foram liderados por Ryan Dirteater, o segundo melhor no Individual – 258.50 pontos, com destaque também para Cody Jesus, um jovem bull rider que ficou em quinto no individual.

Austrália, liderada por Lachlan Richardson como melhor atleta, ficou com a quarta colocação, seis paradas. Deixando para o México o quinto, com quatro paradas apenas. O último lugar, de forma surpreendente, ficou para o Canadá, três paradas.

PBR Global Cup
Junior Quaresma. Foto: André Silva

No mesmo final de semana, o brasileiro Junior Quaresma venceu a etapa de Edinburg pela Velocity Tour. Foram bem colocados também Wallace Vieira de Oliveira, em terceiro, e Alex Marcilio, empatado em quinto lugar. No final de semana, 15 e 16 de fevereiro, voltam as disputas de divisão principal, em St Louis, Missouri. E a Velocity vai estar em Jacksonville dia 16.

Por Luciana Omena
Fonte e Fotos: PBR

Escreva um comentário