Nessa importante fase da temporada de Apartação nos Estados Unidos, brasileiro vem marcando seu nome com apresentações que impressionam

Estar entre os grandes nomes da Apartação mundial não tem intimidado o brasileiro Rodrigo Taboga. Certamente aquele frio na barriga, por estar dentro da pista ao lado de ídolos, deve existir. Mas o talento nato, herdado do pai e do irmão mais velho, Carlos e Luis Fernando, que o Brasil já conhece, vem se revelando também nos Estados Unidos.

Em uma das boas provas da modalidade, o Pacific Coast Cutting Horse Association Futurity, Derby e Classic/Challenge, que está acontecendo em Las Vegas de 3 a 12 de outubro, mais uma vez Rodrigo arrancou aplausos e foi parabenizado por todos. Dentro do South Point Arena & Equestrian Center, o tradicional evento da PCCHA levou cavalos de três a seis anos hípicos para a pista.

Portanto, como em todas as provas de Apartação, atreladas as categorias de Futurity, para animais de três anos hípicos, também provas de Derby e Classic. As disputas do Open Derby, para animais de quatro anos hípicos, e do Open Classic/Challenge, animais de cinco e seis anos hípicos, também aconteceram nas subdivisões Limited Open e Intermediate.

PCCHA

Nesse evento, as notas da primeira e da segunda rodadas, tanto no Derby como no Classic, valeram para tirar os campeões da Limited Open. Rodrigo Taboga foi campeão nas duas. No Derby Limited Open com Shes Fire And Ice, aka ‘Elsa’, do brasileiro Renato Resende Barbosa, 431,5 pontos (215,5 e 216). E no Classic/Challenge Limited Open, com Metallic Royal Mate (foto), do Jh Nail Ranch Inc, 436 pontos (216 e 220).

O treinador brasileiro de Apartação que vem fazendo bonito nos Estados Unidos. Na foto cedida, recebendo os prêmios da categoria Limited Open

Para a definição da final do Intermediate, valeu a nota da segunda passada para classificar. A decisão dessa categoria correu separada da Open. Rodrigo ganhou de novo! No Classic/Challenge Intermediate Open, realizada na tarde de 6 de outubro, marcou outro 220 pontos, empatando com Bobs Smart Rey e Cass Tatum na primeira colocação. Cada um ficou com US$ 5.337,50 de prêmio.

Já no Derby Intermediate Open, ele não entrou com Elsa, mas passou para a final com Twisted Red Faye, de Marco Salvatori, terminando em sétimo lugar. “Foi uma prova muito boa para o nosso time. Feliz também pelo Beau e os ganhos dos cavalos. E para mim, das quatro categorias que eu sou elegível, eu ganhei três. Então, saldo totalmente positivo!”, conta o brasileiro campeão.

Veja outras matérias da categoria Internacional

Outros campeões

O campeão da Classic/Challenge Open foi Reysin Kittens apresentado por Grant Setnicka, 222,5 pontos e o prêmio de US$ 11.000,00. Beau Galyean, treinador de quem Rodrigo Taboga faz parte do time, ficou com a primeira e a segunda colocações do Derby Open. Marcou 225 pontos com Warlock e 222 pontos com Metallics Mvp, ganhado US$ 25.000,00. Também houve títulos nas categorias Non Pro e Amador.

A Pacific Coast Cutting HorseAssociation foi criada em 1950 para dar voz à modalidade na costa oeste dos Estados Unidos. São cinco eventos major durante a temporada de um total de 150 pelos nove estados que compõem o território da Associação. Todos os resultados: pccha.com.

Por Luciana Omena
Fonte: PCCHA
Foto: Scootem-N-Shootem Photography

Escreva um comentário