Novato no Bareback, Garrett Shadbolt foi campeão pela PRCA em Guymon

O casal de brasileiros Marcos Alan Costa e Keila Polizello Costa saíram de Guymon e fizeram uma viagem de dez horas para o Helotes Festival Association Rodeo, em Helotes, Texas. Com uma laçada de 9s7, Marquinhos ficou com o segundo lugar, somando US$ 1.354,00, um passo a mais na busca para chegar ao Top 50 no Tie-Down Roping e se aproximar cada vez mais da zona de classificação para a NFR. Keyla, no mesmo rodeio, foi quinto lugar com 15s93 em Três Tambores, depois de ter feito o melhor tempo da sua turma.

Para os dois, com certeza, essa fase está sendo um sonho. Poder estar competindo os dois nos mesmos rodeios e beliscando uma boa classificação aqui e outra ali. Para Marquinhos, o retorno mais esperado ao circuito. Após ser campeão mundial em 2017, ele ficou parado um ano por conta de duas cirurgias e com a incerteza se um dia poderia voltar e se voltasse, competir de igual para igual. Com perseverança, trabalho árduo e muito talento, ele está de volta, buscando o lugar de onde nunca deveria ter saído. Quando a temporada de verão começar, quem sabe o veremos entre os melhores novamente.

Keyla e Marquinhos. Foto: Cedida

“Estamos muito felizes mesmo nessa fase, o recomeço do Marquinhos está sendo fantástico. Só temos que agradecer a Deus, pois sem a força que vem Dele acreditamos que nada disso seria possível. Para mim, um sonho realmente estar fazendo o que amo, ao lado do meu marido e podendo ser competitiva, conquistar boas colocações e ainda disputar com meninas que são ídolos para mim”, conta Keyla.

Quando chegou do Brasil, ela esperava muito poder realizar esse sonho. “Correr na PRCA, pontuar. Uma nova vida para mim, treinando os cavalos, está sendo um sonho realizado a cada obstáculo que a gente enfrenta. A temporada é exaustiva, um rodeio atrás do outro, sem contar na tropa aqui dos Estados Unidos. Ainda estou longe do objetivo, mas com perseverança já melhorei minha posição, acho que agora estou lá pelo número 130 do mundo. E é só pelo amor de Deus que estamos aqui, por Ele e nossos animais”.

rodeio
Keyla em etapa anterior em Corpus Christi. Foto: Cedida

Na rodada de 3 a 5 de maio, aconteceram dez etapas, nos estados da Califórnia, Texas, Kansas e Oklahoma, e ainda no Canadá. Kaleb Driggers e o brasileiro Junior Nogueira, no Team Roping, fizeram uma laçada de 6s1 e levaram US$ 1.061,00 cada pelo quarto lugar na terceira rodada em Guymon. Foi o melhor tempo deles, não sendo suficientes para estar na zona final de classificação da etapa. Mas sempre importante somar dólares para o ranking mundial. Juninho ainda está no Top 10 de Laço Pé, em oitavo lugar agora, com US$ 36.762.82.

O Guymon Pioneer Days Rodeo teve início durante a ‘Era da Depressão’ nos Estados Unidos, por volta dos anos 1930, quando Guymon, Oklahoma, estava no epicentro do Dust Bowl, um fenômeno climático de tempestade de areia que ocorreu País nessa década e que durou quase dez anos. Por conta desses dois fatores, as pessoas procuraram atrair visitantes para a cidade através do rodeio.

rodeio
Garrett Shadbolt. Foto: PRCA

Desde 1951, Guymon tem sido umas das melhores e mais animadas etapas da Professional Rodeo Cowboys Association, apresentando um tipo diferente de ‘tempos difíceis’. São recordes duros de serem batidos. Nenhum recorde é mais icônico e antigo que o de Dan Fisher no Steer Roping, desde 1990, quando ele marcou 8s6. E foi nesse clima que Garrett Shadbolt brilhou na Henry C. Hitch Arena.

Realizado em uma só montaria para cada atleta nas provas por nota, o novato Shadbolt superou um veterano, Bill Tutor, campeão do ano passado, para ficar com o título do Pioneer Days em 2019. Ele marcou 87 pontos ao montar Joker, um mais que Tutor, que ficou com o segundo lugar. Shadbolt subiu para 28° lugar no ranking mundial do Bareback Riding, com US$ 19.121,69. O valor ganho eu Guymon também ajudou o competidor de Merriman, Nebraska, a alcançar a liderança do Prairie Circuit.

Ele também concorre a Rookie Of The Year, ou seja, Novato do Ano. É um ranking destinado aos atletas em sua primeira temporada completa pela PRCA. Com os mais de 19 mil dólares do momento, Shadbolt agora é o segundo melhor no Resistol Rookie Standings. “Meu objetivo é ir a 100 rodeios esse ano, ganhar o Rookie e, quem sabe, estar na National Finals Rodeo. Estou me sentindo muito confiante, em minha melhor fase”, contou ele.

Esse rodeio pagou um total de US$ 233.073,00 e também foram campeões: Steer Wrestling – Clayton Hass (13s3); Team Roping – Cody McCluskey/Joe Mattern (24s8); Saddle Bronc Riding – Wade Sundell (90 pontos); Tie-Down Roping – John Douch (27s9); Barrel Racing – Kylie Weast (35s12); Steer Roping – Thomas Smith (64s9); Bull Riding – Stetson Wright e Trevor Reiste (87 pontos).

Por Luciana Omena
Fonte: PRCA

Escreva um comentário