Internacional

Rainha Elizabeth tem aproveitado a quarentena para andar a cavalo

A monarca de 94 anos foi vista neste domingo (31) passeando a cavalo pelo parque do Castelo de Windsor, onde está mantendo o isolamento social ao lado do marido

Por conta da pandemia do novo coronavírus (Covid-19), a rainha Elizabeth II e o seu marido, o príncipe Philip, de 98 anos, estão em isolamento no Castelo de Windsor, a oeste de Londres. E, apesar da quarentena e de seus 94 anos, a monarca tem aproveitado o tempo livre para praticar, diariamente, o seu exercício físico favorito: andar a cavalo.

Tanto que neste domingo (31) ela foi vista a cavalo, pela primeira vez, desde o início da flexibilização das medidas de isolamento no Reino Unido. Acima de tudo, montando Fern – um Fell Pony de 14 anos -, a rainha passeou pelo parque em Windsor.

A foto foi compartilhada no perfil oficial da família Real no Instagram, com a seguinte legenda: “Sua Majestade gosta de andar desde a infância e está intimamente envolvida com o bem-estar dos cavalos que ela possui para criação, equitação e corrida.”

Excelente humor

Em entrevista recente à Vanity Fair, assessores do palácio disseram que a rainha está de “bom humor”. Afinal, tem aproveitado esse tempo para andar a cavalo e também tem buscado desfrutar ainda mais da companhia do marido.

“Uma das coisas mais agradáveis ​​para a rainha é que ela está passando mais tempo com o marido do que normalmente faria”, contou os assessores do palácio à Vanity Fair.

E ainda acrescentou: “Eles jantam juntos à noite e eu imagino que a rainha seja da geração em que ela se veste para jantar. Ela está cavalgando todos os dias e aproveitando ao máximo esse tempo.”

Contudo, ainda que essa possa parecer a vida perfeita, rainha Elizabeth deseja voltar para a sua rotina. Haja vista que, ainda de acordo com a assessoria do palácio, a monarca está disposta a voltar às atividades. “Ela não pode ser vista contrariando as orientações oficiais do governo, mas é justo dizer que está ansiosa para voltar ao normal”.

Por fim, eles ainda explicam: “Ela ainda está recebendo suas caixas vermelhas do governo e tendo sua audiência semanal com o primeiro-ministro. Não há nenhuma sugestão de que ela recue, ela está cumprindo muito seus deveres como chefe de Estado”, finaliza.

Por Natália de Oliveira
Fonte: Vanity Fair

Crédito da foto: Divulgação/Press Association

Veja mais notícias da editoria Internacional no portal Cavalus