Ela corre o circuito de Três Tambores pela WPRA desde 1993 e com a classificação desse ano, soma sete NFRs 

A última vez Tammy Fischer esteve em Las Vegas para a disputa da National Finals Rodeo foi em 2001. Antes disso, ela entrou para a prestigiada final mundial em 2002, 2003, 2006, 2008 e 2009. Após um hiato de sete anos, ela voltará em 2018. A NFR acontece de 6 a 15 de dezembro, no Thomas & Mack Center.

Tammy Fischer
Tammy Fischer

Ela é um nome conhecido no circuito, tendo vencido quase todos os importantes rodeios de PRCA. Desde 2000, seus principais companheiros de pista foram Easy Dash Oak e MP Quick Money. Sua melhor temporada foi em 2002, quando venceu cinco dos dez rounds da final, ficando com o título da etapa e o terceiro lugar no ranking mundial.

LK Sheza Hayday é sua companheira esse ano. Tammy entra para a NFR em décimo lugar, com US$ 91.277,00. Sua pequena égua palomina é irmã paterna de Money, filha de PC Frenchmans Hayday e Sheza Peasa Pie. ‘Ziva’ foi o mesmo cavalo que Taci Bettis competiu ano passado e conquistou sua primeira qualificação para a NFR. “Ela é muito rápida e foi melhorando a cada mês. Sem dúvida, minha colocação no ranking hoje e nossa classificação é graças a Ziva”, conta Tammy.

Jessica Routier

Para Jéssica Routier e Carman Pozzobon é a NFR de 2018 será a primeira chance delas na competição. Com US$ 98.704,00 somados em 57 rodeios que pontuou, Jéssica encara semana que vem sua primeira NFR. De Buffalo, South Dakota, ela entra em nono lugar no ranking mundial. A montaria dessa treinadora de cavalos e mãe de cinco filhos é a égua Fiery Miss West, que ela mesmo treinou desde potrinha.

Não era seu objetivo esse ano, pois considera ‘Missy’ um cavalo jovem ainda, com pouca experiência em rodeios. Mas tudo começou a se desenhar em 2017, quando venceram o Badlands Circuit Championship, um dos regionais da PRCA, e foram classificadas para a final Nacional. Com as boas classificações, a soma em dinheiro no ranking foi melhorando e ela teve, enfim, um vislumbre de que poderia estar entre as 15 finalistas esse ano.

Lisa Lockhart, uma das veteranas dos Três Tambores, é uma grande amiga de Jéssica, a quem ela sempre recorre. Para se preparar para sua primeira NFR, ela veio mantendo os treinos em casa, Missy bem condicionada e espera fazer uma ótima final. Já para Carman Pozzobon, toda sua vida foi dedicada com o objetivo de um dia estar na NFR. Agora em 2018, viu seus sonhos se concretizando.

A treinadora é de Aldergrove, British Columbia, Canadá. O maior adversário dela é o alto custo para se manter no circuito. As viagens são mais longas e mais dispendiosas para poder estar na maioria dos rodeios e pontuar para se destacar. Com Ripn Lady, uma égua que ela própria treinou, somou nessa temporada US$ 86.947,00 em 58 rodeios. Com Ripn, foi campeã da Canadian Pro Rodeo Association ano passado.

CarmanPozzobon_web

A vaga para a sua primeira NFR só foi confirmada após o término do período de classificação. Ela ficou algumas semanas sem montar em Ripn, para descansá-la, então foi tudo bastante apreensivo. “Fiz de tudo para conseguir essa qualificação e agora estamos prontas para ir a Las Vegas. Meu plano é deixa-la fisicamente saudável para aguentar os dez rouds, mas Ripn é guerreira e gosta de ganhar, tanto quanto eu”, finalizou Carman.

A líder do ranking mundial da WPRA é Hailey Kinsel, com US$ 192.834,44. Também estão classificadas: Nellie Miller, Brittany Pozzi, Lisa Lockhart, Stevi Hillman, Taci Bettis, Kylie Weast, Ivy Conrado, Kelly Bruner, Tracy Nowlin, Amberleigh Moore e Jessica Telford. Em jogo, o título mais importante da temporada.

Por Luciana Omena
Fonte e Fotos: Barrel Horse News

1 Comentário

  1. Youre so cool! I dont suppose Ive read anything like this before. So good to seek out any individual with some authentic ideas on this subject. realy thank you for starting this up. this web site is one thing that’s wanted on the web, somebody with a little originality. helpful job for bringing something new to the web!

Escreva um comentário