Um novo evento, que dará um milhão de dólares em disputa especial, e ainda mais dinheiro em outras categorias, acontece entre 15 e 17 de agosto, em Las Vegas

Um grupo de atletas talentosos integra o line-up para o Freestyle Invitational, que pagará US$ 50.000,00 durante o The Run For A Million. O South Point Equestrian Center irá receber esse evento inédito, que está mexendo com a indústria da rédeas desde que foi anunciado em maio.

Estão no Freestyle: Kristin Booth, Randall Dooley, Emily Emerson, Andrea Fappani, Gary Ferguson, Daphne Foran, Tom Foran, Dan James, Drake Johnson, Debi Murnan, Rob Pearce e Bub Poplin. A categoria é um show a parte em qualquer evento em que é realizada.

Nessa categoria, os conjuntos realizam manobras de rédeas, mas não precisa ser um dos percursos pré-estabelecidos de uma competição normal. É preciso ter criatividade na composição da fantasia. E combinar tudo com uma música que chame atenção dos espectadores. É mais como uma coreografia do que uma prova, mas vale pontos.

Na programação do The Run For A Million, o ponto alto será a disputa principal, que dará US$ 1.000.000,00 em prêmios a um dos 12 atletas convidados pelos organizadores. Entre eles, o brasileiro Franco Bertolani, e ainda Andrea Fappani, Casey Deary, Shawn Flarida, Jordan Larson, Jason Vanlandingham, Craig Schmersal, Tom McCutcheon, DuaneLatimer, Abbey Lengel, Cade McCutcheon e Matt Mills.

Para definir quem estaria nessa lista, os organizadores – Taylor Sheridan, cineasta e roteirista indicado ao Oscar, e a produtora Amanda Brumley, do Brumley Management Group – usaram como critério convidar nove treinadores que já ganharam acima de um milhão de dólares na carreira e estão no topo do ranking nos últimos três anos. E ainda chamaram três de forma aleatória, que chamaram de Wild Card.

Além dessa prova com premiação milionária, a programação conta também com um Shootout, prova aberta para cavalos e cavaleiros, com premiação de US$ 100.000,00. Os cinco primeiros na classificação final estarão garantidos na prova principal do ano que vem. Para as outras categorias – Rookie Championships e Non Pro Championship, com US$50.000,00 de prêmio cada uma, os competidores precisam se classificar através de uma das provas filiadas.

Ainda, além de toda essa agitação por ser uma prova em formato nunca realizado antes, os organizadores estão produzindo uma série de documentários, em formato reality show, com os 12 treinadores selecionados para a ‘prova do milhão’. Enquanto se preparam para a competição, são captados em imagens para o programa ‘The Last Cowboy’, que vai ao ar nos Estados Unidos pela Paramount Network.

Para poder sancionar o The Run For A Million, a National Reining Horse Association, associação que regulamenta a modalidade de rédeas nos Estados Unidos, criou uma categoria, a Categoria 13. Portanto, para fins de ranking, os prêmios recebidos como premiação no evento não contarão para a soma de ganhos vitalícios dos treinadores, visto que o formato da prova limita participação. O Freestyle Invitational foi aprovado como Categoria 9, e a Non Pro e o Rookie Championships, como Categoria 11.

Por Luciana Omena
Fonte: Quarter Horse News
Foto: Equine Chronicle

Escreva um comentário