Com US$216.126,61 somados no ranking mundial do ‘cowboy completo’, laçador é um dos nomes fortes do rodeio

Tuf Cooper, que é de Weatherford, Texas, acrescentou outro marco ao seu currículo quando estabeleceu recorde da PRCA por dinheiro ganho em uma temporada antes da National Finals Steer Roping. Com o fim da temporada regular, Tuf tem US$ 89.427,00 no ranking mundial dessa modalidade. O recorde anterior era de 1998, de Guy Allen, US$ 87.927,00.

“Eu só fui a cerca de 30 rodeios este ano competindo no Steer Roping. Quebrar um recorde de ganhos é impressionante para o nosso esporte de uma forma geral e para nossa modalidade. Isso significa que as coisas estão melhorando. Eu realmente aprecio todos os rodeios que têm o Steer Roping na programação”, comentou.

Tuf Cooper PRCA
Tuf Cooper

Em 2017, foi o primeiro ano de Cooper na modalidade. “Ainda estou começando. O grupo de laçadores desse esporte é um grupo de ótimos garotos. Eles são os ‘cavalheiros’ do esporte. E têm sido muito úteis para me ajudar a aprender as coisas”.

Por mais impressionante que ser essa façanha, o tetracampeão mundial não começou a temporada com uma meta específica, de buscar ganhos. “É sempre meu objetivo ser o melhor que posso todos os dias e em tudo o que faço”, disse Cooper.

O laçador está ansioso para voltar ao Clem McSpadden National Finals Steer Roping, no Kansas Star Arena, em Mulvane, Kansas, de 2 a 3 de novembro. Estará montando um cavalo que ele comprou recentemente de Cody Lee.

“Eu aprendi um pouco no ano passado. Então, estou ansioso para usar o que aprendi. Tudo acontece bem rápido lá, com apenas os 15 melhores do ranking. Também estarei sentado assistindo como Trevor (Brazile) se comporta em situações como essa. Para aprender e absorver e me tornar um laçador melhor. Ele é incrível com o que faz”.

Tuf Cooper PRCA
Tuf Cooper

Trevor Brazile é 23 vezes campeão do mundo e cunhado de Tuf – Shada, sua irmã, é casada com Trevor. E é um privilégio ter essa ajuda especial dentro de casa. “Trevor realmente influenciou a que eu começasse no Steer Roping. Nós praticamos um pouco juntos. Foi ele que me mostrou o melhor caminho para me desenvolver mais no Steer Roping”.

Cooper e Brazile estão lutando pelo campeonato Mundial All-Around. Para estar nesse ranking, o competidor deve pontuar em pelo duas modalidades. Tuf, o atual campeão All-Around, lidera o ranking com US$216.126,61. Trevor tem US$190.159,69 e está em segundo lugar. No ranking de Steer Roping, Tuf também lidera, e Trevor é o quinto, com US$59.641,38. Os dois também disputam título no Tie-Down Roping.

“Competir é a minha coisa favorita sobre o rodeio”, disse Cooper. “Competir é exatamente o meu propósito de vida. É o que eu espero ansiosamente todos os dias quando acordo. Poder competir contra os melhores cowboys que já pegaram em uma corda é uma bênção e uma grande oportunidade.”

Tuf Cooper tem dez qualificações para a NFR (2008-15, 2017 em Tie-Down Roping, e 2017 para Steer Roping também), a 11ª acabou de ser confirmada em 2018. Seus quatro títulos mundiais foram em 2011, 2012 e 2014 no Tie-Down Roping, e em 2017 no All-Around. Ano passado, inclusive, distou ponto a ponto o título do Bezerro com o brasileiro Marcos Alan. Tuf ficou com o vice, enquanto Marquinhos sagrou-se campeão mundial.

Na PRCA desde 2008, Tuf Cooper já passou dos dois milhões de dólares em ganhos na carreira. Hoje com 28, seu primeiro milhão veio quando tinha apenas 23 anos. Vem de uma família do rodeio. Seu pai, Roy Cooper, é ProRodeo Hall of Fame e oito vezes campeão mundial; seus irmãos Clint e Clif também laçam (eles até já classificaram por dois anos os três para a NFR juntos); seu avô, Clifton Smith, foi campeão na década de 60; seu tio, Stran Smith, é campeão mundial de Bezerro também.

Por Luciana Omena
Fonte e Fotos: PRCA

Escreva um comentário