O The Run For A Million está marcado para acontecer entre 15 e 17 de agosto, em Las Vegas

Imagina você ser um entre 12 caras que disputam o prêmio de US$ 1.000.000,00? É verdade esse bilhete!!! Duas empresas se uniram e criaram o The Run For A Million, uma competição inédita de Rédeas, com um prêmio jamais visto na modalidade. E a atração principal será a disputa entre 12 dos melhores treinadores do esporte no mês de agosto, em Las Vegas, Nevada.

A ideia surgiu de Taylor Sheridan, cineasta e roteirista indicado ao Oscar, escritor de Veronica Mars, Hell Or High Water e Sicario, entre outros. Além de escritor e diretor do filme Wind River, Sheridan é o co-criador de Yellowstone, uma série de televisão da Paramount Network, que destaca cavalos western de performance.

Ele procurou a produtora Amanda Brumley, do Brumley Management Group, que promove três das maiores provas de Rédeas dos Estados Unidos – Reining By The Bay, Hight Roller Reining Classic e o Wild Card Reining Challenge. O Run For A Million será realizado no South Point Equestrian Center.

“O objetivo é apresentar a uma quantidade ainda maior de pessoas o mundo dos cavalos western de performance, apoiando todos aqueles que fazem da Rédeas sua grande paixão da vida”, comentou Amanda.

Casey Deary

Para definir quem seriam os 12 sortudos, os organizadores usaram como critério convidar treinadores que já ganharam acima de um milhão de dólares na carreira e estão no topo do ranking nos últimos três anos.

Então, para esse evento de estreia, disputarão o prêmio Andrea Fappani, Casey Deary, Shawn Flarida, Jordan Larson, Franco Bertolani, Jason Vanlandingham, Craig Schmersal, Tom McCutcheon e Duane Latimer. Para completar a lista, eles chamaram três treinadores de forma aleatória, que chamaram de Wild Card, Abbey Lengel, Cade McCutcheon e Matt Mills.

Para o brasileiro Franco Bertolani, é uma felicidade estar no meio de treinadores tão conceituados. “Nunca houve uma prova como essa antes. E eles estão fazendo um documentário também, já filmaram no NRBC. Ainda não sei que cavalo vou levar, mas a expectativa é grande. O evento está sendo bastante divulgado na mídia, para a Rédeas também está sendo de alta visibilidade. Estou muito contente de participar, é um evento de grande magnitude. Não é fácil se manter em um grupo de treinadores tão bons”.

Além dessa prova com premiação milionária, a programação conta também com um Shootout, prova aberta para cavalos e cavaleiros, com premiação de US$ 100.000,00. Os cinco primeiros na classificação final estarão garantidos na prova principal do ano que vem. Para as outras categorias – Rookie Championships, Non Pro Championship, com US$ 50.000,00 de prêmio – há uma forma de se classificar.

Franco Bertolani

Para participar da Rookie e da Non Pro, os competidores devem estar classificados por uma dessas provas: National Reining Breeders Classic, em Katy Texas (já realizada, classificados aqui); National Reining Horse Association Derby, junho, em Oklahoma City, Oklahoma; The Bill Bradley Reining Classic, julho, em Lexington, Kentucky; e Reining by the Bay, julho, em Woodside, Califórnia. A brasileira Renata Lemann irá tentar uma das vagas na categoria Rookie.

As especulações chegaram a ponto de algumas pessoas já estarem fazendo apostas sobre quais cavalos irão participar. Cada treinador do The Run For A Million poderá levar até três cavalos, podendo montar em qualquer um deles. Não há restrições de idade para o animal nem taxas de inscrição para os cavaleiros. Há quem palpite que cavalos ganhadores que já estão aposentados poderão voltar à pista para que o prêmio não escape.

Todo o evento tem aprovação da NRHA. Para Invitational Freestyle, também com US$ 50.000,00 de prêmio, os interessados devem enviar vídeos de apresentações anteriores para os organizadores.

Por Luciana Omena
Fonte: Quarter Horse News e The Run For a Million
Foto de chamada: Andrea Fappani

Escreva um comentário