Breakaway

Laçadoras de Breakaway Roping ‘afiam’ suas cordas durante curso

Em qualquer esporte, treino nunca é demais! Sobretudo no esporte equestre, em que as modalidades envolvem não só os atletas, mas também o cavalo e, muitas vezes, uma corda

Laçadoras de Breakaway Roping se reuniram no final do mês de junho para um curso da modalidade em Arealva/SP, ministrado pelo bezerreiro Marcos Nicolielo. Em meio à pandemia, com as provas ainda suspensas, foi oportunidade para aperfeiçoar técnicas ou aprender coisas novas.

O curso para as laçadoras de Breakaway Roping foi idealizado por Lucy Fazzio. “Como está tudo muito parado, muita gente não está nem treinando, tive a ideia de organizar esse curso em dois dias. Nunca tínhamos tido algo do gênero na região de Botucatu-Bauru e aproveitamos a proximidade do Marcos Nicolielo em Arealva para programar”, relata.

Com tudo definido e o curso lançado, em um espaço de 15 dias até a data, eles não esperavam uma adesão alta. “Em quatro dias todas as vagas foram preenchidas”, reforça Lucy. Acima de tudo, foi perceptível a evolução das participantes. “Foi muito bacana mesmo. Inclusive, uma moça do Acre, que estava acompanhando uma amiga, fez o curso e foi uma das que mais se destacou”.

Sem dúvida, pode montar novamente, girar corda e amealhar conhecimento deixou as laçadoras animadas e ainda com mais ritmo. Lucy conta que além dessa inscrição de última hora do Acre, receberam não só meninas da região como também de Minas e Paraná. Seguiram, acima de tudo, as normas de segurança como não compartilhar objetos pessoas, entre outras.

Por Luciana Omena
Crédito da foto: Divulgação

Veja mais notícias da modalidade Breakaway Roping no portal Cavalus

X