Com Chacote MFS, especialista em provas potência e seis barras, brasileiro ultrapassou 2,14m em prova na Europa

O cavaleiro top brasileiro Pedro Junqueira Muylaert, o Pepê Muylaert, comemorou grandes resultados. Assim, aproveitou bem a sua participação no Concurso de Salto Internacional 4* Equiseine Rouen, na França.

Pepê Muylaert foi vice na prova show de potência (salto em altura) com 11 participantes. Montando Chacote MFS, o arrojado brasileiro ultrapassou a limpo a incrível marca de 2,14 metros.

Assim como os franceses Dries Dekkers, montando Hippos van de Rostal, e Mathieu Billot, com Dassler. Em seguida os três cavaleiros foram para o desafio a 2,24m. Dries Dekkes e Hippos levantaram o público ao passar a limpo. Ademais, estabeleceram novo recorde da competição. O brasileiro e Billot acabaram cometendo um derrube.

“Para esse tipo de prova, eu conto com o Chacote MFS (foto). Sobretudo, é um cavalo que tem toda coragem e força do mundo. Ficou, portanto, meio especializado nesse tipo de prova. Acho que ele sempre pode fazer bons resultados. Fiquei muito feliz!”, comemora Pedro, que coleciona diversos títulos em potências e provas de seis barras (também de altura).

Pepê Muylaert é vice em potência a 2,14m na França
Foot Loose MFS

Outra boa classificação

No mesmo evento, Pedro foi vice na prova Internacional 4* Prêmio Nutriset 1.45/1.50m. Dos 66 conjuntos, 17 foram ao desempate.

O brasileiro montou Foot Loose MFS, um sela holandês filho de Baltic VDL Kwpn em Cavalier. Ao passo que registraram 41 segundo, garantindo o segundo lugar.

A vitória do francês Clement Boulanger com Vaya de Lacke, sem faltas, 40s46. Dries Dekkers ficou com o terceiro posto, com D&J Havanna, percurso limpo, 42s22.

“Estou muito feliz com Foot Loose, de propriedade da MFS. É um cavalo que eu pude escolher com toda calma, acho que ele tem toda qualidade. Só que ainda é verde, tem 9 anos, estamos entrando nas provas 1.45/1.50m”, reforça Pepê.

O cavaleiro planeja para o ano que vem começar a colocá-lo nos GPs. “É um cavalo que eu vejo um futuro e um potencial enormes pela frente. Só não queiro queimar etapas, dessa forma estou indo devagar com ele”.

Pepê tem 32 anos e integrou o Time Brasil nos Jogos Equestres Mundiais 2018 e em Copas das Nações. Estava na conquista do ouro em La Baule 2018.

Acesse outras notícias sobre Hipismo no portal Cavalus

Colaboração: Assessoria de Imprensa CBH
Fotos: Piexel Events