Fazia mais de uma década que um competidor do Paraná não vencia um dos principais rodeios do Estado. Outro destaque foi a marca de notas na casa dos 90 pontos

A noite de domingo, 10 de fevereiro, coroou um espetáculo chamado Fepeína. Consagrado como o melhor rodeio em touros do estado do Paraná, o evento fez jus a sua fama. A edição 2019 da Festa do Peão de Douradina proporcionou quatro noites de montarias de alto nível na arena, colocando frente a frente os melhores touros e competidores da atualidade.

Reunindo alguns dos melhores competidores da atualidade, o evento contou com uma seleção de animais dos planteis da Cia. Paulo Emílio, 2M – Marcondes Maia e Califórnia, o que fez com que a cada montaria, além de talento e força, fosse exigido muito mais garra e perseverança dos competidores.

Fepeína
Adriano Ventura

Comprovando o alto nível dos animais escalados, durante as quatro noites os animais atingiram 50 vezes a nota individual igual ou superior a 45,00 pontos, atingindo um índice recorde de 43% de avaliações consideradas excelentes. Com isso, apesar do alto nível dos atletas, os touros saíram vitoriosos em mais de 61% dos duelos. Em contrapartida, os competidores também atingiram outro recorde, obtendo notas acima de 90,00 pontos em 19 montarias durante o evento.

Liderando desde a primeira noite, Adriano Ventura chegou à final com uma impressionante média de 91,06 pontos e era um dos dois únicos competidores invictos. Em sua última montaria, o paranaense de Nova Olímpia não obteve nota, mas a vitória já estava garantida. Ele conquistou sua primeira fivela nesse evento somando 364,25 pontos. O campeão só foi derrotado pelo touro Bicho Mineiro (2M – Marcondes Maia), um dos animais mais difíceis da atualidade e também um dos mais caros da história do brasileiro.

Fepeína
Fotos: Miroka

Com o título, Ventura quebrou um jejum de 12 anos sem vitórias de competidores do Paraná na arena de Douradina. A segunda colocação foi do sul-mato-grossense Anderson de Oliveira, que obteve a maior nota da final e somou 361,00 pontos. O prata-da-casa Ailton Leonardo Brito terminou em terceiro lugar, seguido de Luiz Gustavo Cozine e Eric Henrique Domingos, que completaram o pódio. 

Assim como o grande campeão, o jovem Ailton Leonardo também foi destaque, chegando invicto a final da competição. Competindo em casa, ele somou pontos importantes para o ranking da Ekip Rozeta, que lhe abrirá as portas para montar em outras etapas.

O comentarista e presidente da Ekip Rozeta, Enrique Moraes parabeniza e agradece a todos os membros da diretoria por mais um ano de parceria.“Só tenho a agradecer a confiança de cada um que acreditaram no meu trabalho pelo oitavo ano. Obrigado ao presidente Nicolas, vice-presidente William, os diretores de rodeio Rodrigo Martins e Matheus Sossai, ao Zé Peão, em especial ao prefeito João Jorge Sossai e ao vice-prefeito Tatinha”, declarou.

Outras informações e resultados completos de todos os dias: www.ekiprozeta.com.br.

 Colaboração: Agência PrimeComm

Escreva um comentário