Rodeio é um dos mais tradicionais do circuito brasileiro

O maior consenso sobre a origem da palavra Guaxupé é que seja um termo de origem indígena, significando caminho das abelhas. Outra etimologia possível é caminho de guaxe, através da junção dos termos tupis waxi (guaxe) e pé (caminho). Do tupi gwa + xu pé também é o nome de um tipo de abelha selvagem sem ferrão. Com uma economia onde a base da atividade é agrícola, a cidade possui mais de 200 propriedades rurais.

E é nesse contexto que acontece o Guaxupé Rodeo Festival como parte da programação da Expoagro há 44 anos. O balanço dos organizadores comemora edição histórica. Realizado entre os dias 6 e 7, e 12 a 15 de julho, o GRF destaca o último sábado como histórico para o evento.

O grande público lotou as dependências do Parque de Exposições e prestigiou todas as atrações da noite, permanecendo na pista, camarotes e arquibancadas até o final dos shows. Pela primeira vez, o recinto esteve lotado até às nove horas da manhã do domingo, embalados pelo Dennis DJ no palco principal.

“Todas as noites tivemos um ótimo público, mas este sábado superou todas as nossas expectativas. Sabíamos que os três shows programados – Gustavo Mioto, Gusttavo Lima e Dennis DJ – iriam rolar até altas horas, mas não imaginávamos que a presença de todos continuasse até a manhã de domingo”, ressalta Mário Guilherme Perocco Ribeiro do Valle, o Maé, presidente da Expoagro.

Figura querida no rodeio e presente nas maiores festas do gênero, Maé reforça que já estão acostumados com esse comportamento do público no Camarote Prime, onde os convidados sempre amanhecem o dia. “Agora na festa em si foi a primeira vez. Foi uma sinergia muito especial entre o Dennis DJ e todos presentes, que resultou neste dia histórico para a Expoagro. Só temos que agradecer ao artista que entrou no clima e não se importou com o horário de término do show e ao público que não arredou pé da festa até o som acabar”.

O primeiro final de semana ficou reservado somente para a exposição e shows musicais, enquanto o segundo teve como atração principal o rodeio. A abertura da final, no domingo, 15 de julho, apresentou os finalistas nas duas modalidades e com uma emocionante oração do locutor Joseph Prado, os trabalhos foram iniciados.

Gabriela Ribeiro

As primeiras a conhecerem os resultados de 2018 foram as amazonas dos Três Tambores. Gerenciada pela MZ Eventos Equestres, de Miguel Zambon, a prova feminina do rodeio contou com 35 inscritas. “Mais uma vez foi uma honra comandar a prova de Tambor em um rodeio tão bacana como esse. A prova foi muito boa, a qualidade técnica e o nível das competidores competidoras inscritas superaram as expectativas. E isso é bom para o público, que torceu bastante”, conta Miguel.

Oito competidoras disputaram o título na categoria Jovem, sem passar por classificatória e final. O tempo somados das três passadas valeu para classificação. Penúltima em pista, Gabriela Ribeiro, representante da mineira Pratinha, foi a mais rápida com o tempo de 15s225, levando a fivela de campeã GRF com a menor somatória de tempos: 30s699.

Lara Bonani

Na sequência, a categoria Feminina apresentou as dez finalistas, que passaram antes também por duas classificatórias e duas semifinais, nas manhãs e noites de sexta e sábado. A prova de Três Tambores foi realizada de 13 a 15 de julho. A líder da competição, Lara Bonani, de Araraquara/SP, confirmou o favoritismo com o tempo mais baixo da categoria, 15s279, conquistando assim o seu primeiro título na festa mineira. Ela somou 45s765. As paulistas dominaram o resultado final dessa modalidade, já que as dez finalistas eram do Estado.

Fábio Brás

A final das Montarias em Touros, com etapa válida pelo campeonato da Ekip Rozeta, finalizou o Guaxupé Rodeo Festival. Dos dez finalistas, os oito primeiros colocados estavam com uma pontuação bem apertada e mínima diferença, ressaltando a importância da última apresentação para a definição do grande campeão.

Vice-líder do rodeio, Fábio Brás, de Naviraí/MS, montou no touro Ouro Branco (Cia Marcelo Tomateiro) e tirou a maior nota da última noite, 88,25 pontos. Com a somatória de 348,75 pontos, ele ficou esperando a apresentação do líder Gabriel Henrique Santos, que não conseguiu pontuar. Fabio levou então o título para o estado sul-matogrossense. Apenas Fabio, Natanael Henrique Biribili, o segundo colocado, e Luiz Felipe da Silva, terceiro, encerraram o rodeio com quatro paradas em quatro touros.

Fábio Brás

Antes da premiação no pódio dentro da arena, o vídeo de encerramento da Expoagro 2018 emocionou os presentes, com um resumo de tudo que aconteceu este ano, assim como entrevistas feitas com os cantores elogiando a festa mineira.

Colaboração: Assessoria de Imprensa
Fotos: André Monteiro/Expoagro Guaxupé

Escreva um comentário