Team Roping

Inauguração da pista coberta do Rancho Mombuca foi show!

Local com tradição no Quarto de Milha tem agora espaço para ampliar os eventos realizados oferecendo estrutura diferenciada para a região

O Mombuca Team Roping Classic aconteceu de 11 a 13 de maio em Itatiba/SP com a presença de 820 inscritos e uma premiação de R$ 35 mil. A família Duprat é um legado para o cavalo Quarto de Milha, há mais de 30 anos no meio, dirige um local que além de abrigar cavalos em treinamento e provas, também é um restaurante de comida regional, com algumas noites de música sertaneja ao vivo. Respiram 24 horas o mundo equestre e são de importância fundamental para o fomento do cavalo, não só na região deles. Seu Zé, dona Ana, Maria, João, Julia e agora os netos/filhos são o alicerce do Mombuca.

Com toda essa tradição e credibilidade, não podia ser diferente o sucesso do Mombuca Team Roping Classic, recebendo público entusiasmado e competidores de alto gabarito. “Fizemos a prova para a inauguração da pista coberta do rancho e foi um sucesso! Bastante gente veio e todo mundo gostou do que viu. Foi bem legal por termos conseguido montar uma ótima estrutura e só ouvimos coisas boas. A pista coberta aqui do Mombuca veio para somar na região. Acredito que vai dar uma alavancada nos eventos equestres por aqui, pois agora temos uma estrutura que não existia”, conta João Duprat, laçador e responsável pela parte de treinamento de cavalos de Laço.

Família Duprat na abertura da prova

A meta agora é fazer cada vez mais eventos, de todas as modalidades, provas, leilões, o que for, desde que seja ligado ao cavalo. “Queremos animar e fomentar os negócios em torno do cavalo aqui na nossa cidade, trazendo gente de todos os lugares”. A pista tem 40m de largura por 80m de comprimento, e a cobertura, feita em tempo recorde de 50 dias, tem 40×50. O rancho conta ainda com 32 cocheiras, duas pistas – a coberta e mais uma, o restaurante no estilo western, em uma área de 23 alqueires.

Pódio HC 5, 6 e 7
João Duprat e Adriane Passos (Cavalus)

Entre os campeões, categoria Aberta, a melhor dupla foi Juninho Positel e Cassiano, com média de 7s04. Marquinhos Moraes e Germano Cavalheiro marcaram o menor tempo da categoria, 5s31. Na categoria paras as somatórias 5, 6 e 7, a melhor dupla foi Washinton Stocco (Carneiro) e Thiago Picalho com média 5s76. O menor tempo foi de Nei Freitas e Pescoço, 4s61. Para os handcaps 2, 3 e 4, a melhor dupla marcou média de 6s05. A premiação de primeiro lugar foi para Investigador e Marcelo Lupi. Leonardo Elias com Gui Farias e a dupla campeã ficaram com o menor tempo da categoria, 5s89. Os primeiros e segundo lugares de cada categoria levaram para casa motos 100cc ‘zero’ km. Foram premiados até quinto lugar em cada uma.

“Só tenho a agradecer a todo mundo que veio e prestigiou nosso evento e também aos patrocinadores Taurus Trailler, Slide, Qualy, Duprat Saddlery, Tomahowkes Ropes, Boots Horse e MZ Eventos.”

Por Luciana Omena
Fotos: Dani Venturini