A entidade vem regendo a modalidade no Brasil há alguns anos

 Associação Nacional de Laço Individual, em 2018, encerrou o ano com um saldo positivo dos eventos promovidos pela entidade. O Campeonato Nacional e o Potro do Futuro trouxeram uma maior valorização aos competidores de Laço Individual no Brasil.

E durante o evento houve a troca da diretoria com mudanças. O empresário e laçador Fábio Luís Parizi, que está nesse meio há 30 anos, assumiu a presidência da ANLI. “Assumir a ANLI é uma tarefa de muita responsabilidade, mas ao mesmo tempo de muito prazer. Poder contribuir para que o Laço Individual evolua e se fortaleça a cada ano”.

Ele conta que são dois desafios que julgam ser fundamentais para a modalidade. “E o mais importante deles é a regulamentação de leis que nos dê respaldo jurídico para o esporte”, destaca Fabio. Ele enfatiza que a ABQM está totalmente engajada no estudo técnico que está sendo feito com os bezerros, com resultados muito positivo até o momento.

“A ANLI, através dos vice-presidentes Carlos Eduardo Pedrosa Auricchio, Valdomiro Poliselli Junior e Dr. Gustavo Bertocco, está fazendo um trabalho importantíssimo junto a outros setores ligados aos esportes equestres. E também vem atuando em uma articulação política, que serão fundamentais neste processo”.

O segundo desafio, de acordo com Parizi, é passar credibilidade e confiança aos que ainda tenham alguma dúvida. Dessa forma, a Associação se fortalece e se une cada vez mas. “Terminamos o ano de 2018, com a Prova Técnica e Potro do Futuro de alto nível. Uma final emocionante de assistir e elogiada por todos os competidores que estavam no Rancho Quarto de Milha. Então, vejo o Laço Individual hoje em um momento muito positivo, com um modelo de campeonato aprovado pela grande maioria dos competidores”, reitera.

A adesão de quase 100% em todas as provas é outro destaque. Para este ano, ANLI mudou o Handicap para categorias 1, 2, 3 e categoria Aberta. Criou o Card Feminino, Mirim e Contribuinte, além do Card Competidor. Ainda, implantou um bônus para as provas credenciadas que seguirem as regras ANLI. Que são: Handicap ANLI, Laçada Limpa, Arrasto de no máximo quatro metros e bem-estar-estar animal.

“Na Final, teremos um prêmio especial para o Master mais bem colocado em sua respectiva categoria. Também para o melhor Estreante na categoria Aberta. Daremos também uma atenção especial ao Breakaway Roping Feminino e Mirim”.

Ele pede a confiança de todos na certeza do que “os que estão à frente da Associação são pessoas apaixonadas pelo Laço Individual. Dentro de nossas possibilidades faremos o melhor. Penso que o caminho para o sucesso da modalidade é a união. Então peço a todos que façam a sua parte, no sentido de apoiar, participar. Em um futuro próximo, podemos ser uma modalidade de referência”, finalizou.

Fique por dentro: @anli_oficial e www.anli.com.br.

Por Equipe Cavalus
Foto: Dott’s Shotts Photography

Escreva um comentário