O objetivo do campeonato é movimentar os Três Tambores entre RJ, MG e ES, e ainda levar toda emoção dos rodeios para as provas

Parceiros desde o início do Circuito Barrel Racing Brasil, a família do Haras Eternal Pep Dun – Paulo Alvarenga e Luciana Capdeville -, acolheram a última etapa da temporada 2018. A oitava prova do ano do BRB aconteceu de 2 a 4 de novembro, junto com a etapa da AMCT, em Capim Branco/MG.

Foi a última etapa antes da grande final. Para as competidoras, a última chance de conseguir se posicionar entre as 15 melhores na categoria Feminina e entre as cinco na Mirim no ranking geral. Para quem acompanhou o campeonato todo, estavam em jogo os últimos pontos a serem distribuídos para a classificação final do BRB.

Barrel Racing Brasil
Pódio Feminina

E ninguém queria perder uma chance se quer. As líderes do ranking, em sua maioria, são do Rio de Janeiro. E foram até Minas em busca de pontos importantes, que podem fazer toda diferença na decisão do título.

“Nesse momento, mesmo quem já está classificada, não podia bobear. Então as meninas participaram para melhorar ainda mais sua posição no ranking. E para quem ainda não estava com a vaga assegurada, essa foi a chance”, contou Débora Castilho, fundadora do BRB.

Barrel Racing Brasil
Luciana Zica

Para essa oitava etapa, só nas categorias do BRB, foram realizadas um total de 67 passadas. “Como sempre tem acontecido, foi mais uma prova bastante apertada, que reuniu na mesma pista as principais competidoras mineiras e cariocas. Como valia muito mais que apenas a classificação da etapa, os pontos decisivos para chegar à final, acho que as meninas se concentraram ainda mais e foi uma prova linda”.

Criado em 2012 com o intuito de levar para a região de Minas – e que depois se estendeu para Rio e Espírito Santo – um formato diferenciado para as provas, o BRB realiza a cada etapa duas classificatórias – sexta e sábado – e a final no domingo, para as categorias Feminina e Mirim. E faz questão de manter todo aquele clima de rodeio, com abertura antes das passadas, oração, a entrada das meninas na arena.

Na noite de sexta-feira, 2 de novembro, quem obteve o melhor tempo da categoria Feminina foi a competidora de Belo Horizonte, Luciana Zica. Com Erinia B Fire, representando a Fazenda Santa Helena, da cidade vizinha, Matozinhos/MG, ela marcou 17s462 – o melhor tempo do final de semana, inclusive.

A Fazenda Santa Helena estava com tudo e outra representante marcou o segundo melhor tempo da primeira passada. Marina Monteiro, 17s527, com Carolina Dashin ID. No BRB Mirim, o destaque da primeira noite foi a competidora Maria Eduarda Marques, em conjunto com Agilita Doc, cravando 18s398.

Barrel Racing Brasil
Maria Clara

Para estar na final de domingo, as competidoras tiveram que dar seu melhor na segunda passada, realizada na noite de sábado, 3 de novembro. Obteve o melhor tempo da Feminina a competidora Priscila Castro, que montando Spirit Lide marcou 17s901. Na Mirim, quem levou a melhor na noite de sábado foi a competidora Maria Clara Almeida, 18s538, com ST Sugar Bee.

A final de todas as etapas do BRB acontece sempre aos domingos, a abertura da programação é sempre com a decisão do BRB. “E esse foi o momento em que realmente ficamos sabendo quem classificou para a disputa do título da temporada. Os resultados, aliás, deram outra reviravolta no ranking geral, o que deixou tudo ainda mais emocionante”, reforçou Débora.

Quem venceu em Capim Branco foi Luciana Zica. Com Erinia B Fire, animal com quem fez o menor tempo da primeira passada, a soma dela foi de 34s113. Em segundo lugar ficou Marina Monteiro, Carolina Dashin, 35s356, seguida por Marina Muradas, Top Fly Jay, 35s701. “É importante ressaltar que as três primeiras da Feminina representaram a Fazenda Santa Helena, e seu treinador José Aparecido”.

Ludimila Santiago, que lidera o ranking, e tem ido bem em todas as etapas, nessa não chegou à final e não pontuou. Mas ela mantém sua posição, chegando à decisão como uma das favoritas, 680 pontos. Na sua ‘cola’ está Andrea Bosi, que veio alternando na liderança durante o ano. Andrea também não pontuou, mantendo 670 pontos.

Barrel Racing Brasil
Ludimila Santiago

Priscila de Castro e Fernanda Ventura foram as únicas do Top 10 do ranking que pontuaram na oitava etapa. Luciana Zica, com a vitória, entrou na zona de classificação e fará a final daqui algumas semanas.

No BRB Mirim, não houveram muitas surpresas. Maria Clara Alves da Silva, com ST Sugar Bee, foi a campeã dessa oitava etapa. Ela somou 36s714 para ficar com o primeiro lugar. Maria Eduarda Barreiro Marques subiu no segundo lugar do pódio. Com Agilita Doc, somou 36s930. As duas duelam pelo título de 2018. Duda lidera com 480 pontos e Maria Clara está em segundo, com 470 pontos.

Para definição do ranking, as competidoras puderam descartar seus dois piores resultados. “Com o critério de descarte de duas etapas esse ano, a final se torna mais apertada ainda, deixando as primeiras colocadas com a diferença de poucos pontos umas das outras. Desse modo, nada está decidido”, finaliza Débora.

Barrel Racing Brasil
Maria Eduarda

Resultados completos no SGP Sistema. A decisão da temporada 2018 do BRB acontece de 22 a 24 de novembro, no Centro Hípico de Sapucaia, em Sapucaia/RJ. Tenha acesso a todas as informações: Facebook: Barrel Racing Brasil.

Por Luciana Omena
Fotos: BRK – Bruno

Escreva um comentário