Três Tambores & Seis Balizas

Belinha Flit Liuti um destaque nas pistas de Três Tambores

Publicado

⠀em

Atleta de destaque do Haras Liuti que vem fazendo uma campanha irreparável em pista na sela de sua proprietária Gabriella

A égua é de uma constância incrível nas pistas e mostrou para que veio, honrando o sangue de campeões. Filha de Lider da SM, garanhão que está entre os 15 melhores do Brasil nos Três Tambores, e Bela Flit ZD, matriz consagrada do Haras Liuti, que desapareceu precocemente, deixando em Belinha Flit Liuti um legado e tanto.

“A Belinha faz parte da primeira geração de potros do Haras Liuti. Na época ainda éramos novos no meio do Quarto de Milha, criávamos pouco por ano. Logo após o falecimento da Bela, que foi a égua que nos fez ter essa grande paixão pelos Três Tambores e que na época foi o maior sofrimento para toda família, lembro como se fosse hoje”, conta emocionada Gabriella.

Os pais dela chegaram em casa, após a cirurgia, na qual ela morreu durante o procedimento. “Meus pais choravam, eu e meus irmãos também. Depois do nascimento da Belinha e do Luffy, que foram os dois filhos que ficaram da Bela, pois não tivemos tempo de tirar mais embriões, animamos novamente. Graças a Deus ambos se tornaram muito bons, principalmente a Belinha, que é o clone de alma da mãe dela, somos muito gratos”.

Belinha Flit e Gabriella Liuti

Belinha Flit é uma égua que gosta do que faz e quando entra em pista não tem para ninguém. Sua garra e determinação são admiráveis, além de ter formado um conjunto harmonioso com Gabriella em sua sela.

“Costumo dizer que a Belinha é uma égua de coração gigante. Eu sinto e sei o esforço dela e o quanto ela gosta do que faz. É uma égua que nunca precisou nem ao menos de usar espora, ou qualquer tipo de correção. Ela faz por instinto próprio, parece que nasceu com o dom. E como dito anteriormente, ela é do mesmo jeitinho que a mãe dela era, parece que a Bela voltou, mas em outro corpo”, salienta Gabriella.

A atleta foi iniciada no tambor por Edgar Ribeiro de Almeida, depois foi treinada pelo Ronildo Filho. Na sequência, e até hoje, está com o Ademir Pereira, treinador do Haras Liuti que fez um trabalho dedicado a prepara-la para a sela de sua proprietária.

“Sou muito grata a ele pelos resultados que tenho com ela, foi ele quem se preocupou em deixá-la apta para eu montar, de uma forma com que fosse mais fácil para mim. Tivemos paciência e depois de um bom tempo acertamos, mas nunca desistimos. Dando uma atenção especial também ao seu esforço com todos os nossos cavalos, que da mesma forma que deixou a Belinha apta a mim, deixou todos os nossos cavalo do mesmo jeito”, agradece ao seu treinador.

Belinha Flit Liuti soma ganhos de R$65.878,00 em prêmios pelo SGP Sistema até o momento, tendo diversos títulos em sua carreira, inclusive com quatro tempos na casa dos 16 segundos e os projetos para ela é continuar em pista e ir para a reprodução dando continuidade a essa genética.

“Gostaria de agradecer imensamente a minha família, nós sempre fomos e somos muito unidos, todos nós amamos os cavalos. Não sabemos viver sem esses animais, eles fazem parte da nossa vida. Meus pais sempre nos incentivaram muito a competir, a treinar, mesmo nas fases que não vamos bem, sempre temos o apoio incondicional deles. Gostaria de agradecer também a toda equipe do Haras Liuti, cada pessoa que trabalha em casa faz um trabalho maravilhoso, independente do que seja, é essencial para o resultado que estamos tendo nas pistas, por fim e não menos importante, a todas as pessoas queridas que torcem por nós”, finaliza Gabriella.

Haras Liuti

O Haras Liuti foi construído em 2007. A família começou no Hipismo em 2006, porém Roberto e Mary Liuti queriam que os filhos montassem em casa ao invés de irem para outros lugares, então o local que era apenas um sítio, se transformou no Haras.  E logo o Quarto de Milha foi inserido na vida deles pararam de saltar e ficaram apenas no Tambor.

“Viciamos pelo mesmo motivo que as pessoas que entram nesse meio, normalmente ficam. Pela emoção que é proporcionada, pela competitividade saudável, pelas pessoas que podemos considerar como a família do cavalo que temos tanto carinho. É um mundo mágico, o que foge da nossa realidade de vida, é o que nos dá mais prazer. Nós trocamos qualquer viagem por uma prova”, conta Gabriella.

O Haras é representado em pista por dois jovens amadores: Gabriella Liuti e Victor Liuti, que já conquistaram um currículo de peso levando o Haras Liuti a reconhecimento nacional, entre eles: Congresso ABQM, Nacional ABQM, Copa dos Campeões ABQM, Potro do Futuro, Grand Prix Haras Raphaela, Copa WV, Copa Brasil, títulos e campeonatos regionais, entre outros.

E tudo isso não se conquista só, para isso o Haras Liuti tem uma equipe de profissionais dedicados, formada por:  Ademir – treinador, Claudemir – gerente, Fran e Jhow – manejo, Fiíca e Ademara – manutenção, Thainá – ajudante, Dra. Vanessa – fisioterapeuta, Dr. Alfredo Pocci – veterinário esportivo, Dr. Caio –  clínico geral e reprodução, Dr. Thiago Salício – reprodução, Túlio – Podólogo e Guilherme – ferreiro.

Os projetos do Haras Liuti são continuar com uma produção de qualidade, animais para amadores e reproduzir suas principais éguas com garanhões de renome e genéticas comprovadas.

“Nossa pretensão é de continuar o foco em animais para as competições e com resultados significantes nas categorias amadoras. O nosso foco não é resultado em categorias abertas, nós gostamos de ter presença em pista e de resultados para nós mesmos. Temos a nossa pequena reprodução anual e continuaremos na criação das nossas melhores éguas, temos um enorme prazer em criar e ter a satisfação de ver os nossos potros nas pistas um dia.”

Por Verônica Formigoni
Fotos: Fernando Castelhano

Três Tambores & Seis Balizas

Três Tambores: a paixão pelo esporte que move gerações

Pai e avô incentivaram as atletas Ana Carolina Laurini Cardozo e Ana Laura Savini Gomes a competirem na modalidade

Publicado

⠀em

Três Tambores a paixão pelo esporte que move gerações

Ana Carolina Laurini Cardozo, 36 anos, e Ana Laura Savini Gomes, 17 anos, são duas mulheres, de gerações diferentes, mas que compartilham, além do nome, a mesma paixão: os Três Tambores. Como resultado, elas vêm se destacando nas principais provas da modalidade no país.

Enquanto Ana Carolina iniciou no esporte por influência do pai, Lemão Laurini, de Araraquara (SP), Ana Laura – que mora a cerca de 150 km, em Botucatu (SP) – foi a responsável por introduzir toda a família na modalidade que, de acordo com ela, é a mais apaixonante e viciante do mundo equestre. Tanto que sua irmã mais nova, de 11 anos, também se tornou competidora.

Três Tambores a paixão pelo esporte que move gerações
Ana Carolina Laurini Cardozo

“Conheci os cavalos e a modalidade por intermédio do meu pai. Ele foi um dos pioneiros do cavalo Quarto de Milha na minha cidade, onde fundou a Sociedade Hípica. Assim, tive a oportunidade de conhecer as modalidades e me apaixonei pelos Três Tambores”, conta Ana Carolina, que começou a competir com 4 anos de idade.

Já Ana Laura, apesar de ter tido contato com os cavalos desde os dois anos, por intermédio do avô, que sempre a levava para andar a cavalo, iniciou nos Três Tambores em 2017, quando foi visitar um haras. “Minha família sempre gostou de cavalos, mas ninguém nunca fez nenhum esporte relacionado. Comecei a competir no Hipismo com quatro anos e no Tambor aos 13”.

Desde o início de suas carreiras, as competidoras de Três Tambores reúnem diversos títulos em pista. Inclusive, ambas colecionadoras de tempos na casa dos 16 segundos.

Ana Carolina é Tricampeã de Barretos, Tetracampeã ANTT, Campeã do Grand Prix do Haras Raphaela, Bicampeã do Congresso Brasileiro do Quarto de Milha e Bicampeã Divina Expo. “Meu menor tempo em pista oficial é 16s702. Já em rodeios, onde as pistas não são padrão, meu menor tempo marcado foi de 11 segundos”, acrescenta a competidora.

Mesmo com apenas quatro anos em campanha, Ana Laura também já tem um currículo vasto na modalidade: Campeã do Congresso Brasileiro do Quarto de Milha 2018, Campeã Nacional do Quarto de Milha 2018, Campeã Copa dos Campeões do Quarto de Milha 2018, Campeã do Grand Prix Haras Raphaela 2018 e 2022 e Campeã do Rodeio de Americana 2019, sendo o seu menor tempo registrado de 16s762.

Sonhos e apoio dentro do Três Tambores

“Pretendo continuar praticando os Três Tambores até ficar bem velha”, conta Ana Carolina. “Constância e vitórias”, frisa Ana Laura sobre os seus sonhos dentro da modalidade. Atualmente, tanto Ana Carolina quanto Ana Laura vestem a mesma camisa, afinal, fazem parte do Botupharma Team.

Já Ana Laura está há 3 anos no time. “Estou com a Botupharma me apoiando desde o início, praticamente, há 3 anos. Os produtos são os melhores no mercado, atendem todas as necessidades e diariamente eu vejo melhora com os animais. Sempre com o resultado esperado, grata demais em fazer parte desse time”, finaliza a jovem.

Por Grupo Cavalus Comunicação

Fotos: Divulgação

Mais notícias no portal Cavalus

Continue lendo

Três Tambores & Seis Balizas

Dez provas simultâneas de Três Tambores movimentaram o país neste final de semana

São Paulo, Acre, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Goiás, Sergipe, Mato Grosso, Bahia e Maranhão receberam eventos mostrando a força da modalidade no Brasil

Publicado

⠀em

Dez provas simultâneas de Três Tambores movimentaram o país neste final de semana

Quem gosta de Três Tambores deve ter observado que neste final de semana ocorreram dez provas simultâneas em nove estados diferentes. São Paulo, Acre, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Goiás, Sergipe, Mato Grosso, Bahia e Maranhão receberam etapas que movimentaram o esporte nos quatro cantos do país. As provas distribuíram quase R$ 187 mil em prêmios e reuniram 4.773 inscritos.

Segundo o presidente da National Barrel Horse Association (NBHA), Abelardo Peixoto, existem alguns fatores importantes que contribuem para o crescimento do Três Tambores, dentre eles o fato de a modalidade agregar pessoas de todas as idades, desde crianças até idosos, e com isso envolver toda a família participando das provas.

“Hoje, o Três Tambores é o esporte que mais cresce no país. O esporte está oferecendo premiações vantajosas, fazendo com que o cavalo de Tambor seja não apenas um hobbie, mas um investimento. Isso tem elevado o nível competitivo das provas, o fomento da qualidade das pistas, os treinadores estão se aperfeiçoando e isso sem contar os atletas. Hoje, temos crianças com 9 anos batendo tempo de profissionais”, comenta Peixoto.

Ainda de acordo com o presidente, o Três Tambores é reconhecido como esporte hípico e está na Confederação Brasileira de Hipismo (CBH), e estes fatores também colaboram para o crescimento do esporte. “A NBHA vem trabalhando para fomentar o campeonato Brasileiro de Três Tambores, homologado pela CBH. Para 2023 vamos incluir outras categorias, engrandecendo ainda mais nosso esporte”, complementa.

Três Tambores pelo país

A etapa com o maior número de inscritos foi 1ª Prova Rancho RPZ, realizada entre os dias 2 e 7 de agosto, no Rancho RPZ, em Sinop (MT). A prova reuniu 1.432 inscrições, sendo 232 animais e 160 competidores.

Na categoria Tira Teima, o conjunto Juan Luiz de Chico e Frenchmans Cartel (Frenchmans Guy x Racing Cartel) conquistou o menor tempo da prova 16s77, levando para a casa o título da categoria.

Já a prova com a maior premiação foi a 1ª Etapa do Campeonato NOPQM 2022/2023, realizada de 4 a 6 de agosto, no Haras Terra, em Narandiba (SP). A competição distribuiu R$ 103.720,00 mil em prêmios, reuniu 337 animais e 169 competidores.

Marinaldo Aparecido Pegos Souza montando Designer By Signed (Designer Red X Catchme By Signed) fez o menor tempo da etapa 16s349. A dupla ainda sagrou-se campeã na categoria Tira Teima.

No estado baiano, foi a vez do Bahia Fort Barrel Show, realizada entre os dias 4 e 7 de agosto, no Rancho Bahia Fort, em Vitória da Conquista (BA). A prova contou com 284 inscrições, 72 animais e 52 competidores em busca da premiação de R$ 31.326,00.

No GP ABQM, Lucas Chaves dos Santos na sela de Buena Times FV (Santiago Times MRL X Europa Lider Leo) fizerem o menor tempo da etapa, 17s228, conquistando o título da categoria.

Já no Acre, a capital do estado Rio Branco recebeu no dia 3 a Prova de Três Tambores NBHA Acre. Realizada no Parque de Exposições da cidade, a etapa contou com 156 inscrições, 74 animais e 55 competidores.

Nesta etapa, o menor tempo ficou na categoria Iniciante. Lorena Morais de Souza montando King Shady Fame (Shady King Times EK x In Ta Fame) cruzou a pista com o tempo de 17s377, conquistando ainda o título de grande campeã.

E teve ainda estado que realizou pela primeira vez um campeonato da modalidade apoiado pelo núcleo estadual da NBHA. A 1ª Copa Horse Time, realizada de 5 a 7 de agosto, no CT André Lopes, na cidade de Paço do Lumiar (MA).

A etapa contou com 261 inscrições, 113 animais e 105 competidores em busca da premiação distribuída de R$ 20.758,00.

“A Horse Time foi surpreendente! Foram três dias regados de novas esperanças para o esporte no Maranhão, trazendo uma injeção de ânimo àqueles que estão longe dos grandes centros do esporte. Maranhão precisava de algo novo e assim estamos nessa batalha pelo crescimento e divulgação da modalidade”, frisou David G. Silva, presidente da NBHA MA

Isso mostra que mais uma vez, a modalidade de Três Tambores mostra a sua força e presença por todos os cantos do país. Os resultados completos de todas as provas podem ser conferidos no site SGP.

Por Camila Pedroso. Grupo Cavalus Comunicação

Fotos: Divulgação / Hugo Lemos

Mais notícias no portal Cavalus

Continue lendo

Três Tambores & Seis Balizas

Copa 3DM de Três Tambores acontece na próxima semana no Haras Raphaela

Entre os dias 8 e 14 de agosto, o complexo recebe a etapa que distribuirá mais de R$ 250 mil em prêmios

Publicado

⠀em

Copa 3DM Potro do Futuro 2022 agita o Haras Raphaela

A 3ª edição da Copa 3DM – Potro Brasil será realizada de 8 a 14 de agosto, no Haras Raphaela, em Tietê (SP). Conjuntos de vários estados entrarão em pista em busca da premiação de mais de R$ 250 mil.

Idealizado pelo Haras 3DM, a prova contemplará 20 categorias de Três Tambores, cada uma com uma premiação exclusiva.

“Nossas expectativas são as melhores possíveis. Esperamos mais de 2 mil inscrições, o que torna nossa prova ainda mais competitiva e emocionante”, afirma Flávia Cajé, uma das organizadoras da prova.

A Associação Nacional dos Três Tambores – ANTT realizará uma etapa bônus do Circuito RAM ANTT durante a Copa 3DM Potro Brasil, valendo pelo ranking das categorias Feminino e Mirim no campeonato.

“Este será o terceiro ano consecutivo em que a ANTT participa da Copa e temos boas expectativas, e com toda certeza, o evento irá mostrar novamente porque é uma referência entre as provas equestres do Brasil,” ressalta Cajé.

Leilão Haras 3DM

Além das emoções na pista, no dia 12 (sexta), será realizado o primeiro Leilão Haras 3DM e Convidados. O arremate é resultado de anos de seleção genética do criatório, e muita experiência dentro e fora das pistas. “É com grande alegria, e muito orgulho de nossa trajetória no mundo do cavalo Quarto de Milha que realizamos o nosso primeiro leilão. Foram anos de seleção genética, experiência em pista e fora dela, aprendizado, construção de amizades importantes para nossas vidas e maior que tudo isso, a nossa paixão pelos cavalos”, enfatiza Maricy David Miante, do Haras 3DM.

Serão ofertados 37 lotes, além de coberturas dos garanhões de destaque do criatório: Cades Tres Seis HRZ (Tres Seis x ST Lena Star) e ST My Victory (Victory Fly VM x ST Sukita). O catálogo online pode ser acessado no site da WV Leilões.

O leilão será transmitido pela WV Leilõies, terá Agnaldo Agostinho no comendo do martelo e Assessoria de André Marri.

As inscrições para todas as categorias da Copa 3DM – Potro Brasil podem ser realizadas através do site www.sgpsistema.com

Por: Camila Pedroso

Colaboração: Assessoria de Imprensa ANTT

Fotos: Beto Negrão

Mais notícias no portal Cavalus

Continue lendo

Três Tambores & Seis Balizas

NBHA Brazil incentiva os futuros atletas dos Três Tambores de forma lúdica

A Associação estará presente no Campeonato Nacional do Quarto de Milha com a prova do Tamborzinho e a animação do Tamboreco, o mascote oficial dos Três Tambores

Publicado

⠀em

NBHA Brazil incentiva os futuros atletas dos Três Tambores de forma lúdica

A National Barrel Horse Association (NBHA Brazil) possui um trabalho árduo de fomento do esporte, atuando principalmente com as crianças e jovens, e nessa edição do Campeonato Nacional do Quarto de Milha, a Associação mais uma vez estará presente no Parque de Exposições Clibas de Almeida Prado, em Araçatuba (SP) para realizar seu trabalho.

“Estamos muito felizes com mais essa parceria com a ABQM, marcando presença nos três principais eventos da Associação, levando interação para as crianças”, comemora Abelardo Peixoto, presidente da NBHA.

Para a 45ª edição, a NBHA desenvolverá pela segunda vez no evento a prova do Tamborzinho, uma adaptação da prova tradicional, em que um circuito com três tambores é montado e as crianças, montando cavalinhos de pau, devem percorrer o trajeto determinado.

Tamboreco da NBHA

Além da prova do Tamborzinho, a Associação estará com seu estande promovendo ações de integração com as crianças e o universo do cavalo.

Outro personagem muito querido pelas crianças e que marcará presença na Nacional é o Tamboreco. O mascote animará os pequenos durante os 11 dias de provas.

“Queremos integrar a família do cavalo, independente da modalidade, o que importa é trazer cada vez mais as crianças a este universo. Promovemos bate-papo com os pequenos, gincanas, tudo para que este amor pelo cavalo seja despertado nelas”, enfatiza Peixoto.

Abelardo ainda afirma que “as crianças são o futuro do esporte e precisamos estimulá-las. E o resultado dessa brincadeira é impressionante. Despertamos nelas o interesse pelo cavalo, que é o nosso objetivo”, finaliza Abelardo Peixoto.

Saiba mais sobre a NBHA Brazil acesse o site da associação e siga as redes sociais.

Por: Camila Pedroso

Fotos: Verônica Formigoni

Mais notícias no portal Cavalus

Continue lendo

Três Tambores & Seis Balizas

Censo dos Três Tambores no 45º Campeonato Nacional da ABQM

Luciano Rodrigues, cavaleiro e pesquisador realizou uma pesquisa sobre o cenário dos Três Tambores no Nacional

Publicado

⠀em

Senso dos Três Tambores no 45º Campeonato Nacional da ABQM

Esta semana está iniciando o 45º Campeonato Nacional do Quarto de Milha, na cidade de Araçatuba (SP). Este evento contará com provas em 18 modalidades. Dentre elas, uma das mais concorridas é a de Três Tambores.

Analisando a Lista de Entrada apenas da modalidade de Três Tambores (Aberta, Amador e Paratambor), podemos ter informações importantes sobre a atividade e seu rumo.

Metodologia

Para esta estatística, foram utilizados a lista de inscrições divulgadas pelo site da Associação Brasileira dos Criadores de Cavalo Quarto de Milha (ABQM) na página do 45º Campeonato Nacional ABQM. Os dados em PDF foram transformados em arquivo Excel, na qual, podem ser analisados pelas seguintes categorias: animal, cavaleiro(a), filiação (reprodutor e reprodutora), criador, proprietário, cidade e estado.

Para a base de dados não foram filtrados nomes duplicados, como o caso do Sidnei Junior que aparece 18 vezes na lista, o que pretendemos é analisar sobre o número de inscrições, não importando se há animais ou cavaleiros(as) que correram mais de uma vez.

Ao todo foram 2.247 inscrições da modalidade de Três Tambores, nas categorias Aberta, Amador e Paratambor, não está sendo utilizado os dados dos treinos, AQHA, Future Cash e Superstake.

Cavaleiros

Ao todo são 525 cavaleiros nos Três Tambores, entre profissionais e amadores, destes, *Décio Talon lidera 33 inscrições, seguido de Edson Carlos da Rosa Santos com 26 inscrições e Vinicius Fraga Morais com 23 inscrições.

*Em suas redes sociais, Décio Talon anunciou ontem (14) que não poderá participar do Nacional em virtude de uma lesão no menisco. Hoje (15), o atleta passará por uma cirurgia no joelho. Desejamos melhoras e uma boa recuperação.

Animal

Passarão pela pista de Araçatuba 870 animais, entre cavalos e éguas, na modalidade de Três Tambores. Contrário aos cavaleiros(as), nos animais há uma maior fragmentação, sendo os que mais irão correr, no máximo 6 vezes.

Grande parte deles sendo montados por amadores (irmãos) e outros por profissionais nas categorias Abertas e seus proprietários na categoria Amador.

Reprodutor e Reprodutora

Uma coisa é sabido, se quer ter um grande reprodutor ou uma grande reprodutora, não basta ser bom, tem que ter quantidade. E neste critério os criadores trabalham no incentivo de seus animais, principalmente com resultados em pista. Porém, quanto mais animais competindo, maior a probabilidade de vencer.

Sempre foi assim, estatísticas anteriores confirmam isso, não basta qualidade, quantidade é necessário, e se esta quantidade está conciliada com bons cavaleiros(as), ai a conta bate. Uma andorinha sozinha não faz verão.

Tudo conciliado com o tempo, tempo de maturação do reprodutor e reprodutora, já falamos isso em outro matéria, mínimo de 20 anos para um reprodutor ou uma reprodutora ganhar destaque no cenário nacional.

E no 45º Campeonato Nacional confirma isso, se eles estão no topo do ranking da ABQM é porque em pista estão se destacando. Neste ano, El Shady Zorrero terá 205 possibilidades de ganhar a fivela, seguido de Dash Ta Fame com 171 inscrições, e Aim Ta Fame com 144 inscrições.

Nas reprodutoras, destaque para Miss Fortunes Fool com 26 inscrições, seguido de Belle Sana Lince com 21 inscrições e de Slash Trouble ZD com 20 inscrições.

Criador

Dos 351 criadores, a Fazenda Caruana é a que mais apresenta animais de sua criação, ao todo são 112 inscrições, seguido do Haras ST, do sr. Márcio Tolentino, com 85 inscrições, e em terceiro Eduardo Kucinski, do Haras Two Brothers, com 82 inscrições.

Aqui destacamos o trabalho dos criadores na produção de seus garanhões e matrizes, tendo um impacto nos seus números, principalmente no ranking de pontuação da raça Quarto de Milha, como o caso do El Shady Zorrero e Aim Ta Fame.

Proprietário

Tem se 456 proprietários, grande maioria participando 2 ou 3 vezes em diferentes modalidades. Isso pode ser interpretado da seguinte forma: o Campeonato Nacional é composto em sua maioria por pequenos proprietários, um evento familiar, que pensa em vencer as provas, mas não tem compromisso com o sistema de pontuação da ABQM, caso contrário é dos criadores, estes sim se preocupam no desempenho de seus animais.

A proprietária com maior número de inscrições é Nadiesda Menegatti Coutinho, do Haras N3, com 29 inscrições, seguido pelo Haras Raphaela com 28 inscrições e por Luiz Possatto e Maricy Oliveira David Miante com 25 inscrições.

Cidade/Estado

São competidores(as) de 204 cidades, representando 19 Estados do Brasil. Estas cidades/estados se referem a localização do competidor na qual foi cadastrado nos sistemas da ABQM, assim, nada impede, que o competidor esteja morando em outra cidade.

Como exemplo, Mariana Jubran, em algumas inscrições aparece pertencendo a cidade de Nova Odessa, todavia, o MJ Ranch, onde está sua criação e o centro de treinamento está localizado na cidade de Avaré (SP).

Outro dado que não pode passar despercebido é o número de participações por cidade, estes números não indicam que há, nestes municípios, o maior número de competidores, como o caso da cidade de Tietê, com o maior número de inscrições, porém grande parte destas inscrições são da família Rugolo, do Haras Raphaela, como vimos nos dados de proprietários. Assim como Nova Odessa, que são em grande maioria do Sidnei Junior e da Mariana Jubran, estando os dois morando em Avaré.

Estas informações são importantes para registrar as regiões e territórios onde há maior peso da modalidade, apresentando as associações onde deve haver maior incentivo nas modalidades. Como o caso do Rio Grande do Sul, que não tem nenhum representante da modalidade, mesmo estando tão perto de Araçatuba.

Uma possibilidade partiria da descentralização da ABQM em provas unicamente em Araçatuba, criando sistemas realmente nacional, com etapas regionais, estaduais, e ai sim um nacional.

Desta forma poderíamos avaliar de fato o campeão nacional, haja visto que muitos ficam de fora da competição por motivos de gastos na logística. Imagina um competidor ter que se deslocar 4 mil km, trazendo um animal, para correr uma prova de 17 segundos. Vale a pena?

Nesta centralização muitos ficam de fora. Neste ponto a ABQM poderia aprender com a ABCCC, na qual realizam credenciadoras para a grande final em Esteio (RS), no Freio de Ouro. E se criássemos as credenciadoras estaduais, criando mais eventos e mais recursos financeiros, e numa final tivesse uma ajuda de custo para aqueles que estão distante de Araçatuba?            

Alguma coisa tem que ser pensada, pois estamos falando de umas maiores modalidades da ABQM, pior estão as modalidade sem tanto peso, como Conformação, Maneabilidade e Velocidade, Cinco Tambores, entre outras.

Colaboração: Luciano Ferreira Rodrigues Filho

Cavaleiro e Pesquisador | Haras Dom Herculano

Foto e Gráficos: Divulgação

Mais notícias no portal Cavalus

Continue lendo

Três Tambores & Seis Balizas

Etapa da EAPIC da ANTT tem mais uma vitória de Ana Carolina Cardozo e Maria Eduarda Ribeiro

Publicado

⠀em

ANTT

A 47ª edição da EAPIC de São João da Boa Vista (SP) sediou uma etapa do Circuito RAM ANTT. A prova foi realizada nos dias 08, 09 e 10 de julho no Recinto de Exposições José Ruy de Lima Azevedo e contou para a 13ª Etapa Regular da Temporada 2021/2022 do campeonato promovido pela Associação Nacional dos Três Tambores. 

Tradicional no calendário do principal campeonato de Três Tambores do país, este foi o décimo ano de parceria entre a EAPIC e a ANTT, no evento que é um dos maiores do setor agropecuário do interior paulista. 

Pela categoria Feminino, a líder do ranking Ana Carolina Cardozo conquistou mais um título e encerrou a etapa com a somatória de 45s900 em conjunto com HFM Chile Shiners. A atual tetracampeã nacional foi a melhor nas classificatórias e chegou à final na liderança para confirmar sua quarta vitória nesta temporada e aumentar ainda mais sua vantagem na primeira colocação do campeonato. 

Dona do melhor tempo da final em conjunto com Guaxumba Moreleo ENC, Maria Manuela Nogueira conquistou o segundo lugar da etapa, seguida por Eduarda Peres que terminou em terceiro com Crazy For Cash. A quarta colocação foi de Jéssica Natany dos Santos que montou Mere Gray Times 2N, enquanto Gabriela Sávio completou o pódio montando Lek Lek Pep na quinta posição. 

Categoria Mirim da ANTT

Entre as pequenas estrelas da categoria Mirim, Maria Eduarda Ribeiro dominou a etapa para conquistar sua terceira vitória na temporada e também aumentar ainda mais sua vantagem na liderança do ranking. A amazona chegou a última noite na liderança da prova e novamente marcou o melhor tempo em conjunto com Magestic Rancho RR para totalizar 46s558. 

Brilhando em mais uma final, Mariana Castro de Lucca conquistou a segunda posição da etapa em conjunto com Sheza Olena Question e foi seguida por Rafaela Crevellari com Miss More Leo em terceiro e Ana Carolina Savini em quarto com Fit To Fly Shining. Caroline Niero com Spunky Hill completou o pódio na quinta posição. 

Classificação Final Circuito RAM ANTT– Etapa EAPIC

Categoria Feminino 

1 – Ana Carolina Cardozo – HFM Chile Shiners – 45s900 

2 – Maria Manuela Nogueira – Guaxumba Moreleo ENC – 46s258 

3 – Eduarda Peres – Crazy For Cash – 46s544 

4 – Jessica Natany – Mere Gray Times 2N – 46s717 

5 – Gabriela Savio – Lek Lek Pep – 46s910 

6 – Barbara Fernandes – El Lider Zorrero – 47s022 

7 – Maria Eduarda Gomes – Porsche Victory LW – 47s485 

8 – Lorena Zanini – Nanda Firewater – 47s576 

9 – Maria Eduarda Gonçalves – Trouble Ta Fame ZD – 51s075 

10 – Ana Laura Savini – B2B Noa Carat Rolls – 51s308 

Categoria Mirim 

1 – Maria Eduarda Ribeiro – Magestic Rancho RR – 46s558 

2 – Mariana Castro de Lucca – Sheza Olena Question – 49s040 

3 – Rafaela Crevellari – Miss More Leo – 49s255 

4 – Ana Carolina Savini – Fit To Fly Shining – 151s836 

5 – Caroline Niero – Spunky Hill – 153s188 

Por: Assessoria de imprensa

Fotos: Divulgação

Mais notícias no portal Cavalus 

Continue lendo

Três Tambores & Seis Balizas

Copa Haras Turato recebe etapa do Circuito RAM ANTT

Ellen Sayuri foi a campeã da Categoria Feminino e Maitê Uehara Lima na categoria Mirim

Publicado

⠀em

Copa Haras Turato recebe etapa do Circuito RAM ANTT

A Associação Nacional dos Três Tambores (ANTT) realizou no Haras Turato, em Nova Independência (SP) uma etapa do Circuito RAM ANTT, valendo pontos para as categorias Feminino e Mirim. As competições ocorreram durante a última das seis etapas da 3ª Copa Haras Turato, realizada de 30 de junho a 03 de julho. 

A Copa Haras Turato vem crescendo a cada ano e se tornou uma referência na região do extremo oeste paulista. O evento aconteceu na pista do Haras Turato que também é referência em qualidade e segurança nas provas da modalidade e inclusive é o local onde foi registrado um dos recordes mundiais dos Três Tambores no início deste ano. 

“Este foi nosso primeiro ano de parceria entre o Circuito RAM ANTT e o Haras Turato e estamos felizes por fazer parte deste evento, e principalmente, por ter esta prova em nosso calendário”, disse Flávia Cajé, presidente da ANTT. 

Dominando a prova do início ao fim, Ellen Sayuri foi a campeã da Categoria Feminino ao totalizar 33s727 em duas passadas. Em conjunto com Designer by Signed, a jovem estrela da ANTT marcou o melhor tempo tanto na classificatória (16s808) quanto na grande final (16s919), garantindo o título de forma incontestável. Este foi o 16° título de Ellen Sayuri pela ANTT, sendo o quinto na Categoria Feminino, além das 11 vitórias na Categoria Mirim, onde também foi a campeã nacional em 2018. 

A segunda colocação ficou com Maria Fernanda Luizari, que fez conjunto com TheGod S Queen LVB e totalizou 33s957. Ela foi seguida pela vice-líder do ranking, Ana Laura Savini que fez conjunto com B2B Noa Carat Rolls e ficou em terceiro lugar, Leila de Oliveira com Black Jack Fame EK em quarto e Donata Prata Volpon com Sheza Fame Corona EK na quinta posição. 

Categoria Mirim no Circuito RAM ANTT 

Pela Categoria Mirim, a vitória foi de Maitê Uehara Lima, que conquistou seu primeiro título no Circuito RAM ANTT. Em conjunto com Dama Nina Steel JRMN, a pequena estrela foi a segunda melhor nas classificatórias, mas ao marcar 17s528 na final, o melhor tempo da categoria, garantiu a vitória totalizando 35s502. 

Mantendo o bom desempenho das últimas etapas, Ana Carolina Savini terminou a etapa em segundo lugar em conjunto com Fit To Fly Shining, enquanto Mariana Castro de Lucca com Legacy of Firewater foi a terceira colocada. Completando o pódio da categoria até 12 anos, Pietra Stabile garantiu a quarta colocação com Bage Play Oroite e Vitória Finati Hara foi a quinta colocada com By Unna ZD. 

Circuito RAM ANTT Etapa Haras Turato 

Categoria Feminino 

1 – Ellen Sayuri – Designer By Signed – 33s727 

2 – Maria Fernanda Luizari – Thegod S Queen LVB – 33s957 

3 – Ana Laura Savini – B2B Noa Carat Rolls – 34s165 

4 – Leila de Oliveira – Black Jack Fame EK – 34s182 

5 – Donata Volpon – Sheza Fame Corona EK – 34s198 

6 – Maria Beatriz Pereira – Aruba Dunt It NSL – 34s227 

7 – Kelly Caroline – VPJ Fontana Pop – 34s802 

8 – Maiara Oliveira Alves – JJ King Tux B2B – 39s532 

9 – Sarah Abdalla – FSL Capri Ta Fame – 40s489 

10 – Mirela Fagionato – Jay King Filly – 44s008 

Categoria Mirim 

1 – Maitê Amy Uehara – Dama Nina Steel JRMN – 35s502 

2 – Ana Carolina Savini – Fit To Fly Shining – 36s392 

3 – Mariana Castro de Lucca – Legacy of Firewater – 42s554 

4 – Pietra Stabile – Bage Play Oroite – 46s013 

5 – Vitória Finati Hara – By Unna ZD 137s619 

Por: Assessoria de imprensa

Fotos: Hugo Lemes

Mais notícias no portal Cavalus

Continue lendo

Três Tambores & Seis Balizas

16s109 é o novo Recorde Mundial dos Três Tambores!

Order A Victory LW (Victory Fly X Slostartfastfinish) e Edson Carlos da Rosa Santos cruzaram a pista do Rancho Mariana com essa incrível marca e agora detêm o novo recorde mundial dos Três Tambores

Publicado

⠀em

Recorde Mundial

16s109. Com essa marca incrível, o conjunto Order A Victory LW (Victory Fly X Slostartfastfinish) e Edson Carlos da Rosa Santos bateram o recorde mundial dos Três Tambores, ontem (23), no 2º Top Show Rancho 2020, evento promovido pelo Rancho 2020, no Rancho Mariana.

O conjunto competia na categoria Senior, oficializada pela ABQM, com mais 88 conjuntos que brigavam para cumprir o desafio proposto por Fabio Vieira da Silva, do Rancho 2020: “quem quebrar o recorde mundial nesse evento vai ganhar um prêmio extra de R$ 100.000,00!”, desafiou Silva.

E o desafio foi cumprido com maestria! Com mais de 100 passadas na casa dos 16s, e mais de R$ 375 mil em ganhos segundo o SGP Sistema, Order A Victory LW, de criação e propriedade da FNSL, e montada por Edson Carlos da Rosa Santos, não só aceitaram o desafio, como baixaram muito esse tempo.

Novo recorde mundial dos Três Tambores

O conjunto tem no seu currículo entre os diversos títulos dois de campeãoes consecutivos no Congresso Brasileiro da ABQM, na categoria GP ABQM Castrado.

Fabio Vieira da Silva, do Rancho 2020, promoveu o desafio com o intuito de fomentar as provas de Três Tambores e conseguiu o resultado. Mas, este número ainda pode baixar, visto que o campeonato vai até domingo e o desafio é válido para todas as categorias.

A Arena Coberta do Rancho Mariana é considerada pelos conjuntos como uma das pistas mais rápidas e seguras do Brasil. Trabalhada por Rogério Souza, profissional que é aluno e seguidor do norte-americano Jim Kiser, maior especialista em pistas do mundo.

Top Show Rancho 2020, uma realização do Rancho 2020, organizado pela N eventos Equestres e MAX Assessoria em Eventos e tem como Juizes Oficias da ABQM os experientes Eugenio Scatena e Marcos Clapis.

Quem sabe até domingo vem mais surpresas por ai! Vamos ficar na torcida!

Histórico do recorde mundial

Décio Talon e IN Love Fame HR (El Shady Zorrero x Cheyenne Fame I AM), animal de criação do HR, detinham o recorde mundial dos Três Tambores com o tempo de 16’213, conquistado na categoria Tira Teima, durante o Grand Prix, realizado em março último.

Anteriormente, o recorde pertencia a outro conjunto brasileiro Sidnei Pereira da Silva Júnior e Prime Fishers MCM (Fishers Dash x Prime Henryetta), detinham o tempo de 16’313, conquistado na categoria Tira Teima, durante a 4ª Etapa da III Copa Haras Turato, em Nova Independência/SP, realizado em janeiro último.

Essa não foi a primeira vez que Sidnei Júnior bateu o recorde mundial. Em 2019, na pista de Maringá/PR, montando Game Boy EK, ele bateu o recorde mundial com o tempo de 16’374.

Em 2021, Evelino Rocha e Rollin IN The Fame tomaram o posto de Sidnei, com a marca de 16’369.

Estamos cada vez mais próximos da casa dos 15s. Será que os conjuntos atingem essa marca ainda esse ano? Vamos aguardar!

Por: Camila Pedroso

Vídeo: Beto Negrão

Mais notícias no portal Cavalus

Continue lendo

Três Tambores & Seis Balizas

Super Semana do Tambor recebe 1ª Etapa do Campeonato Brasileiro de Três Tambores

Composto por cinco etapas, prova é chancelada pela Confederação Brasileira de Hipismo

Publicado

⠀em

Três Tambores

A primeira etapa do Campeonato Brasileiro de Três Tambores (CBTT), realizado durante a 8ª Super Semana do Tambor, entre os dias 11 e 19 de junho, no Haras Raphaela, em Tietê/SP, marcou a história da modalidade.

Essa retomada carimba uma nova etapa do campeonato, agora mais estruturado e com a chancela da Confederação Brasileira de Hipismo (CBH), fazendo parte do quadro de modalidades da confederação.

“A CBH está pronta para se aproximar ainda mais dos Três Tambores, essa modalidade tão importante ao esporte equestre nacional e internacional, e o retorno do CBTT tem muito a agregar à modalidade, competidores e criadores. É uma vitória para todos os envolvidos!”, comemorou Pedro Cordeiro, Diretor Técnico da Confederação Brasileira de Hipismo.

O projeto do Campeonato Brasileiro de Três Tambores é composto por cinco etapas que irão acontecer juntamente as grandes provas da modalidade no segundo semestre de 2022.

As categorias que ranqueiam para o Campeonato Brasileiro de Três Tambores são a GP, Feminino e Amador. Vale a mesma passada da prova correspondente a etapa, tendo uma classificação separada aos que se inscreverem.

Primeira etapa do Campeonato Brasileiro de Três Tambores

A NBHA Brazil que tem um papel fundamental de fomento aos Três Tambores, e através de Abelardo Peixoto, abriu as portas da Super Semana do Tambor para o início do CBTT.

“Somos grandes apoiadores do esporte e a retomada do Campeonato Brasileiro para nós é muito importante, pois traz ainda mais força a modalidade”, enfatizou Abelardo Peixoto.

Nesta primeira edição do Campeonato Brasileiro de Três Tambores, quase 50 atletas se inscreveram para participar da prova, reunindo muita emoção e adrenalina na pista do Haras Raphaela.

Na categoria GP NBHA, 16 atletas se inscreveram para participar da etapa e o conjunto Rodrigo Fernandes de Oliveira e Cades Tres Seis HRZ (Tres Seis X St Lena Star) foram os grandes campeões com o tempo de 16s607.

Sidnei Pereira Jr e Ritoca Zorrero Fame (Aim Ta Fame X Zorrero Shady) ficaram em segundo, seguidos por Ailson Ferraz Leão e Top Ram ZD (Top Firewater X Twister Seis IM).

Confira o Top 10 da categoria GP NBHA

  1. Rodrigo Fernandes de Oliveira e Cades Tres Seis HRZ
  2. Sidnei Pereira Junior e Ritoca e Zorrero Fame
  3. Ailson Ferraz Leão e Top Ram ZD
  4. Sidnei Pereira Junior e Boniquita Zorrero
  5. Wadson Otavio Barbosa de Souza e Glow Ta Fame
  6. Sidnei Pereira Junior e Fishers Bruby Dash
  7. Abelardo Itamar Peixoto Junior e Proud Ta Fame G2
  8. Sidnei Pereira Junior e Every Day Red Agae
  9. Cristiano Carvalho Nunes e Winner Fiesta 4M
  10. Wadson Otavio Barbosa de Souza e Beliska Roxa

Na Amador, 16 conjuntos se enfrentaram em busca da vitória que foi para Fabiana Camargo Damásio e ST Treissete (Tres Seis X St Cajuina). O conjunto cruzou a pista do Haras Raphaela em 16s816, levando o título de Campeão.

Caroline Rugolo e Candy Famous (Dash Ta Fame X Sweetest Effort) foram os Reservados Campeões, seguidos por Hugo Cesar Ribeiro e Potira Dashn Zorrero (EL Shady Zorrero X Dashn Ta Fashion).

Confira os Top 10 da Categoria Amador

  1. Fabiana Camargo Damasio e ST Treissete
  2. Caroline Rugoloe Candy Famous
  3. Hugo Cesar Ribeiro e Potira Dashing Zorrero
  4. Caroline Rugoloe BJR Gabinete Fameway
  5. Francielle Stephany Rozzatti e Blond Ta Fame
  6. Louise Rugoloe Snow Lider Stones QM
  7. Renata Lauck Souza e Game Boy EK
  8. Ludmila Martins Santiago e WV Crown To Red
  9. Ludmila Martins Santiago e Loveyou Fortunes OFV
  10. Leticia Frezzarin Fae de Vasconcelos e Heartland Agae

E na Feminina, 14 atletas se inscreveram e o conjunto Louise Rugolo e Snow Lider Stones (VF Modan Red Stones X Nevada Lider FV) foram os grandes campeões com o tempo de 16s919.

Louise ainda conquistou o título de reservada campeã com Kinder Fame Kl (Dash Tol Fame X Nataly Trouble LH) e o terceiro lugar ficou com o conjunto Renata Lauck Souza e Game Boy EK (Aim Ta Fame X See Me Gone Guys).

Confira os Top 10 da Categoria Feminina

  1. Louise Rugolo e Snow Lider Stones QM
  2. Louise Rugolo e Kinder Fame KL
  3. Renata Lauck Souza e Game Boy EK
  4. Fernanda Carvalheiro e Mayfamous Made BG
  5. Ludmila Martins Santiago e Loveyou Fortunes OFV
  6. Francisca Elenir dos Santos Forte e ST Kish
  7. Leticia Frezzarin Fae de Vasconcelos
  8. Caroline Rugoloe Candy Famous
  9. Louise Rugolo e Star Bryan Fame HH
  10. Caroline Rugolo e BJR Gabinete Fameway

Próximas etapas do Campeonato Brasileiro de Três Tambores

2ª etapa – Copa 3DM – 9 a 14 de agosto

3ª etapa – Potro do Futuro WV – 6 a 11 de setembro

4ª etapa – Grand Slam Cutter – 1 a 6 de novembro

5ª etapa – VS Festival Indoor – 28 de novembro a 4 de dezembro

Por: Equipe Cavalus Comunicação

Fotos: Rodrigo Monteiro /Horse Trade

Mais notícias no portal Cavalus

Continue lendo

Três Tambores & Seis Balizas

ANTT fecha final de semana com duas etapas

34ª Festa do Peão de Americana e a 8ª Super semana do Tambor receberam etapas do Circuito RAM ANTT

Publicado

⠀em

ANTT

Dando sequência a temporada 2021/2022, no último final de semana, o Circuito RAM ANTT, realizado pela Associação Nacional dos Três Tambores (ANTT) esteve presente em dois eventos. Nos dias 17, 18 e 19 de junho, foi realizada uma etapa na 34ª Festa do Peão de Americana, um dos principais Rodeios do Brasil, enquanto que nos dias 18 e 19 também aconteceu uma Etapa Bônus durante a 8ª edição da Super Semana do Tambor, realizada no Haras Raphaela, em Tietê/SP. 

Em Americana/SP, na Categoria Feminino, a vitória foi para Maria Eduarda Gonçalves, que conquistou seu primeiro título no Circuito RAM ANTT em conjunto com Trouble Ta Fame ZD. Com apenas 16 anos de idade, Maria Eduarda chegou à final na quarta posição, mas concluiu sua última passada com 17s884, o melhor tempo de domingo para assumir a liderança e vencer a etapa com a somatória de 54s077.

Mantendo a regularidade no último dia de competições, a atual tetracampeã nacional da ANTT, Ana Carolina Cardozo garantiu a segunda posição da etapa em conjunto com Cromo Down Jet WA e aumentou ainda mais sua vantagem na liderança do ranking em busca do quinto título nacional consecutivo. Esta foi o 10ª vez na atual temporada que Ana Carolina termina entre as cinco melhores de uma tapa, incluindo três vitórias.

No pódio pela segunda semana consecutiva, a jovem estrela da ANTT, Eduarda Peres terminou novamente em terceiro lugar com Crazy For Cash e subiu para o Top 10 do ranking. Maiara Oliveira Alves com JJ King Tux B2B fechou a etapa na quarta colocação se mantendo entre as cinco melhores do campeonato, enquanto Keila Mendonça montando Corona Red Fame completou a lista das cinco primeiras colocadas em Americana. 

Pela Categoria Mirim, Rafaela Crevellari também conquistou sua primeira vitória pela ANTT após chegar à final na liderança da competição e fazer uma passada segura para confirmar o título. Mesmo com o segundo melhor tempo de domingo a competidora de 11 anos venceu por conta da vantagem na somatória que havia conseguido nas classificatórias e totalizou 56s016 em conjunto com Miss More Leo. 

Eduarda Muller foi a segunda colocada da categoria em conjunto com Waikiki Agae e segue se aproximando do Top 5 do ranking em busca da classificação para a Final Nacional. Na sequência da classificação da etapa ficou Emylia Gabriela da Silva com Dashing Scrutinizer em terceiro lugar, a vice-líder do ranking Caroline Niero com Roma Barons em quarto lugar e a líder isolada do ranking da temporada, Maria Eduarda Ribeiro que ficou em quinto lugar com Luna Zorrero Dun It. 

“Foi uma grande honra para a ANTT poder voltar a arena de Americana e principalmente, com uma competição em altíssimo nível,” disse Graziella Agnes, vice-presidente da ANTT. 

ANTT na Super Semana do Tambor

Simultaneamente, algumas das principais estrelas da ANTT estavam presente na 8ª Super Semana do Tambor realizada no Complexo Haras Raphaela em Tietê/SP, que contou com uma Etapa Bônus do Circuito RAM ANTT. Este foi o sexto ano de parceria entre a NBHA Brazil e a ANTT.

Pela Categoria Feminino a vitória na Etapa Bônus foi de Fernanda Cavalheiro que fez conjunto com Myfamous Made BG e concluiu a prova em 17s120. A competidora que foi a primeira Campeã Nacional da ANTT e até hoje detém o recorde de campeã feminino mais jovem no campeonato, voltou a pontuar em grande estilo colocando mais uma vitória do Circuito RAM ANTT em sua galeria de troféus.

Em busca de pontos para se classificar para sua segunda Final Nacional consecutiva, Ludmila Santiago garantiu a segunda colocação na etapa em conjunto com Loveyou Fortunes OFV. Ela foi seguida por Letícia Faé, que ficou em terceiro lugar com CB Cheyenne Fire e pela campeã Nacional, Caroline Rugolo que ficou em quarto lugar com Candy Famous. A jovem estrela da ANTT, Maria Luiza Furlan completou o pódio com a quinta colocação em conjunto com Joey Ta Fame. 

Na Categoria Mirim, Lívia Camargo Ferreira conquistou sua segunda vitória na temporada ao concluir a prova em 18s019 com Crystale Fly KRM. Com mais esta vitória e seu quarto resultado entre as cinco melhores nesta temporada, a pequena estrela de apenas 10 anos deu mais um importante passo em busca de se classificar para sua primeira Final Nacional pela categoria.

A segunda colocação entre as jovens estrelas ficou com Maria Luíza Blásio, que se mantém no Top 5 do ranking após mais uma bom resultado em conjunto com Aamerican Machine. Completaram o pódio, Mariana Castro de Lucca na terceira posição em conjunto com Vera Fischer SR e Maria Luiza Furlan, que também havia subido ao pódio entre na Categoria Feminino e ficou na quarta colocação entre as Mirins em conjunto com Joey Ta Fame. 

“Gostaria de parabenizar ao presidente Abelardo Peixoto, ao Zé Cardoso e todos da diretoria da NBHA Brazil por mais essa edição de sucesso da Super Semana do Tambor e também agradecer por abrirem as portas do evento para o nosso campeonato por mais um ano, confirmando essa nossa parceria de longa data,” disse a presidente da ANTT, Flávia Cajé. 

Por: Assessoria de imprensa

Foto: Daniela Venturini/ Adilson Silva_Foto Perigo 

Mais notícias no portal Cavalus

Continue lendo

Categorias

COPYRIGHT © 2021 CAVALUS. TODOS DIREITOS RESERVADOS
ESSE SITE É PROTEGIDO PELO GOOGLE RECAPTCHA
POLÍTICA DE PRIVACIDADE | TERMOS DE SERVIÇO