Doma, iniciação, exercícios de como trabalhar os cavalos foram alguns pontos da Clínica

três tambores
Dito e Paulinho fizeram essa super clínica

A Associação Brasileira dos Treinadores de Tambor e Baliza – ABTB – promoveu, juntamente com o Haras Raphaela, um Curso de Três Tambores com Dito Monzinho e Paulo Araújo, de 3 a 6 de agosto, antecedendo a programação da 7ª Copa Brasil, 4º Potro Brasil e 5ª Super Semana do Tambor, no Haras Raphaela, em Tietê/SP.

Foram quatro dias de muito aprendizado. Na parte do curso com Dito Mozinho, foi abordada a doma de potros e trabalho para iniciação nos Três Tambores, com dicas e técnicas desde o manejo até exercícios diários, passando pela parte de embocaduras e muito mais.

Já na segunda parte do curso, que teve à frente Paulo Araújo, foi demonstrado e falado sobre o treinamento dos animais e competidores para os Três Tambores, como se preparar, que exercícios fazer antes de entrar em pista e o que influencia no desempenho do atleta.

A união desses dois profissionais nessa clínica mostrou toda a sequência correta para se ter um animal na mão e ser um futuro campeão nas pistas. Segundo a ABTB, o curso contou com 16 participantes entre montados e ouvintes e foi muito satisfatório todo o conhecimento passado por esses grandes profissionais do cavalo.

haras raphaela
Os participantes e seus diplomas

“O curso foi muito bom, todos puderam tirar um grande aproveito de tudo que foi passado, tanto pelo Seu Dito, com seu conhecimento ímpar na parte de doma, como com o Paulinho no treinamento“, expôs José Benedito Marciano, Ditinho, como é conhecido, diretor ABTB.

Silmara Castro, treinadora há dez anos, diz que o curso só acrescentou a cada um que que estava ali participando, que realmente teve muito conteúdo cheio de pontos importantes. “No meu ponto de vista, foi um curso muito técnico, passando detalhes que às vezes não damos muita importância, mas que na hora da prova fazem toda a diferença”, conta ela.

A treinadora enfatiza que no curso eles mostraram muito sobre movimentação. “Alguns cavalos mudaram totalmente o jeito de trabalhar, ficaram mais equilibrados e, ao mesmo tempo, relaxados na hora de fazer os exercícios”.

curso de tambor
Muito aprendizado em quatro dias de clínica

Ela destaca também a forma de trabalhar a cadência dos exercícios que foi usada para cada animal. “Achei muito importante, onde cada animal tem um treinamento diferente do outro, eles vão direto no ponto, sabem o que cada animal precisa para melhorar seu tempo na pista. Para mim fizeram toda a diferença os recursos que foram passados para correções, tanto dos movimentos dos cavalos, quanto no percurso”.

Silmara sabe que daqui para frente terá um tempo de adaptação. “Preciso praticar mais meus movimentos, estudar mais meus cavalos para saber o que eles precisam no momento”, finalizou.

No dia 7, a programação do evento incluiu um Workshop com 80 participantes, envolvendo palestras sobre, por exemplo, como usar a sela de maneira adequada e um bate papo com os profissionais Decio Talon, André Coelho e Evelino Rocha.

A Dra. Luli  Kratschmer falou de um assunto inovador: ‘Selas e Desempenho no Esporte’. Aluísio Marins, da UC, e Evandro Guerra, da Green Rider, também passaram seus conhecimentos sobre cavalos e pista de provas.

embocadura
Luli ao lado de um dos participantes mais ativos, Aluisio Marins, Evelino Rocha, Décio Talon, Evandro Guerra,
Tiago Camargo e Abelardo Peixoto

Ditinho ainda aproveitou para agradecer a presença de todos. “Agradecemos a todos os participantes do curso. A ABTB é uma entidade que está aberta a todos e procura em suas ações sempre o que posso agregar aos profissionais e amantes do esporte.”

Por Verônica Formigoni
Fotos: Cedidas

Escreva um comentário