O conjunto agora é dono do menor tempo da pista de velocidade do Parque de Exposições Clibas de Almeida Prado

“Quando adquiri o Django Red Agae ele tinha acabado de ganhar o GP no Congresso ABQM com 16s8 na sela da Petit [Herweg]. Era um cavalo muito bom e já tinha feito tempo na casa dos 16 segundos com quatro pessoas”, conta Rafaela Slaviero, do Haras 3S, de Curitiba/PR.

Com o filho de Castanho Red e Utility Horse Agae (por Charging Wrangler), a amazona foi, portanto, campeã da Copa dos Campeões na categoria Feminino e Feminino Castrado ao marcar 16s626. Esse tempo se configurou o menor do evento e o novo recorde da pista de velocidade do recinto de Araçatuba/SP.

Leia mais conteúdo do Quarto de Milha no portal Cavalus

As provas da 13ª Copa dos Campeões ABQM aconteceram de 6 a 13 de outubro, bem como o 40º Potro do Futuro, 5º Derby e 2º Juvenil do Quarto de Milha. Uma das sensações do evento, Rafa lembra que, no entanto, que quando começou a montar o animal não conseguia se acertar muito bem.

Premiação da Copa dos Campeões ABQM 2019 Feminino – Django Red Agae e Rafaela Slaviero

“Foi difícil me adaptar com ele e ele com o meu jeito. Tive que pará-lo por alguns meses para que ele voltasse a ficar 100% sadio. Então, ele fez mais um tempo na casa dos 16 com a quinta pessoa. Era meu treinador na época, o excelente profissional Marcos Bueno”.

Posteriormente, Rafa e Django começaram a melhorar, marcando tempos na casa dos 17s2, 17s0. Ainda assim, tinham mais erros do que acertos. “Porém, nunca desisti de montar nele e acreditar que um dia a gente conseguiria ir muito bem”, reforça a criadora.

A virada

Como resultado, depois de dois anos e meio, o treinador Celso Valetti passou a trabalhar os animais no Haras 3S. “Ao mesmo tempo, a melhora que eu tanto queria começou a aparecer e de forma mais constante. Na Copa SGP, com o Celso, ele marcou seu menor tempo até então, 16s7. E na mesma prova me presenteou com um 16s8 e um 16s6”.

Volta da vitória do conjunto campeão e recordista

Foi uma felicidade que transbordou! Então, chegamos a Copa dos Campeões ABQM desse ano. Logo na primeira passada, com Celso, o Django marcou 16s9 na Aberta. “Eu só estava classificada com ele no Feminino, então tinha apenas um tiro”, lembra Rafa.

A fim de não desperdiçar essa chance, a competidora conversou com seu treinador a respeito do momento. Conforme ela conta, queria aproveitar que o Django estava indo bem e a pista estava muito boa. Alguns cavalos tinham escorregado, a prova foi parada, o Octávio Faria do Rancho Faria, comandou uma arrumação geral, e melhorou muito.

“Sinceramente? Nunca achei que daria o menor tempo da pista. Ainda mais em uma prova como essa. O Django Red Agae é um fenômeno, fez 16 segundos com sete pessoas diferentes e me proporcionou uma felicidade que não existe!!”

 Sem dúvida, um feito e tanto! “Sou grata a Deus, à família 3S, ao Celsinho, e a todos os que estão me apoiando e mandando energias positivas. Nosso esporte está cada vez mais profissional e nós devemos nos dedicar ao máximo para darmos nosso melhor. Tudo tem sua hora e a hora de cada um chega sim!”

Por Luciana Omena
Fotos: Hugo Lemes