“Acho que o esporte vem crescendo bastante, mas precisamos de incentivo para novos competidores”

A história da criadora com os cavalos começou como ‘um toque de mágica’. “Digo que foi como um bichinho que nos picou. As crianças começaram a treinar Três Tambores e por incentivo de um cavalo, hoje temos uma criação”, conta Maricy Oliveira David Miante, 43 anos, de Americana/SP.

Para a visão deles, “tudo se tornou não tão grande, mas sempre bem selecionado. Um sonho que foi se tornando realidade com o passar dos anos. Nosso envolvimento com tudo do esporte foi aumentando cada vez mais. Hoje estamos 100% envolvidos com os nossos cavalos, nossa criação, as competições e tudo que envolve os Três Tambores”.

O nome do Haras – 3DM – foi em homenagem aos três filhos e os sobrenomes da família – David e Miante. “Assim, remetemos a um haras da família que ama o cavalo, a nossa família”, explica. A escolha pelos Três Tambores e Seis Balizas foi também por influência dos filhos.

Gabi, diga se de passagem que nasceu gostando de cavalo; Ricardo e Victor que começaram a treinar no CT do Sidnei (pai do Sidnei Junior), por influencia de amigos. “Não tinham seus próprios cavalos ainda, mas em menos de um mês já queriam começar a ir a provas. Nunca mais paramos”, relata a criadora.

Acesse mais conteúdos de Três Tambores e Seis Balizas

Como consequência, o primeiro animal do plantel foi adquirido do Haras Agae, a Xenia Blue Agae. Levou muitas conquistas e vitórias para a família. Porém, hoje, os animais que do 3DM que se destacam são: Nikita Flying LW, Cades Tres Seis HR Z, Six Jay Doc Zd, Gabi Fame 3DM, Eliah Country HRZ.

Cavalos

Contudo, há outros muitos a caminho. Os cavalos do haras são treinados por Rodrigo Fernandes de Oliveira, o Rodriguinho, pelo Sidnei Junior, e pelos filhos Ricardo Miante e Gabriela Miante.

Maricy cita alguns importantes títulos conquistados pelo time: bicampeão Aberta Junior Copa dos Campeões ABQM, Tres Uno Quatro x Sidnei Junior; campeã da média do Derby Grand Prix HR, Xangai Red Agae x Sidnei Junior; campeã do GP 2019 Aberta Junior, Nikita Flying LW x Rodriguinho.

Incentivo

No entanto, a criadora declara que falta incentivo aos novos competidores. “Acho que o esporte vem crescendo bastante, mas precisamos de incentivo para os novos competidores. Hoje, os tempos e os valores de cavalos estão inibindo novos competidores a iniciarem”.

Ela conta que quando começou, por exemplo, um tempo da categoria Kids era em torno de 18 segundos. “Hoje as crianças já fazem até 16 segundos, como tivemos no Grand Prix 2019”, recorda e reforça: “precisamos juntos pensar o que fazer para que isso não impeça novas entradas.

Projetos

Com o passar do tempo, os projetos para o Haras 3DM continuam. “Temos como maior objetivo cuidar sempre da melhor forma possível dos nossos animais. Então, estamos sempre investindo no mercado com linhagens selecionadas para deixarmos nossos clientes felizes”, relata Maricy.

Para a criadora, a meta é sempre oferecer cavalos de qualidade e que dê segurança para as crianças e seus filhos competirem. “O berço do nosso projeto está nas grandes mães que investimos. Aumentamos nossa criação agora para disponibilizar ao mercado os produtos da nossa seleção de matrizes”.

Maricy finaliza agradecendo as bênçãos de Deus ao longo desta jornada. “Agradeço a Deus por todas as conquistas e bênçãos e a todos que de alguma maneira contribuíram para que o sonho do Haras 3DM se tornasse uma realidade de sucesso”.

E ela arremata: “A família 3DM agradece ainda a todos os nossos parceiros, equipe de prova e de criação do haras que vem fazendo um trabalho impecável; a todos os treinadores com quem já tivemos cavalos, aos grandes amigos que nos acompanham nessa caminhada; e a todos que torcem por nós e sabem das dificuldades que passamos para hoje termos uma seleção respeitada e resultados expressivos.”

Por Verônica Formigoni
Fonte: Editora Passos
Foto: Arquivo Pessoal