Três Tambores & Seis Balizas

Modalidade Seis Balizas apresenta crescimento em 2018

No comparativo com 2017, modalidade registrou acréscimo 38% nas inscrições do Congresso ABQM

Quem é apaixonado por velocidade se encanta com o zig zag que a modalidade de Seis Balizas exige dos conjuntos em pista. Habilidade e sintonia entre cavalo e cavaleiro é imprescindível para esta emocionante disputa.

Em 2018, o esporte começou ganhando força, já que durante o 28º Congresso Brasileiro da ABQM, realizado entre 23 e 29 de abril no Parque Dr. Fernando Cruz Pimentel (Emapa), a modalidade somou 233 inscrições. O número é 38% maior se comparado com Congresso da ABQM de 2017, quando 169 inscritos participaram da prova.

Nesta edição do evento, R$ 64.655,84 foram entregues aos competidores do esporte como premiação, além de fivelas e troféus. A competitividade também foi acirrada: Três conjuntos concluíram o percurso na casa dos 19 segundos, sendo o mais rápido deles em 19s932. O tempo mais baixo da prova foi conquistado na Aberta Junior por Abelino Rodrigues de Araújo Filho, o Fio, montando Shakira on Fire (Bullys On Fire x Little Katie EK).

Fio é treinador de cavalos há 28 anos já competiu em mais de 700 provas durante sua carreira. Logo após sua vitória, ele afirmou que se sente honrado em participar do Congresso ABQM e ainda fazer o melhor tempo da modalidade. A égua baia já contabiliza 78,50 pontos no registro de Mérito da ABQM, dos quais 58 pontos são oriundos das Seis Balizas. De acordo com o SGP sistema, a premiação já recebida por este animal é de aproximadamente R$ 24 mil. A habilidade deste Quarto de Milha não para por aí. Shakira on Fire é um animal versátil e também tem destaque nas provas de Três Tambores.

Fio considera Shakira uma égua muito habilidosa, especialmente por seu cruzamento unir linhagem de velocidade e de trabalho. “Ela une habilidade e velocidade. É uma égua muito boa”. Além disso, ele acredita a qualidade da pista também tenha contribuído para este resultado. Segundo o treinador, a pista estava firme, macia e sem risco de queda. “Parabéns à ABQM pela pista, que estava realmente ótima. Ele considera a modalidade de Seis Balizas muito bonita e elegante, mas mais do que isso, fundamental para o desenvolvimento da equitação dos competidores. “Acredito que tem que ter mais treinamento de baliza nas escolas para os jovens e amadores, pois a modalidade ajuda muito no equilíbrio do cavaleiro, postura corporal e também ensina-o a controlar a velocidade do cavalo e a ter mais foco, pois não se trata apenas de correr até um certo ponto como no Tambor”, salienta Fio, torcendo para que a modalidade volte a ter cada vez mais competidores e também para que os proprietários de cavalo incentivem e treinem seus animais para esta modalidade, que une a velocidade e habilidade do Quarto de Milha.

Abelino Rodrigues e Shakira on Fire

“Para nós, esse crescimento no número de participantes é muito bom. Acredito que o aumento no número de inscrições neste Congresso, ainda seja reflexo do ‘Avante 6 Balizas’, projeto que visou incentivar novos atletas a aderirem ao esporte, assim como a permanência dos que se dedicavam à modalidade. Neste projeto, foi distribuída uma premiação extra de R$ 60 mil durante o ano de 2016”, considerou Vagner Simionato, entusiasta da modalidade.

Por Juliana Antonangelo
Fotos: cedidas ABQM