Quartistas

Giro pelo Potro do Futuro ABQM 2017 – Parte I

Há alguns anos, havia na revista Quarto de Milha um espaço chamado “Giro” pelo Nacional, Congresso ou Potro do Futuro, mostrando com outro “olhar” os eventos. Essas matérias descontraídas sempre eram bem lidas. Mas o espaço acabou. Então, nesse que é meu, vou tentar revivê-lo aqui no Quartistas, com fotos dos fotógrafos GV, Miguelzinho e Fabão-arquivo ABQM-divulgadas no site da entidade.Jamelão, montado em seu cavalo de quatro rodas, percorreu várias vezes a rua central do Parque de Exposições da Emapa, em Avaré, durante o Potro do Futuro, Copa e Derby. Sempre que dava. lembrava aos amigos que era candidato ao Conselho da ABQM. Se for pelas voltas que deu, já está eleito…

Passeio proibido no parque

Se fosse na rua era multa. contudo a moçada aí era só alegria em estar num parque totalmente lotado. Pelos cálculos da organização, mais de cinco mil pessoas todos os dias foram prestigiar o cavalo mais versátil do mundo. Calcula-se também que para cada cavalo inscrito, pelo menos três o acompanham. Para alegria dos logistas que faturaram à beça.

Instagram ABQM

Muita gente aproveitou essa placa para tirar uma foto de recordação. Afinal, a grandiosidade do evento passou para história. Reuniu mais inscrições do que o Campeonato Nacional, que é considerado o maior evento da raça Quarto de Milha. quem não queria  estar lá….

Ajeitando a fotocélula

Um dos equipamentos mais importantes dentro da pista é a fotocélula. As medidas também tem que estar dentro do regulamento oficial. qualquer diferença na medida dá um barulho danado. Haja vista que na Prova dos Três Tambores (que não é essa da foto), há uma luzinha marcando o lugar dos tambores, que pouca gente percebe….

Nova geração na passarela

Na rua central do Parque de exposições é um grande desfile de roupas, gente, cavalos… E cães. O evento atrai pessoas de todas idades, como se vê nessa nova geração de “potras”. Vale lembrar também que o lugar  também é uma passarela de gente bonita.

Cuidado com Ferradura

Um assessório dos mais importantes é a ferradura. Algumas vezes, ela escapa. Muitos profissionais já ficaram “a pé” quando se soltou. Por isso, levam esses profissionais para eventual socorro. Uma das reivindicações que já ouvi dos competidores é que deveria ter no evento um desses profissionais credenciado pela ABQM.

Entre dois amores

Cavalo Quarto de Milha é a grande paixão do evento. Em todas as conversas, ele é o centro das atenções. As pessoas passam cerca de 10 dias no parque só falando do cavalo. Se fosse o ano todo também esse seria o assunto. “Não tem dinheiro que pague vir nesses eventos e ficar falando só de cavalo”, sempre gostava de lembrar o saudoso José Aprígio Brandão Vilela, um dos ícones que passou para história da raça.

Continua…….